Rio de Janeiro recebe fórum da Fespa no dia 25 de outubro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/10/2018
Evento já passou por São Paulo

Evento já passou por São Paulo

Iniciativa da Fespa e da APS Marketing de Eventos, a terceira edição do Fespa Brasil Fórum chega à sua segunda etapa, na cidade do Rio de Janeiro. Programado para o dia 25 de outubro, no Senai Maracanã (rua São Francisco Xavier, 417), o evento é uma oportunidade para debater o atual panorama do mercado de impressão digital e suas tendências no Brasil e no mundo.

Grátis, o fórum contará com a palestra do diretor da Fespa Brasil, Alexandre Keese. O executivo abordará os números da mais recente e completa pesquisa já realizada ao redor do mundo, o Print Census 2018. O estudo trata do desenvolvimento das tecnologias e segmentos de impressão têxtil, comunicação visual e grandes formatos. O censo entrevistou empresários brasileiros, que concederam suas informações durante a feira Fespa Brasil.

O Fespa Brasil Fórum honra o lema Profit for Purpose, que é o compromisso da federação em reinvestir na indústria de impressão digital.

Após São Paulo e Rio, o FESPA Brasil Fórum vai até Curitiba, em 6 de novembro, no auditório do Sigep, na rua Augusto Severo, 1050.

Na etapa do Rio de Janeiro, o fórum conta com os patrocínios da Mimaki, Alltak, Ampla e Convertech.

Fonte: Fespa Brasil



SAi apresentará novo software de design 3D para PDV na SGIA 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/09/2016
DisplayGenie foi desenvolvido para empresas que produzem displays de comunicação visual

DisplayGenie foi desenvolvido para empresas que produzem displays de comunicação visual

A SA International (SAi), desenvolvedora de softwares, participará da SGIA 2016, feira de impressão digital que ocorre entre os dias 14 e 16 de setembro, em Las Vegas, EUA. Na exibição, a empresa promete lançar um aplicativo de design para displays e peças de ponto de venda, o DisplayGenie.

Segundo a empresa, o software elimina várias etapas da criação de displays, o que melhora a eficiência do processo e simplifica projetos envolvendo papelão ondulado, plásticos e outros materiais rígidos usados em PDV.

Compatível com todos os RIPs que rodam impressoras flatbed e mesas de corte planas, o DisplayGenie possui uma extensa biblioteca de templates personalizáveis. Basta que os designers introduzam novos valores geométricos a partir dos quais o software recria os projetos em segundos.

Segundo a SAi, o DisplayGenie tem maior apelo entre as empresas que trabalham com impressoras planas (flatbed) e que pretendem instalar também uma mesa de corte plana, que em conjunto com o software pode ajudar a expandir negócios e aumentar a lucratividade.

O aplicativo também oferece pré-visualizações 3D animadas, que ajudam a verificar erros e evitar falhas na produção. Além disso, é possível exportar designs como arquivos PDF 3D, para que os clientes revisem e aprovem os projetos.

Annette Plummer, diretora de marketing da SAi, declarou: “Com seu vasto catálogo de templates e com um preço em conta, o DisplayGenie equipa empresas de impressão e oferece-lhes a possibilidade de expandir sua oferta de aplicativos, o que permite aumentar suas receitas e a vantagem competitiva”.

Fonte: SAi



EFI adquire empresa de software para impressão têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/06/2016
Especializada em softwares, a Optitex foi adquirida pela EFI

Especializada em softwares, a Optitex foi adquirida pela EFI

A EFI, fabricante de impressoras digitais, anunciou a aquisição da Optitex, desenvolvedora de aplicativos de design 3D. De capital privado, a empresa será integrada à unidade de negócios de software de produtividade da EFI.

De acordo com a fabricante, o software Optitex é indicado à indústria têxtil e permite uma melhora significativa no tempo de chegada ao mercado e nos ganhos de custo e eficiência, além de viabilizar novos recursos para atividades de marketing, vendas e design. 

O software faz simulações digitais em 3D de vestuários e também pode criar padrões 2D. Além disso, oferece soluções, como reproduzir designs em minutos, validar todas as coleções três semanas após o design, reduzir a amostragem em mais de 50%, diminuir custos de desenvolvimento do produto, reduzir os tempos de ciclo geral, apresentar amostras de vendas com mais rapidez e substituir fotografias por imagens digitais realistas e sob demanda, para comércio eletrônico, catálogos e pacotes. 

Fote: EFI