Pimenta Print imprime projeto para a Apple

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/09/2014

Materiais de campanha foram impressos com equipamentos da EFI

Materiais de campanha foram impressos com equipamentos da EFI

A Pimenta Print é a primeira gráfica brasileira a imprimir campanhas da Apple no país. Com peças produzidas em diversos substratos, o projeto foi realizado com dois equipamentos EFI, o VUTEk GS3200 e o VUTEk 3360. Os trabalhos estão em exposição em São Paulo, Guarulhos, no Distrito Federal e no Rio de Janeiro.

Juan Usas, proprietário da Pimenta Print, declarou: "Ficamos satisfeitos com a conquista. Estamos sempre em busca de novos desafios. A realização desse projeto indica que estamos no caminho certo".

A Pimenta Print tem 20 anos no segmento de comunicação visual e produz adesivos, banners, fachadas, tecidos e PDV. Além disso, desenvolve projetos especiais e disponibiliza serviços de instalação, marcenaria e serralheria própria.

Fonte: EFI



Inca lança dispositivo que aumenta velocidade de impressora digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/01/2013

"Accelerator" pode aumentar a velocidade em 20%

Após o lançamento dos modelos OnSet S20i e S40i, a Inca Digital anuncia a disponibilidade do ‘Accelerator’, que aumenta significativamente a produtividade dessas impressoras.

Desenvolvido e testado em parceria com a Fujifilm, o ‘Accelerator’ é um acessório opcional, que, uma vez implantado, aumenta a velocidade de produção da máquina, sem diminuir a qualidade de impressão.

Segundo a empresa, com o dispositivo, a Onset S40i pula de 470m2/h para 560m²/h; um aumento de 20%. Isso equivale a um adicional de 720 metros quadrados, que pode ser impresso no mesmo turno de oito horas, o equivalente a adicionar uma impressora de média velocidade à empresa.

O Accelerator foi testado pela Superior Creative Services, no Reino Unido, numa Inca S40i. "Temos alcançado 110 folhas por hora desde que começamos a testar o dispositivo. Tem sido uma ferramenta muito valiosa para nós em horários de pico. É como ter um ‘turbo’", diz Stewart Powell, diretor de produção da empresa.

O  diretor de marketing da Inca Digital, Heather Kendle, disse sobre o porquê do novo dispositivo: "Como parte de desenvolvimento contínuo de produtos, nossa equipe identificou uma forma de aumentar a impressão em todos os modelos da linha Onset".

Fonte: Inca. Texto: InfoSign



Kornit promete lançar impressora de camiseta de alta produtividade

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/10/2015
Fabricante apresentará a impressora Vulcan pela primeira vez na feira ITMA 2015

Fabricante apresentará a impressora Vulcan pela primeira vez na feira ITMA 2015

A Kornit, fabricante de equipamento para estamparia têxtil digital, estará presente na feira ITMA, que ocorre entre os dias 12 e 19 de novembro de 2015, em Milão, Itália. Durante o evento, a empresa pretende mostrar em primeira mão a Kornit Vulcan, impressora inkjet de camisetas e peças de roupa (direct-to-garment) capaz de rivalizar com sistemas serigráficos em termos de velocidade em produções de médias e altas tiragens.

Segundo a empresa, em comparação com outros sistemas da própria empresa, a Vulcan reduz custos por impressão em até 40%. Além disso, um número maior de empresas têxteis pode se beneficiar de vantagens como tempos de resposta reduzidos, recursos de personalização em massa e custos de instalação menores.

A Kornit Vulcan é capaz de produzir até 250 peças por hora (roupas escuras ou claras podem ser impressas com a mesma velocidade). De acordo com a empresa, isso significa mais que o dobro da taxa de transferência efetiva dos sistemas anteriores comercializados pela Kornit. Além disso, a nova impressora será capaz de reproduzir imagens com qualidade fotorrealista (seis cores e branco), por contar com 60 cabeças de impressão e um sistema de recirculação de tinta avançado.

O sistema pode trabalhar com peças de até 70cm x 100cm e emprega tintas NeoPigment, patenteadas pela empresa. São insumos à base d’água compatíveis com uma variedade de fibras naturais, sintéticas ou misturadas. Após a impressão, as peças são curadas com um secador de ar quente.

Oded Kraft, vice-presidente da Kornit, declarou: “A Vulcan expande significativamente o segmento de impressão digital direct-to-garment, por ser uma alternativa real à produção serigráfica de larga escala. A Kornit tomou a decisão de criar um sistema versátil capaz de executar pequenos, médios e grandes lotes a velocidades extremamente altas. Por oferecer baixo custo de impressão, é uma forma muito eficiente de produzir quantidades acima de 100 camisas personalizadas”.

A Kornit anunciou que colocará em funcionamento algumas versões de teste da máquina nos próximos meses, com o intuito de realizar ajustes finos na tecnologia. Em meados de 2016, a fabricante pretende começar a vender o produto para o mercado.

Fonte: Kornit