Propaganda de rua volta a ser utilizada em São Paulo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/01/2013

Os novos pontos de ônibus instalados na cidade de São Paulo prometem aquecer o mercado publicitário. As propagandas, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", agora voltam às ruas da cidade nestes locais que abrigam quem espera pela condução.

A veiculação do material ocorre a partir de março. O design inovador dos pontos permite a inclusão de anúncios sem que haja poluição visual.

Relógios que marcam o horário e a temperatura local também voltam a ter mensagens publicitárias, mas apenas no mês de maio. Para que as propagandas sejam espalhadas pelas ruas, cerca de mil novos relógios serão instalados na Capital pela empresa francesa JCDecaux – que venceu na justiça pelo direito de utilizar este meio.

Vigente desde 2007, a "Lei Cidade Limpa" proíbe propagandas em forma de outdoors, cartazes e faixas em estabelecimentos.

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", voltam às ruas de São Paulo

Fontes: Prefeitura de São PauloFolha de São Paulo



Fujifilm lança solução de impressão em papelão ondulado para aplicações em PDV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/05/2013

Solução conta com braço automatizado que faz o carregamento de mídias

Solução conta com braço automatizado que faz o carregamento de mídias

A Fujifilm, fabricante de equipamentos e insumos gráficos, anuncia o lançamento de um dispositivo criado sob medida para o mercado de displays de PDV feitos em papeão ondulado. Trata-se de uma combinação da impressora Inca Onset S40i, das tintas Uvijet OC e de um novo sistema de alimentação de substratos.

O dispositivo de alimentação de mídias emprega um braço robótico e um sistema de câmara. Eles fazem a separação e o carregamento das folhas de papelão, a fim de transferi-las para a mesa de impressão (com vácuo). Esse processo é realizado sem amassar os substratos, o que poderia deixar marcas nas bordas deles.

Equipamento foi desenvolvido para impressão de chapas de papelão ondulado, usadas na confecção de displays de PDV

Equipamento foi desenvolvido para impressão de chapas de papelão ondulado, usadas na confecção de displays de PDV

Depois da impressão, um segundo dispositivo automatizado — que também utiliza vácuo — pega a folha impressa e a deixa na pilha de materiais impressos. Segundo a Fujifilm, esse sistema de alimentação de substrato pode trabalhar numa velocidade acima de 500m2/h.

A empresa afirma também ter desenvolvido uma linha de tintas, a Uvijet OC, que oferece acabamentos que vão do baixo brilho acetinado ao brilho de alto impacto.

"Essa combinação de impressora, tinta e sistema de alimentação de substrato permite às empresas que trabalham com displays de papelão ondulado ter a certeza de que elas podem imprimir com alta qualidade e produtividade", comenta Tudor Morgan, gerente de marketing da Fujifilm.

Fonte: AD Comms



WS Adesivações vence oitava edição do Cambea

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Depois de cinco dias de disputa entre os melhores envelopadores automotivos do país, a dupla da WS Adesivações (Wellington e Rafael) sagrou-se a campeã do Cambea 8, competição que ocorreu durante a ExpoPrint Latin America 2018, entre os dias 20 e 24 de março no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo. De Fortaleza (CE), os vendedores dividiram o pódio com envelopadores da Gênesis, de Rio Grande (RS) e da Prime, de Santa Maria (RS).

Nos três primeiros dias do campeonato, 16 equipes disputaram as baterias classificatórias. Em seguida, veio a semifinal, em que, além da adesivação de partes do carro, cada dupla teve de envelopar uma guitarra. Os três melhores times (citados acima) passaram para a final, prova em que foi necessário envelopar um carro completo em, no máximo, quatro horas. Nesse mesmo dia, houve também entre os eliminados das fases anteriores uma disputa de envelopamento de guitarras.

Wellington, da dupla campeã, declarou: “A primeira oportunidade surgiu no Cambea Nordeste. Se a gente não tem um sonho e não pensar em realizar, nosso trabalho é em vão. Estamos muito felizes. É bom que as pessoas acreditem que no Ceará há muitos bons profissionais, e é preciso valorizar esses talentos. Gostamos muito do que fazemos todos os dias”.

Marcelo Souss, diretor da Alltak e idealizador do Cambea, também deu sua impressão sobre o evento: “O Cambea 8 foi um sucesso, na ExpoPrint. A feira toda foi um sucesso, com público de qualidade. Estamos felizes em expor o nosso mercado, ainda muito novo. Este ano, tivemos algo surpreendente, com uma final com o pessoal de Fortaleza, que havia ganhado o Cambea Nordeste. A Gênesis ficou em terceiro no ano passado. E o campeão 2017 ficou em terceiro. Isso mostra o alto nível dos participantes”.

Em outra modalidade, a Cambea Fast, houve um recorde batido, além de uma competição inusitada de envelopamento de guitarra. A organização também divulgou que o Cambea Lab trouxe muitas técnicas novas ao público que acompanhou as competições.

Fonte: Expoprint