RIP da Caldera chega à versão 11.2

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/02/2018
Software será demonstrado na feira C!Print 2018

Software será demonstrado na feira C!Print 2018

A desenvolvedora Caldera anunciou a versão 11.2 de seu software RIP homônimo, que será exibida na C!Print, feira que ocorrerá entre os dias 6 e 8 de fevereiro, na França.

Segundo a empresa, três novos recursos foram inseridos no aplicativo: o HelpLinks, o ContourNesting 180º e o MultiLayer. Além disso, o RIP passou a suportar a plataforma para espectrofotômetros TotalColor qb.

O HelpLinks permite que os usuários adicionem links nas páginas do CalderaDesk por meio dos módulos Caldera RIP. A ContourNesting 180º é uma ferramenta que ajuda a economizar o gasto com mídias por executar a impressão seguindo a direção da fibra, uma característica especialmente útil para clientes que trabalham com tecidos. A MultiLayer é capaz de imprimir várias camadas com imagens diferentes. Esse recurso, indicado para aplicações retroiluminadas, permite que diferentes versões da mesma imagem apareçam de acordo com a iluminação do espaço onde a mídia foi instalada.

A versão 11.2 do Caldera também recebeu aprimoramentos nos recursos de corte, como a nova opção Background, que define a cor em torno das marcas de registro, para ajudar a detecção das próprias marcas. O software também oferece a capacidade de adicionar um quadro cortável em torno de códigos de barras ou QR codes. Outra função de corte é a Rewind At End, que permite rebobinar a mídia (ou não) após o corte, para mudar a lâmina ou terminar o trabalho.

A empresa também destacou aperfeiçoamentos em algumas ferramentas de cores, como os mapas Rosing Overinking e Flower Bleeding, que podem ser usados para melhorar a limitação das tintas, e a opção Spot Channels permite o carregamento de cores especiais duas vezes mais rápido em arquivos Tiff e PSD.

Fonte: Caldera



HP lança impressora sublimática de 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/05/2019
HP Stitch S1000 é indicada para demandas de alta produtividade

HP Stitch S1000 é indicada para demandas de alta produtividade

A HP esteve na Fespa 2019, feira que ocorreu entre os dias 14 e 17 de maio, na Alemanha, e apresentou a HP Stitch S1000, impressora sublimática de 3,2m de largura indicada para alta produção de peças têxteis de moda, sinalização e decoração de interiores.

Com cabeças térmicas e tinta para sublimação, a HP Stitch S1000 pode rodar na velocidade máxima de 220m2/h, para estampar tecidos de poliéster.

Capaz de reproduzir imagens com 1.200dpi, o equipamento estampa diretamente no tecido e vem com o secador de zona de impressão HP Drop & Dry.

Outra tecnologia de destaque da impressora é o sensor óptico de avanço de mídia (OMAS Plus), que controla o avanço dos substratos (tecidos ou papéis transfer), mesmo em velocidades mais altas.

A manutenção automática da máquina diminui a intervenção do usuário, que pode carregar e descarregar as mídias facilmente.

Para garantir sua autonomia, a impressora vem com reservadores de 10 litros e pode suportar rolos de até 300kg.

Fonte: HP



Cobertura Serigrafia Sign 2013 – Parte 5: Acessórios e equipamentos para adesivação e acabamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/07/2013

Apesar de coadjuvantes, os acessórios usados em comunicação visual desempenham funções elementares dentro dos birôs, signmakers e gráficas digitais. Existem aqueles, como espátulas e sopradores, que auxiliam o trabalho de aplicadores nas adesivações e envelopamentos. Há também os acessórios empregados para adornar banners e faixas, como ponteiras e perfis. Sem contar as máquinas que fazem acabamentos em lonas, como os esticadores, ilhoseiras e soldas. Todos eles estiveram presentes na feira Serigrafia Sign 2013. Veja a seguir um panorama dos expositores que apresentam essas soluções.

Leia também as demais partes dessa cobertura:
1ª: Impressoras digitais
2ª: Corte, gravação e acabamento
3ª: Mídias, tintas e softwares
4ª: Números, eventos e parcerias
6ª: Sublimação, transfer e fotoproduto
 

A Comala levou os seus consagrados sopradores térmicos.  Entre eles, os dispositivos da linha industrial, como o HG 4100, que tem potência máxima de 2300W e trabalha na temperatura máxima de 550ºC. A empresa também apresentou os sopradores da linha HL, como os 1500, 1800, 2100 e 500. Esse último tem potência de 1200W, temperatura máxima de 350ºC e ajuste de voltagem bivolt, podendo ser utilizado em tomadas 127V e 220V.

Já a Terra Nova apresentou equipamentos automáticos para soldagem térmica como a Forplast-P, que permite trabalhar em sobreposição de 20, 30, 40 ou 45mm. A máquina pesa 22kg e vem com acessórios como alça para transportar o dispositivo e manivela para soldar sobre pisos. A empresa também comercializa ilhoseiras de vários modelos, como o PMS 080 (pneumático), o HPS 020 (manual) e o APM 060 (automático).

Evento também contou com vários expositores de soldas

Evento também contou com vários expositores de soldas

A Indussross também esteve presente no evento. Expôs algumas máquinas de solda e rebitadeiras de seu amplo portfólio de máquinas.

Outra empresa que marcou presença na feira foi a Maqgutierrez, que é especializada em peças e acessórios empregados na fabricação e reparação de máquinas para acabamento em comunicação visual, como as ilhoseiras.

A Miller Weldmaster apresentou soldas a ar quente, cuja temperatura de trabalho pode variar de 400ºC a 750ºC.

Também na seara das soldas, esteve a Italami, que é especializada na fabricação de ferramentas e eletrodos para solda eletrônica de alta frequência, para trabalhos em substrato de PVC.

Madeiras para banners e faixas

Madeiras para banners e faixas

Para quem trabalha com lonas, a Gutierrez apresentou ilhoseiras semiautomáticas que aplicam de 40 a 50 ilhoses por minuto. A empresa também expôs soldas como a ITDU 15 (com potência de 2,25kva e área de solda de 40cm2).

A Devitor Máquinas também expôs ilhoseiras pneumáticas e semiautomáticas que trabalham com ilhós de 0, 45, 50, 51 e 54. Além disso, a empresa levou soldas de 1m e 1,5m, com resistência de 10mm.

Já a Ronek apresentou um grande portfólio de acessórios e peças para acabamento, como ponteiras para banners, hastes para bandeiras, perfis-c, espátulas para adesivação, entre outros materiais.

A fabricante Guer-plas também esteve presente na feira. Expôs materiais como perfis (H, U, J, C e quadrado), cantoneiras, peg docs, tubos, trilhos, porta-chapas,  gotas, entre outras peças para acabamento em comunicação visual.

Feira contou com empresas que levaram fixadores e acessórios para banners

Feira contou com empresas que levaram fixadores e acessórios para banners

No estande da Madeireira Pontal, o visitante pôde comprar bastões para banner, sarrafos para cavaletes, madeiras retangulares para faixas e suportes para perfil c.

Outra empresa especializada em acessórios é a X Supply, em cujo estande havia muitos materiais para adesivação e envelopamento (espátulas, lâminas e estiletes) e acabamento (ponteiras, sarrafos, entre outros).

Já a VP Máquinas expôs dobradeiras de sua linha, entre elas a 2000-4F, que pode dobrar chapas de acrílico, alveolar, PETG, policarbonato, poliestireno, PSAI e PVC expandido.

Além das consagradas envernizadoras de mesa, a Raslu expôs o seu portfólio de materiais para acabamento (como espátulas e cabos para banners) e recorte eletrônico (máscaras de transferência).

Esticador de banner exposto na Serigrafia Sign 2013

Esticador de banner exposto na Serigrafia Sign 2013

Já a Szprinter mostrou uma grande variedade de acessórios e peças para impressoras digitais de grande formato. No estande da empresa, o visitante deparou com bombas, filtros, subtanques, válvulas, entre outros dispositivos.

Além de comercializar peças para impressoras (como wipers, dampers, entre outras), a Polyfly vende uma série de acessórios, que foram apresentados na feira, como os banners roll-ups, x-banners e as mochilas banners.

Outro destaque ficou por conta do esticador de lona vendido pela CK. Composto por ferro maciço, o acessório promove a tensão uniforme do substrato em estruturas metálicas e facilita a instalação da lona, evitando que o impresso sofra danos.

A Sensitiva apresentou os módulos Icaro de levitação eletromagnética, usados em PDV e displays. Segundo pesquisa da POPAI, esses acessórios aumentam consideravelmente a valorização dos objetos expostos neles.

Na feira, havia displays que levitam objetos

Na feira, havia displays que levitam objetos