Oki lança impressora ecossolvente ColorPainter E-64s

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/10/2016
ColorPainter E-64s tem diversas tecnologias exclusivas

ColorPainter E-64s tem diversas tecnologias exclusivas

A fabricante Oki Data Infotech anunciou no mercado internacional a nova ColorPainterT E-64s, impressora ecossolvente de 1,6m de largura equipada com tinta original de baixo odor e indicada para birôs que produzem baixos e médios volumes.

Com conjunto de seis cores (CMYK, light cyan e light magenta), a impressora pode trabalhar na resolução máxima de 1.080dpi ou velocidade máxima de 23m2/h.

A Oki frisa que a ColorPainter E-64s inclui diversas tecnologias que melhoram o desempenho da impressora, como ajustes automáticos realizados por meio de sensores ópticos que corrigem o posicionamento da mídia na máquina.

Outras tecnologias agregadas são a Smart Pass Technology 4 (que ajuda a executar impressões estáveis e de alta qualidade), a Dynamic Dot Printing Technology (controla o tamanho dos pontos impressos) e a and Smart Nozzle Mapping 3 (automatiza o processo de compensação de nozzles).

A ColorPainter E-64s, além de incluir o software ONYX RIPCenter, vem com a tecnologia SSS, que detecta o contato entre as cabeças de impressão e os substratos. Quando isso acontece, a impressora pausa no trabalho, realiza as correções e, em seguida, retoma o trabalho sem cancelá-lo.

Além de um ionizador que neutraliza eletricidade estática, a impressora emprega um sistema que traz o ar da parte traseira da máquina para ventilá-lo na frontal, o que ajuda a secar mais rapidamente a tinta impressa.

Veja a impressora em funcionamento:

Fonte: Oki



Fujifilm apresenta novo modelo de impressora UV plana

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/08/2017
De entrada, Acuity 15 imprime em substratos rígidos e flexíveis

De entrada, Acuity 15 imprime em substratos rígidos e flexíveis

A fabricante Fujifilm anunciou no mercado internacional a Acuity 15, impressora UV plana de entrada. Mais em conta que os modelos das séries Acuity Select 20 e 30, a máquina trabalha na velocidade de até 23m2/h e possui plataforma robusta para estampar mídias flexíveis e rígidas com até 5cm de espessura.

Segundo a empresa, o sistema de vácuo da impressora reduz a necessidade de mascarar, o que facilita o carregamento dos substratos. Além disso, a máquina opera com as tintas originais Uvijet KN e Uvijet KV (termo-moldável), em conjunto de cores CMYK e branco.

A Acuity 15 é indicada para empresas de comunicação visual com produções menores. No entanto, empresas maiores também podem aproveitar a impressora para oferecer provas e amostrar, o que libera capacidade produtiva de seus equipamentos maiores.

Tudor Morgan, gerente de sinalização da Fujifilm Graphic Systems Europe, declarou: “A Acuity 15 é capaz de produzir na mesma qualidade de imagem das outras impressoras da série Acuity, seja ema um trabalho de impressão completo, uma prova ou mesmo na produção de objetos termo-moldados. Ela oferece impressões deslumbrantes, em mídias rígidas e flexíveis”.

Fonte: Fujifilm



Xitron desenvolve solução para componentes eletrônicos GIS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

A Xitron, fabricante de soluções de pré-impressão, anunciou a conclusão de um projeto de suporte a impressoras a jato de tinta que empregam eletrônica da GIS (Global Inkjet Systems). Trata-se de um front end que inclui as propriedades Navigator Workflow Server e o RIP Navigator, baseado na plataforma Harlequin Host Renderer.

A solução foi instalada e testada em uma impressora com cabeças Kyocera. De acordo com a empresa, tudo funcionou de acordo com as especificações, e a impressora rodou na velocidade máxima.

A conclusão bem-sucedida do projeto significa que a solução aciona impressoras com componentes eletrônicos GIS e cabeças Fuji Dimatix, Ricoh, Kyocera, Toshiba, Xaar ou Konica Minolta. Essa integração oferece aos fabricantes de impressoras inkjet um sistema estável de fluxo de trabalho e RIP.

Eric Nelsen, vice-presidente da Xitron, declarou: “O suporte para sistemas baseados em GIS é essencial devido à variedade de cabeças inkjet impulsionadas por seus componentes eletrônicos”.

Fonte: Xitron