Roland DG adere ao Black November e oferece descontos de até 15%

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/11/2016
Impressoras VS-640i, XR 640, RF 640 e 640S e SP 540i podem ser adquiridas em condições especiais

Impressoras VS-640i, XR 640, RF 640 e 640S e SP 540i podem ser adquiridas em condições especiais

Este ano, a Roland DG Brasil, fornecedora de impressoras e plotters, está participando da Black November e, entre os dias 3 e 25 de novembro, oferecerá descontos de até 15% em diversos equipamentos, como os modelos VS-640i, XR 640, RF 640 e 640S e SP 540i.

A VS-640i é uma impressora ecossolvente com recorte conjugado e largura de 1,6m. Já a XR-640, também ecossolvente de 1,6m, pode trabalhar na velocidade de até 49m²/h. As impressoras sublimáticas RF-640 e RF 640S podem imprimir a uma velocidade de até 48m²/h e 56m²/h, respectivamente. Finalmente, a SP-540i é impressora de entrada indicada para produzir decalques coloridos, etiquetas, banners, cartazes, transfers e adesivos para piso e veículos.

Anderson Clayton, gerente de marketing da Roland DG, declarou: “No que se refere ao setor de bens de capital, percebemos que no decorrer do ano ocorreram altos e baixos. Mas nos últimos meses, o cenário econômico começou a apresentar indícios claros de melhora. Com essa iniciativa, a Roland DG que dar sua contribuição para movimentar ainda mais o mercado e mostrar que precisamos todos retomar a confiança. As boas-novas certamente estão apenas começando”.

Para saber mais sobre as promoções, acessse o site da promoção ou acompanhe as novidades na página do Facebook da Roland DG Brasil. Outras informações também podem ser obtidas por meio do telefone (11) 3500-2600.

Fonte: Roland DG



Mutoh lança tinta pigmentada para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/04/2018
TP-11 foi desenvolvida para equipamentos de impressão direta em tecidos

TP-11 foi desenvolvida para equipamentos de impressão direta em tecidos

A filial norte-americana da Mutoh, fabricante de impressoras digitais, anunciou no mercado internacional a TP-11, nova tinta original para equipamentos ValueJet 1938TX.

De acordo com a empresa, a tinta pigmentada foi desenvolvida para impressão direta em tecidos naturais para uma ampla gama de aplicações, além de produzir imagens com alta qualidade e durabilidade.

Disponível em quatro (CMYK) ou sete (CMYK, laranja, azul e verde) cores, as tintas são ambientalmente corretas e vendidas em sacos de 1 litro, visando melhorar a eficiência do trabalho.

Fonte: Mutoh



Epson cria laboratório e centro de pesquisa de impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/12/2016
Espaços foram criados em colaboração com a For.Tex e a F.lli Robustelli

Espaços foram criados em colaboração com a For.Tex e a F.lli Robustelli

A Epson, fabricante de impressoras digitais, anunciou a criação de dois departamentos específicos para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia de estamparia digital têxtil. São um centro de pesquisa de impressão e um laboratório de pesquisa de inovação, ambos com base na Itália.

Criado junto com For.Tex, o laboratório de pesquisa de inovação objetiva desenvolver novas tintas para impressão digital para diversos substratos. Segundo a empresa, o ambiente está equipado com tecnologias de ponta e conta com uma equipe de tecnólogos e pesquisadores.

Sediado na planta da F.lli Robustelli, empresa adquirida pela Epson, o centro de pesquisas de impressão tem como objetivo auxiliar o desenvolvimento de dispositivos inkjet, para garantir o desenvolvimento contínuo das impressoras têxteis da Epson.

A Epson, a F.lli Robustelli e a For.Tex agem em colaboração desde 2003, quando lançaram a impressora digital Monna Lisa. Em 2014, criaram o Textile Solution Center (TSC), centro para desenvolvimento e promoção da estamparia digital têxtil no mundo. Para estabelecê-lo, foram gastos 2 milhões de euros, investimento empregado para a construção de uma instalação de 3 mil metros quadrados que oferece oportunidades de reproduzir todo o processo industrial de impressão digital em tecidos, incluindo etapas como pré-tratamento, vaporização, lavagem, secagem e acabamento.

De acordo com a empresa, tecnologias digitais para imprimir imagens, padrões e efeitos visuais em tecidos crescem rapidamente e substituem tecnologias analógicas em diversas áreas. Em 2014, aproximadamente 31 bilhões de metros quadrados de tecido foram impressos no mundo, dos quais aproximadamente 3% foram produzidos usando tecnologias digitais, segundo a Provost Ink Jet Consulting Ltd. De 2015 a 2019, espera-se que o volume de impressão digital têxtil aumente cerca de 17% ao ano, de acordo com a World Textile Market Outlook.

Fonte: Epson