O que você precisa saber para comprar uma impressora de grande formato

Por Evelin Wanke em 08/11/2013

Está pensando em adquirir uma impressora digital de grande formato? Pois saiba que essa é uma decisão que tem várias implicações técnicas e financeiras. A seguir, conheça algumas delas, que certamente serão de grande valia antes, durante e depois de você ter comprado um equipamento inkjet.

Cliente

Qual é o perfil dos clientes que você deseja atingir? Responder a essa questão é fundamental para definir a categoria da impressora a ser escolhida, considerando as características de produtividade e de qualidade de impressão.

Custos

Leve em consideração o preço do equipamento e dos consumíveis (tinta, cabeça e insumos). Porém, tome o cuidado de também analisar o custo total de impressão. Geralmente, os interessados em impressoras fazem apenas o levantamento do custo da tinta ou do metro quadrado da mídia impressa.

Importante: considere o custo total de impressão

Importante: considere o custo total de impressão

Consumo real de tinta por metro quadrado

Antes de adquirir a impressora, visite o showroom do fornecedor e meça o consumo de tinta – usando o software do equipamento. A diferença de consumo entre diferentes equipamentos é facilmente notada. Além disso, verifique o tipo de cabeça de impessão usada na máquina. Existem tecnologias mais avançadas que otimizam o formato e o volume (picolitro) das gotas disparadas, também definem o local certo no qual elas serão posicionadas.

Cabeça de impressão

É necessário trocar as cabeças de impressão periodicamente, e dois fatores influenciam sua durabilidade: tecnologia e tipo de tinta. Para saber o custo delas para que você acrescente ao custo de impressão, pergunte ao fornecedor o preço de uma cabeça nova e quantos metros ela é capaz de imprimir. Divida um valor pelo outro e multiplique o resultado pelo número de cabeças do equipamento.

Consumo de energia

Veja quanto o equipamento consome em operação e em modo stand-by. Existem impressoras que consomem 650W, ao passo que há máquinas que gastam sete vezes mais. Analise também a manutenção de seu equipamento. Ele precisa ficar ligado nos momentos de descanso (finais de semana, feriados, férias)? Lembre-se de que nesse modo, a impressora consome energia.

Itens opcionais

Não se deixe enganar pelo preço de uma proposta. Questione se estão inclusos itens como instalação, nobreak e rebobinador. Muitos fornecedores costumam apresentar orçamentos básicos para chamar a atenção dos clientes, que depois descobrem que precisam comprar uma série de itens opcionais para ter uma impressora completa.

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Sistema de tintas

Se considerar as tintas à base de solvente livres de metais pesados, é possível eliminar o investimento em sistemas de exaustão. Porém, tome cuidado com o termo "eco", que pode significar "econômico", em vez de "ecológico".

Suporte técnico

Avalie o suporte técnico do fornecedor no Brasil. É importante pesquisar a qualidade e a localização dos centros técnicos. Compre produtos com garantia. Muitas empresas tiveram experiências negativas com equipamentos importados, porque não analisaram o posterior fornecimento de peças.

Dica: procure um empresário que já use o equipamento que você quer comprar e pergunte-lhe sobre o atendimento pós-venda do fabricante.

Muitas vezes, vale a pena gastar um pouco mais no equipamento com mais tecnologia, pois o investimento pode ser recuperado em pouco tempo. Além disso, a economia do processo pode ajudar a aumentar a rentabilidade e possibilitar futuros investimentos em outras máquinas.

Evelin Wanke é especialista de produtos Epson para a linha de Grandes Formatos.  



Kornit lança solução digital para carrosséis serigráficos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/01/2015

Acoplada em impressoras carrosséis serigráficas, a Paradigm II é uma estação adicional de impressão digital direta em tecidos

Acoplada em impressoras carrosséis serigráficas, a Paradigm II é uma estação adicional de impressão digital direta em tecidos

A Kornit, fabricante de soluções para estamparia têxtil, anunciou o lançamento no mercado internacional da Paradigm II, estação de impressão digital para ser acoplada a carrosséis serigráficos. Trata-se de um dispositivo direct to garment que integra-se à linha de produção de camisetas e tecidos.

Segundo a fabricante, com o equipamento, as empresas tradicionais de serigrafia poderão unir as vantagens do processo analógico aos benefícios da impressão digital, como a reprodução de imagens fotorrealistas, tons de pele e gradações suaves, além de haver a possibilidade de personalização de estampas.

Fácil de manipular, o dispositivo vem com sistema de bulk ink e sistema integrado de umidade, além de empregar tintas originais NeoPigment, desenvolvidas para imprimir também em tecidos escuros.

Guy Zimmerman, vice-presidente da Kornit, declarou: "Começamos 2015 inspirando empresas a usar o complemento digital na linha de produção serigráfica. Isso aumenta as oportunidades de negócios, sobretudo para quem quer aproveitar a crescente demanda por pequenas tiragens".

Especificações técnicas:

  • Área de impressão: 39,5cm x 49,5cm;
  • Cabeças de impressão: Spectra Polaris (8 cabeças e 4 cores, com 256 nozzles);
  • Dimensões: 300cm x 190cm x 160cm;
  • Método de impressão digital: garment;
  • Peso aproximado: 2200kg;
  • Resolução de imagem: 600dpi;
  • Saída: acima de 200 por hora;
  • Sistema operacional: Windows XP e Windows 7;
  • Substratos têxteis: algodão, mistura de algodão e poliéster, lycra, viscose, seda, couro, jeans, entre outros;
  • Tipo de tinta: NeoPigment (à base d’água).

Fonte: Kornit



Avery Dennison passa a vender a linha Supreme Wrapping no Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/02/2013

A Avery Dennison, fabricante de vinis adesivos, lança no mercado brasileiro a linha Supreme Wrapping, composta de películas para envelopamento de carros.

Os filmes possuem duas camadas de filme cast: uma colorida e outra de proteção transparente. Ambas oferecem resistência e aparência de pintura e alto brilho.

Como explica Isabela M. Galli, diretora regional marketing do Grupo de Materiais da Avery Dennison da América do Sul: "O produto garante uma excelente conformabilidade, facilidade de aplicação e ótima aderência às curvas mais complexas".

Linha Supreme Wrapping é composto por 46 tipos de vinis

Linha Supreme Wrapping é composto por 46 tipos de vinis

De acordo com a fabricante, as películas usam a tecnologia Easy Apply™ RS, que possibilita economia de tempo na instalação, pois os filmes deslizam facilmente sobre as superfícies, podendo ser reposicionados. Além disso, a tecnologia permite que as bolhas sejam removidas sem dificuldades.

Os filmes Supreme Wrapping são oferecidos na largura 1,52m, o que permite aplicações sem emendas em áreas maiores do carro como capôs e laterais. A linha é oferecida em 46 cores, incluindo opções com efeitos metálicos, foscos e brilhantes.

Fonte: Avery Dennison