Promoção: impressora Roland VersaCAMM VSi com 10% de desconto e frete grátis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2014

Promoção é válida até o dia 28 de junho

Promoção é válida até o dia 28 de junho

A filial brasileira da Roland DG, fabricante de impressoras digitais, anunciou a promoção Copa do Mundo Roland DG, que garante 10% de desconto e frete grátis para quem comprar equipamentos VersaCAMM VSi até o dia 28 de junho.

Além de ter as condições acima, as empresas paulistas podem financiar as impressoras por meio da Desenvolve SP e do BNDES Finame PSI, com taxas de juros a partir de 0,37% a.m. e até 72 meses para pagar.

Para empresas de estados que não possuem incentivos governamentais, os equipamentos da Roland podem ser financiados pelos bancos Santander e Daycoval, por meio do Proger, leasing, CDC, entre outros.

Disponível nos modelos VS-640i, VS-540i e VS-300i, a linha VersaCAMM VSi, é a nova geração de impressoras com recorte integrado da Roland.

Fonte: Roland DG Brasil



Tipos de adesivos usados em vinil – parte 2

Por Eduardo Yamashita em 06/07/2015

Saiba a diferença entre adesivo permanente e adesivo removível

Saiba a diferença entre adesivo permanente e adesivo removível

A maioria dos filmes adesivos é projetada para durar médios e longos prazos quando expostos ao ar livre. Por essa razão, os adesivos são geralmente permanentes. Porém, em alguns casos, o adesivo removível é empregado. Trata-se de um composto de aderência baixa, projetado para ser removido com relativa facilidade (a facilidade é determinada pela resistência à força de puxar, que é medida em libras por polegada).

Confira a primeira parte deste artigo

Vamos comparar dois filmes autoadesivos com adesivo acrílico: um é removível e o outro, permanente. O removível oferece força adesiva de apenas 1,6lbs/pol2, enquanto o permanente proporciona 3,7lbs/pol2. Isto é, o adesivo acrílico permanente tem 131% mais força de atrito do que o removível. Essas medições são realizadas 24 horas após a aplicação (tipicamente testados em alumínio ou aço inoxidável, que são substratos ideais).

Quanto mais tempo um vinil com adesivo removível fica preso à superfície, mais forte se torna o vínculo. Às vezes, sua remoção pode ser tão difícil quanto a de um adesivo permanente. Em outras palavras, todos os adesivos removíveis podem se transformar em permanentes. Geralmente, depois de, em média, três anos, a diferença é insignificante.

Resíduos

Qualquer um que já teve de substituir uma imagem antiga sabe que a remoção do adesivo é apenas metade do trabalho. Depois de o filme ser puxado e rompido, o resíduo adesivo permanece sobre a superfície. É por isso que uma boa “removibilidade” significa a inexistência de resíduos de adesivo.

Fabricantes de vinis adesivos removíveis oferecem produtos capazes de serem removidos até dois anos depois da instalação, com menos de, aproximadamente, 20% de resíduo.

Adesivos de maior qualidade deixam menos resíduos depois de removidos

Adesivos de maior qualidade deixam menos resíduos depois de removidos

Aplicações

Vinis para recorte ou impressão digital com adesivos removíveis são geralmente usados para aplicações indoor temporárias (feiras e exposições), decoração de interiores, imagens de trânsito exteriores (abrigos de ônibus, sinais de ônibus e táxi) e, claro, envelopamento de veículos.

De modo geral, qualquer imagem a ser substituída em dois anos pode ser criada em um filme com adesivo removível. Para projetos que devem durar mais de três anos, recomenda-se o uso de vinil com adesivo permanente.

Adesivo reposicionável

À medida que novos usos são encontrados para filmes de recorte e impressão, novos termos para defini-los são elaborados. Há cinco anos, o termo “reposicionável” se referia à alta qualidade de adesivos permanentes. Nesse contexto, “reposicionável” significava que o filme era fácil de manusear em uma aplicação a seco. Esse adesivo permite a colocação e a reposição da imagem sobre a superfície, desde que não seja pressionado. Quando espatulado, a pressão ativa o adesivo. Ele “molha a superfície” e começa funcionar. Uma vez que se adesiva, é considerado permanente.

Atualmente, “reposicionável” significa ser capaz de mover todo o vinil autoadesivo depois de ele ter sido aplicado - algo que ninguém no ramo de sinalização pensava alguns anos atrás. “Vinis de parede” têm um adesivo de aderência muito baixa, permitindo que sejam facilmente levantados e movidos para outra superfície sem deixar resíduos e sem destruir a capacidade de movê-los e reaplicá-los de novo… e de novo… e de novo. Ou seja, é um grande progresso.

Atualmente, os adesivos reposicionáveis permitem que o vinil seja colado e destacado inúmeras vezes

Atualmente, os adesivos reposicionáveis permitem que o vinil seja colado e destacado inúmeras vezes

Um adesivo removível não é necessariamente reposicionável. Há materiais para serem adesivados em paredes e cuidadosamente removidos. Mas alguns não foram concebidos para ser removidos e reposicionados. É certo que parte da diferença é causada por especificações do filme de PVC.

As informações acima são um bom guia para que você faça a escolha adequada entre adesivos acrílicos ou de solventes e entre permanentes, removíveis ou reposicionáveis.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual



Agfa lança impressora industrial Jeti Tauro H3300 LED

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2018
Equipamento roda na velocidade máxima de 453m²/h

Equipamento roda na velocidade máxima de 453m²/h

Durante a Fespa 2018, a fabricante Agfa anunciou a Jeti Tauro H3300 LED, impressora UV maior, mais resistente e mais rápida que a antecessora Jeti Tauro H2500 LED, lançada há um ano.

Com sistema híbrido, a impressora estampa mídias com até 3,3m de largura, na velocidade máxima de 453m²/h. Além disso, a máquina permite diferentes graus de automação e emprega tintas com alta carga de pigmentos, que resistem a condições climáticas externas e extremas.

Segundo a empresa, a impressora oferece automação no carregamento de múltiplas placas de substratos, o que reduz o tempo ocioso. Isso porque a máquina vem com uma nova mesa de vácuo patenteada que mantém as mídias perfeitamente planas sob o carro de impressão, além de garantir o transporte preciso dos substratos. Na versão rolo a rolo, o equipamento é capaz de lidar com uma ou duas bobinas pesadas ao mesmo tempo.

Ainda de acordo com a empresa, o LED empregado na Jeti Tauro H3300 dura mais e gera luz consistente ao longo de sua vida útil, de cerca de 10.000 horas. Além disso, as tintas UV desenvolvidas pela Agfa combinam perfeitamente com a emissão espectral das lâmpadas LED. Isso garante cura instantânea, excelente aderência em diversas mídias rígidas, boa resistência a riscos e estabilidade de cor.

A Jeti Tauro H3300 LED foi apresentada num estande imersivo, que ofereceu experiências sensoriais interativas, por meio de realidade virtual, para apresentar soluções inkjet de “extrema produtividade e extrema qualidade” (novo mote da empresa anunciado na feira).

Fonte: Agfa