Roland DG anuncia máquina para brindes e instrumentos cirúrgicos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/08/2017
MPX-95 customiza produtos e aplica códigos de barras em equipamentos médico-hospitalares

MPX-95 customiza produtos e aplica códigos de barras em equipamentos médico-hospitalares

A fabricante Roland DG anunciou a MPX-95, solução indicada para os mercados de brindes e de produtos médico-hospitalares. Trata-se de uma máquina compacta que pode empregar dois kits opcionais.

Um deles, o Kit Gift (GK-1), foi criado para o segmento de brindes vendidos em quiosques, joalherias e estabelecimentos de peças sob demanda. O equipamento imprime fotos super-realistas, textos e logotipos em pingentes, fivelas de cinto, canetas, óculos, joias, relógios, garrafas, canecas, pen drives, porta-chaves, entre outros objetos.

Já o Kit DPM é indicado para profissionais da área da saúde que gravam códigos de barras, números de segurança, logos e nomes em instrumentos cirúrgicos. Tal identificação deve constar obrigatoriamente nos produtos médico-hospitalares para segurança dos pacientes.

Ambos os kits gravam em uma grande variedade de materiais, como aço inoxidável, ferro, titânio, platina e substratos mais suaves (ouro, prata, cobre, níquel e alumínio).

Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG Brasil, declarou: “As marcações da máquina Roland diferenciam-se por serem mais resistentes e por manterem a superfície inalterada, o que facilita a perfeita limpeza e esterilização dos equipamentos cirúrgicos”.

Fonte: Roland DG Brasil



J-Teck3 lança tinta digital para aplicações industriais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2014

J-MelaMine foi desenvolvida para aplicações industriais

J-MelaMine foi desenvolvida para aplicações industriais

A fabricante J-Teck3 apresentará na InPrint, feira que acontece na Alemanha, uma nova tinta desenvolvida para aplicações industriais. Intitulado J-MelaMine, o insumo é à base d’água e é indicado para impressoras a jato de tinta que empregam cabeças Kyocera.

Segunda a empresa, a J-MelaMine apresenta resistência a luz e saturação de cores, o que confere tons mais fortes e brilhantes.

Disponível na paleta CMYK, a nova tinta da J-Teck3 tem solidez e permite a impressão de painéis e laminados a serem usados no mercado de móveis e decoração de interiores.

Na InPrint 2014, a fabricante também vai mostrar as tintas sublimáticas da linha J-Cube RF/KF, indicadas para impressoras industriais que utilizam cabeças de impressão da Kyocera ou da Ricoh.

Fonte: Large Format Review



Epson aumenta produção de equipamentos com cabeças PrecisionCore

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/08/2014

A Epson, fabricante japonesa de impressoras digitais, anunciou que aumentará a produção das cabeças de impressão PrecisionCore, empregadas atualmente em equipamentos inkjet industriais e de escritório.

Segundo a empresa, serão investidos aproximadamente 10 bilhões de ienes entre abril de 2014 e março de 2015 na linha de produção sediada no Japão.

PrecisionCore começou a ser produzida em junhode 2013 no Japão

PrecisionCore começou a ser produzida em junho de 2013 no Japão

A PrecisionCore tem controles individuais para cada nozzle, que pode disparar com precisão 50 mil gotas de tinta por segundo. Esse nível de desempenho só é possível em função da fabricação robotizada. Além disso, a empresa domina uma tecnologia inkjet refinada há mais de duas décadas e processos de microfabricação com precisão de milésimo de milímetro.

Ao produzir as cabeças PrecisionCore inteiramente no Japão, a Epson pretende acumular experiência para desenvolver a próxima geração da tecnologia, construir uma base sólida de produção e aumentar a vantagem competitiva da empresa.

A Epson promoverá o uso das novas cabeças em outras plataformas, de modo a aumentar ainda mais a competitividade e o crescimento do negócio da unidade inkjet.

Fonte: My Print Resource