Ricoh adquire a ColorGate

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/11/2018
Aquisição faz parte do plano Ricoh Ignite

Aquisição faz parte do plano Ricoh Ignite

A Ricoh, fabricante de impressoras digitais, anunciou ter selado um acordo de aquisição da ColorGate, desenvolvedora de softwares gráficos e de gerenciamento de cores. A transferência de ações está programada para o dia 30 de novembro de 2018.

Fundada em 1997, a ColorGate, com sede em Hannover, na Alemanha, atua na indústria de impressão há mais de 20 anos, fornecendo softwares para grandes formatos e aplicações industriais. A empresa desenvolveu tecnologias exclusivas para suportar clientes dos segmentos de decoração, embalagens, tecidos e sinalização.

Em fevereiro de 2018, a Ricoh anunciou um plano de crescimento, o Ricoh Ignite, que estabelece sua intenção de expandir seu portfólio de tecnologias de impressão. O investimento no ColorGate é parte desse plano.

Peter Williams, vice-presidente corporativo e gerente do grupo de negócios de impressão comercial e industrial da Ricoh, declarou: “Ao combinar os softwares da ColorGate com nossas próprias impressoras industriais, forneceremos soluções que abrangem todo o fluxo produtivo, da pré-impressão à pós-impressão. Essa aquisição permitirá que a ColorGate expanda seus negócios, pois juntos nos tornamos mais aptos a oferecer suporte aos nossos clientes”.

O cofundador da ColorGate, Thomas Kirschner, que continuará a atuar como CEO, comentou: “Estamos muito satisfeitos por termos sido selecionados pela Ricoh para contribuir com sua forte estratégia de crescimento. Ao mesmo tempo, continuaremos a servir nossa base de clientes, parceiros e revendedores”.

Fonte: ColorGate

Tags: Ricoh, ColorGate,


Fespa Global Print Expo 2020 lança campanha de visitação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2019
Com o lema “Where Colour Comes Alive”, feira convoca visitantes do mundo todo

Com o lema “Where Colour Comes Alive”, feira convoca visitantes do mundo todo

A Fespa, federação internacional de impressão, lançou a campanha “Where Colour Comes Alive”, que incentiva visitantes do mundo toda a participar da feira Fespa Global Print Expo 2020, que ocorrerá entre os dias 24 e 27 de março de 2020, na IFEMA - Feria de Madrid, na Espanha. O encontro ainda terá outras duas exposições, a European Sign Expo 2020 e a Sportswear Pro 2020.

Em 2020, a feira volta para Madrid, onde o evento foi realizado em 2002. Cobrindo cinco salas da Feria de Madrid, a Fespa espera receber 600 expositores dos segmentos de impressão digital de grande formato, serigrafia e estamparia têxtil.

O mote “Where Color Comes Alive” foi criado para destacar a gama de aplicações processos e materiais de impressão e sinalização que podem ser encontrados na feira. Neil Felton, CEO da Fespa, explicou: “É um tema poderoso que expressa as oportunidades ilimitadas do nosso setor. ‘Color’ tem várias conotações: refere-se a mídia, tintas, acabamento, gerenciamento de cores, bem como aos produtos finais vívidos que são criados usando a impressão. Estou confiante de que esse lema ressoará entre nossos visitantes e expositores gráficos, de sinalização, decoração ou estamparia”.

Ocorrendo em concomitância, a European Sign Expo 2020 reunirá fornecedores de sinalização não impressa. Segundo a organizadora, trata-se de uma oportunidade de explorar ferramentas como corte e gravação, aplicações de LED e sinalização digital.

Dedicada ao público que trabalha com a fabricação de roupas esportivas, a Sportswear Pro reunirá as mais recentes tecnologias de produção sob demanda e personalização para o segmento. Para tanto, estarão presentes fornecedores de soluções de design, produção e decoração de artigos esportivos.

Fonte: Fespa



Zünd apresenta nova ferramenta de corte e gravação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2017
Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

Novo RM-L tem potência de 3,6kW e torque de 0,7Nm

A fabricante Zünd anunciou o RM-L, novo módulo de corte, gravação e acabamento para diversos substratos, como Plexiglass, policarbonato, alumínio, Dibond, MDF, entre outros. O maquinário incorpora um spindle (refrigerado a água) com pinça pneumática, potência de até 3,6kW e torque de 0,7Nm. Além disso, conta com um sistema de extração de pó para manter a área de trabalho sempre limpa.

Segundo a empresa, o uso do RM-L diminui os tempos de troca de ferramentas, o que auxilia sobretudo nos fluxos de trabalho que envolvem diferentes produtos personalizados e projetos complexos. Além disso, substratos mais densos e duros podem der processados a velocidades e profundidades maiores, o que reduz o número de passes e aumenta a produtividade.

O módulo também vem equipado com o MQL, sistema de lubrificação de quantidades mínimas que mantém o bit lubrificado para diminuir atritos. Assim, pouco calor é gerado durante a produção, o que aumenta a vida útil do bit e permite velocidades maiores de processamento.

O RM-L tem um sistema de compensação de superfície que determina a espessura do substrato e detecta inconsistências. Durante o processamento, o sistema compensa variações e faz ajustes de profundidade. Para trabalhos de gravação, isso evita problemas causados por diferenças na espessura do substrato.

Para acomodar diferentes diâmetros de eixo, são utilizados suportes HSK-E25, que permitem o uso de uma gama maior de bits no mesmo módulo de router, e o ARC HSK troca automaticamente os bits.

Fonte: Zünd