Premier Paper expande linha de mídias para impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/11/2014

Substratos são indicados para várias tecnologias de impressão de grande formato

Substratos são indicados para várias tecnologias de impressão de grande formato

A fornecedora europeia Premier Paper expandiu a linha Essential Wide Format, composta por mídias para impressão solvente, ecossolvente, UV, látex e à base d’água. Os substratos são indicados para diversas aplicações em sinalização e comunicação visual, como banners e peças de PDV.

Para impressão digital à base d’água, a fornecedora disponibiliza mídias com 11 acabamentos diferentes, com superfícies fosca, brilhante ou acetinada.

A linha para impressão solvente é composta por mídias com 25 acabamentos diferentes. Há inclusive vinis monoméricos e poliméricos vendidos exclusivamente pela Premier Paper. Além disso, a fornecedora comercializa filmes à base de solvente para laminação. Eles estão disponíveis em dois acabamentos (brilhante e cristal) e em diversos tamanhos.

Fonte: My Print Resource



Aslan anuncia vinil para decoração de vidros

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/11/2017
É possível escrever sobre o EtchedBoard Dryapply Aslan EBL 300

É possível escrever sobre o EtchedBoard Dryapply Aslan EBL 300

A Aslan, fabricante alemã de filmes autoadesivos, lançou no mercado internacional a EtchedBoard Dryapply Aslan EBL 300, película translúcida de PVC projetada para decorar vidros de escritórios, salas de reuniões, consultórios médicos e hospitais.

O filme, além de criar soluções decorativas, pode ser usado para fins de apresentação e comunicação. Isso porque ele conta com uma superfície especial sobre a qual pode-se escrever com marcadores. Posteriormente, a tinta pode ser apagada com um pano de microfibra seco, sem deixar sombras ou fantasmas.

Para garantir uma aplicação seca, rápida e sem bolhas, a película contém canais de ar muito finos pelos quais as bolhas podem ser retiradas. Além disso, o filme pode ser recortado com plotters.

Com 80μm de espessura, a película é indicada para aplicações de longo prazo e está disponível em rolos de 50m × 1,37m.

Fonte: Aslan



Mimaki e a Internet das Coisas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/09/2018
Solução foi desenvolvida com a empresa alemã Robominds GmbH

Solução foi desenvolvida com a empresa alemã Robominds GmbH

A Mimaki estará presente na Fakuma, feira internacional que ocorre entre os dias 16 e 20 de outubro, na Alemanha. Durante o evento, a fabricante promete apresentar soluções de impressão UV LED em plásticos. O destaque será um dispositivo automatizado criado em parceria entre a Mimaki e a empresa alemã Robominds GmbH. Trata-se de uma unidade da UJF-7151plus que emprega um braço robótico com a função de carregar e descarregar mídias, o que reduz os tempos de preparação e aumenta a eficiência do equipamento. A solução foi desenvolvida para operar em rede e conectada a um fluxo de trabalho industrial mais amplo, de acordo com os preceitos da Internet das Coisas.

Ao trabalhar com o conceito da Internet das Coisas, o objetivo da Mimaki é ajudar seus clientes a usar sistemas de impressão para produzir trabalhos sob demanda e personalizados. Para tanto, cria soluções que integram robôs e outros dispositivos. Entre eles, os comandos MDL e o Mimaki Job Controller.

Os MDL são usados para controlar as impressoras Mimaki por meio de sistemas e periféricos. Eles assumem o controle da máquina, iniciam a produção e ajustam a posicionar a altura da mesa de substrato. Além disso, fornecem informações sobre os níveis de tinta e relatam erros de impressão.

O Mimaki Job Controller é um software que se comunica com a impressora para transmitir dados de produção. Ele também pode iniciar a produção automaticamente e cria elos entre impressoras e robôs, sobretudo para a alimentação de mídias.

Uwe Niklas, gerente de marketing e vendas da Mimaki Alemanha, declarou: “Com base na Internet das Coisas, buscarmos criar soluções integradas de fluxo de trabalho para a indústria de plásticos. Estamos mostrando oportunidades de aplicação inovadoras que demonstram o potencial de nossos sistemas”.

Fonte: Mimaki