Roland DG apresenta a nova impressora solvente SOLJET Pro4 XF-640

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/04/2013

A Roland DG, fabricante de equipamentos para comunicação visual, lançou no dia 02 de abril, em todas as suas filiais e subsidiárias, a SOLJET Pro4 XF-640, impressora digital solvente que possui 1,6m de largura. Trata-se do equipamento mais rápido da empresa, por trabalhar na velocidade máxima de 102m2/h. Para oferecer tal característica, a máquina incorpora novas tecnologias, como o duplo CMYK (com duas cabeças) e sistema redesenhado de alimentação de substratos.

"Hoje, há uma grande demanda por impressoras velozes tanto em países desenvolvidos quanto em mercados emergentes", comentou Katsuo Ikehata, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Roland DG. "Além da produção de alto volume, o objetivo de muitos dos nossos clientes é reproduzir imagens de qualidade. A SOLJET Pro4 XF-640 foi desenvolvida para dar conta dessa necessidade, pois ela combina impressão excepcional e alta velocidade."

A nova impressora da Roland é uma ferramenta voltada para quem produz aplicações indoor e outdoor, como placas, banners, envelopamento de carro, instalações em janelas, displays de PDV, adesivação em estandes, cartazes, entre outras aplicações.

SOLJET Pro4 XF-640, impressora solvente, com 1,6m de largura chega a 102m2/h

SOLJET Pro4 XF-640, com 1,6m de largura chega a 102m2/h

Nova tecnologia de impressão

A SOLJET Pro4 XF-640 incorpora duas cabeças de impressão (duplo CMYK), instaladas de modo escalonado, que elimina problemas de banding. As novas cabeças também foram projetadas para disparar níveis elevados de tinta, a fim de reproduzir imagens mais densas e cores saturadas.

Segundo a Roland, a máquina possui arquitetura mais robusta, com diversos upgrades, como o trilho de rolamento, que suporta e estabiliza o grupo impressor (e as cabeças), fazendo com que as gotas de tinta sejam disparadas com mais precisão.

Tintas

A nova impressora XF-640 emprega as tintas ECO-SOL MAX2. Segundo representantes da marca, esses insumos secam rapidamente e oferecem uma gama de cores maior, resultando em imagens de qualidade elevada.

Além disso, a máquina vem com uma nova unidade (frontal) de carregamento de cartuchos, que facilita o trabalho de substituição desse invólucros. E uma trava, que protege as cabeças de impressão, abre-se ao tocar o botão de limpeza.

Sistema reformulado de alimentação de substratos

Um total de 16 roletes (pinch rollers) e um novo sistema de rolos garante a alimentação das mídias. Além disso, a máquina vem com um sistema redesenhado de aquecedores e take up, que otimiza a produtividade por diminuir o tempo da impressão e da secagem.

Além disso, a XF-640 tem alavancas de carregamento de mídia posicionadas tanto na parte da frente quanto na traseira da máquina, o que dá comodidade ao operador. Além disso, suportes especiais de substrato carregam até os mais pesados ​​rolos de mídia.

Fonte: Roland DG



Konica Minolta anuncia equipamentos de produção digital de rótulos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
JETvarnish 3DWeb Color+ e AccurioLabel 190 são dispositivos recém-apresentados pela Konica Minolta

JETvarnish 3DWeb Color+ e AccurioLabel 190 são dispositivos recém-apresentados pela Konica Minolta

A fabricante Konica Minolta apresentou no mercado internacional a JETvarnish 3DWeb Color+ (sistema inkjet) e a AccurioLabel 190 (impressora digital de médio porte), ambas indicadas para convertedores de rótulos e etiquetas.

Com tecnologia de toner, a AccurioLabel 190 substitui a bizhub PRESS C71cf, que já foi vendida em mais de 100 empresas em todo o mundo, desde seu lançamento há dois anos. Capaz de trabalhar com resolução de 1200dpi, a impressora é fabricada em cooperação com a Grafisk Maskinfabrik (GM), responsável por fornecer a unidade de conversão DC330, que pode operar em linha com a impressora ou como uma unidade autônoma. Segundo a empresa, a máquina estará disponível no começo de dezembro de 2017.

Parceira da Konica Monilta, a MGI Digital Technology é a fabricante francesa de tecnologias de impressão digital responsável pelo desenvolvimento da JETvarnish 3DWeb Color+. Trata-se de um sistema com tecnologia inkjet que produz revestimentos em UV, texturas de vernizes em relevo 3D e outros acabamentos superficiais em embalgens, rótulos e etiquetas.

Fonte: Konica Minolta



Konica Minolta lança impressora inkjet única passada para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2015
De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

De porte industrial, Nassenger SP-1 é capaz de produzir em altíssimas velocidades

A Konica Minolta, fabricante de tecnologias de impressão, apresentou ao mercado internacional o Nassenger SP-1, equipamento de estamparia têxtil digital que produz em velocidades altíssimas. A máquina é fruto da experiência em desenvolver e produzir cabeças e dispositivos de impressão e tintas inkjet para tecidos.

O modelo foi lançado em resposta ao aumento do uso de impressão digital sob demanda para mídias têxteis, a fim de reduzir o tempo de inatividade entre trabalhos em grandes indústrias de tecidos. Segundo a empresa, a máquina também foi desenvolvida para reduzir efluentes e gastos com combustíveis.

Com tecnologia única passada, a Nassenger SP-1 imprime diretamente sobre tecidos alimentados no equipamento por meio de unidade fixa de impressão, que pode produzir em velocidades atingidas por impressoras serigráficas.

Fonte: Konica Minolta