Propaganda de rua volta a ser utilizada em São Paulo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/01/2013

Os novos pontos de ônibus instalados na cidade de São Paulo prometem aquecer o mercado publicitário. As propagandas, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", agora voltam às ruas da cidade nestes locais que abrigam quem espera pela condução.

A veiculação do material ocorre a partir de março. O design inovador dos pontos permite a inclusão de anúncios sem que haja poluição visual.

Relógios que marcam o horário e a temperatura local também voltam a ter mensagens publicitárias, mas apenas no mês de maio. Para que as propagandas sejam espalhadas pelas ruas, cerca de mil novos relógios serão instalados na Capital pela empresa francesa JCDecaux – que venceu na justiça pelo direito de utilizar este meio.

Vigente desde 2007, a "Lei Cidade Limpa" proíbe propagandas em forma de outdoors, cartazes e faixas em estabelecimentos.

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", voltam às ruas de São Paulo

Fontes: Prefeitura de São PauloFolha de São Paulo



Caldera apresenta novo software de gerenciamento de produção

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/12/2016
StreamLive permite o acompanhamento de todas as etapas produtivas de birôs

StreamLive permite o acompanhamento de todas as etapas produtivas de birôs

A Caldera, desenvolvedora de softwares, anunciou o lançamento do StreamLive, pacote de softwares e serviços baseados em nuvem que permite acompanhar a produção e criar fluxos de trabalho de impressão digital. O programa, que é autônomo, oferece opções e recursos de conectividade com RIPs e outros aplicativos.

De acordo com a empresa, o StreamLive mapeia os métodos de produção ideais e permite o acompanhamento dos trabalhos em tempo real. Tarefas regulares e demoradas podem ser automatizadas por meio da comunicação que o aplicativo faz com outros softwares, o que simplifica a produção e aumenta sua eficiência.

Com o StreamLive, é possível criar tickets personalizados e pastas de trabalho que acompanham o fluxo de trabalho e podem gerenciados por meio da interface do aplicativo.

O envio e o armazenamento de arquivos podem ser automatizados e as informações sobre a produção são facilmente visualizadas no painel do operador. O software também gera e-mails automaticamente para disparos específicos, como tickets de trabalho e notas de remessa.

O interessado deve fazer a assinatura do StreamLive, e ferramentas opcionais podem ser agregadas ao aplicativo de acordo com as necessidades financeiras e logísticas da empresa. Algumas das opções são o módulo de planejamento com calendários de produção, o gerador de documentos personalizados, o verificador automático de arquivos e o armazenamento adicional em nuvem.

Fonte: Caldera



swissQprint apresenta nova impressora UV Oryx LED

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/10/2017
Oryx LED possui mesa de impressão de 2,5m x 2m

Oryx LED possui mesa de impressão de 2,5m x 2m

A fabricante swissQprint anunciou no mercado internacional a Oryx LED, impressora UV que estará disponível a partir de novembro de 2017.

Com novos refinamentos mecânicos, a impressora pode imprimir mídias diversas a uma velocidade de até 65m2/h, em uma mesa 2,5m x 2m.

As impressoras swissQprint são adaptáveis e expansíveis. Cada máquina é construída de acordo com os requisitos do cliente e pode ter opcionais acrescentados posteriormente, como uma nova configuração de tinta (até nove canais de cores) ou uma nova configuração de sistema de alimentação de substratos (opção rolo a rolo, opção de mídias rígidas com até 4m de comprimento e até um robô de carregamento de materiais).

A empresa tem outros dois modelos de impressoras LED: a Impala tem as mesmas dimensões da Oryx, mas produz a 180m2/h. Já a Nyala roda a 206m2/h e tem mesa de 3,2m x 2m.

Segundo a empresa, a tecnologia LED amplia o alcance das aplicações, é altamente econômica e deixa uma pequena pegada ambiental. Portanto, a cura LED prevalecerá sobre as demais.

Maurus Zeller, gerente de produto da swissQprint, declarou: “Desde o lançamento da Impala LED e da Nyala LED, percebemos que a maioria dos clientes prefere a solução LED em vez das lâmpadas de vapor de mercúrio”.

Fonte: swissQprint