Perguntas e respostas sobre envelopamento de veículos

Por Eduardo Yamashita em 07/10/2015
Tire suas dúvidas: envelopamento de carros não precisa ser um bicho de sete cabeças

Tire suas dúvidas: envelopamento de carros não precisa ser um bicho de sete cabeças

Confira a seguir algumas das questões - e suas respostas - mais recorrentes sobre envelopamento de veículos, serviço que continua em alta nos mercados automotivo e de comunicação visual.

O que é envelopamento de veículos?

É um serviço em que uma imagem impressa em vinil autoadesivo é aplicada diretamente sobre a tinta original do veículo. A aplicação permite alterar a aparência de veículos por determinado tempo. O vinil pode ser retirado a qualquer momento, tornando possível que o veículo volte à sua condição original.

O que está envolvido no envelopamento de veículos?

O envelopamento é composto por três fases. A primeira é a etapa de projeto, que inclui a obtenção das medições precisas do veículo e criação das imagens a serem aplicadas. Na segunda fase, ocorre a produção da imagem, que é impressa e laminada (para proteger a imagem de abrasões e raios UV). A terceira etapa é a aplicação do vinil sobre o veículo. Em alguns casos, pode haver a quarta fase, na qual é necessário remover os vinis autoadesivos.

Qual é a diferença entre envelopamento parcial e total?

Envelopamento parcial é qualquer aplicação em que não se realiza o envelopamento completo, como, por exemplo, a adesivação apenas da traseira do carro. Já o envelopamento completo inclui toda a superfície do veículo.

Quanto tempo o envelopamento durará?

Dependerá da característica do vinil autoadesivo utilizado no envelopamento. Por isso, a aplicação pode durar de uma semana a 10 anos.

No envelopamento completo, toda a superfície do carro é coberta com vinis

O envelopamento danificará a pintura do veículo?

Não. Vinis autoadesivos não aderem à ferrugem. Se o veículo tem lascas na pintura, o vinil pode puxar a tinta no momento da remoção da película.

É necessária a limpeza do veículo antes do envelopamento?

Sim. Todos os veículos têm de estar livres de poeira, lama, cera, óleo e outros agentes que podem impedir a aderência dos vinis à superfície do veículo durante a instalação.

Quanto tempo é necessário para o envelopamento?

Em geral, um veículo pode ser envelopado em um dia, considerando a mão de obra de dois instaladores experientes fazendo um envelopamento total.

A imagem pode ser corrigida se houver danos em alguma parte do veículo?

Sim. Partes danificadas do envelopamento podem ser substituídas após o reparo do veículo. Caso o dano se limite a certas áreas do veículo, não será preciso refazer todo o envelopamento. Porém, cuidado com as imagens desgastadas e desbotadas.

Como é possível justificar o custo de um envelopamento de veículo?

O envelopamento do veículo como sinalização é um método muito rentável de publicidade. Muitas vezes, o custo por impressão dos veículos envelopados é menor do que outras formas de publicidade, como outdoors, televisão, rádio e páginas amarelas.

O envelopamento é uma ótima forma de comunicação visual publicitária

Pode-se remover o filme usado no envelopamento?

Sim. Essa é uma das vantagens dos envelopamentos com vinis autoadesivos.

É normal surgirem bolhas e rugas na imagem após o envelopamento?

Sim. Há muitas técnicas que reduzem as imperfeições de um envelopamento, mas mesmo os melhores instaladores (aplicadores) não conseguem eliminar todas as rugas em superfícies côncavas ou severamente arredondadas. Normalmente em superfícies planas isso não ocorre.

Qual é a garantia do envelopamento?

Depende da empresa que está prestando o serviço. Normalmente, ela se baseia nas garantias e durabilidades fornecidas pelos fabricantes de vinis autoadesivos. Porém, deve ser considerada, também, a garantia da tinta utilizada para imprimir a imagem.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



Comunicação visual da Samsung reproduziu imagem de Deus

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2012

Comunicação visual de grande formato reproduziu a famosa obra do pintor Michelangelo

Foi em Auckland, Nova Zelândia. O birô Osmand Signs, que desde 1954 trabalha com comunicação visual e envelopamento de carros, recebeu um pedido inusitado da Samsung. A fabricante de aparelhos eletrônicos solicitou a reprodução (no formato: 6 x 13,5m) da famosa obra "Criação de Adão", pintada por Michelangelo, para que fosse instalada no centro comercial da cidade — uma espécie de adesivo de parede tamanho família.

Não obstante a dificuldade em reproduzir a obra de arte, a Samsung impôs mais um desafio ao birô: dar a impressão de que a imagem havia sido pintada diretamente no muro (de tijolos). Pois a Osmand conseguiu o feito.

A imagem foi reproduzida com uma impressora HP látex. O vinil utilizado foi o Arlon 6000XRP, com laminação fosca. O acabamento da peça levou tinta acrílica lavável.

Uma das dificuldades do serviço foi reproduzir a imagem de tal maneira que ela parecesse ter sido pintada diretamente na parede de tijolos

Michelangelo levou quarto anos para concluir a obra-prima, pintada na Capela Sistina. A Osmand, no entanto, imprimiu a "Criação de Adão" em apenas oito horas. A instalação ocorreu no dia seguinte ao da reprodução da imagem. "Poderíamos ter impresso e instalada no mesmo dia, mas não sabíamos ao certo quanto tempo levaria para estampar todos os adesivos", disse Keith Ellis, um dos diretores da empresa, que acompanhou de perto o trabalho.

A comunicação visual foi tão bem-sucedida que o dono do prédio achou melhor manter a adesivação, mesmo depois do término da campanha. Isso porque a "reprodução de Deus" enalteceu e valorizou o edifício, que fica localizado numa região bastante movimentada da cidade.

Fonte:  HP. Texto: InfoSign



Bordeaux Digital lança bulk ink para Epson Stylus Pro GS6000

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/03/2013

A Bordeaux Digital, fabricante de tintas digitais, anunciou no mercado internacional o lançamento de uma solução bulk ink para a impressora Epson Stylus Pro GS6000.

A solução inclui bolsas de tinta ecossolvente Bordeaux Mix & Match e um sistema de chips que substitui os dispositivos originais (da Epson).

Bulk ink da Bordeaux para Epson Stylus Pro GS6000

Bulk ink da Bordeaux para Epson Stylus Pro GS6000

As bolsas têm 1000ml de insumo, e são vendidas em duas combinações de cores: CMYK duplo ou CMYK, Lc, Lm, laranja e verde.

O bulk ink permite o monitoramento do nível de tinta e também alerta o usuário para as substituições das bolsas do insumo.

Segundo a fornecedora, as tintas são compatíveis com uma variedade grande de substratos. Além disso, a tinta amarela é isenta de níquel.

Fonte: Bordeaux Digital. Texto: InfoSign