O que você deve saber sobre conteúdo para sinalização digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/11/2014

É fundamental responder a três perguntas básicas na hora de criar conteúdo a ser veiculado por sinalização digital

É fundamental responder a três perguntas básicas na hora de criar conteúdo a ser veiculado por sinalização digital

Especialista em sinalização digital, Frank Kenna dá dicas fundamentais para quem cria conteúdos a serem veiculados em displays de digital signage. Abaixo estão três questões básicas para ajudá-lo a avaliar a qualidade do conteúdo:

1. Qual é a relevância do conteúdo para os objetivos que você quer atingir?

Muitos administradores de sinalização digital usam conteúdos gratuitos ou de baixo custo disponíveis na internet. Isso pode parecer bom, mas será que realmente vai ajudar a atingir seus objetivos? Não. O que ele faz é ajudar a impulsionar o número de leitores (ver questão 3), mas isso é apenas um dos ingredientes de uma sinalização digital eficaz. Seus objetivos devem direcionar o conteúdo.

2. Você cria e veicula facilmente os conteúdos?

Depois de identificar os seus objetivos, você tem de saber quem vai desenvolver o conteúdo. Alguém precisa criar um material fresco e relevante regularmente. Os administradores precisam de um software que seja fácil de operar e que veicule conteúdos rapidamente.

3. Será que as pessoas estão lendo o conteúdo?

Se não lerem, investigue as razões para isso estar acontecendo. Você precisa escolher um dado importante e se concentrar nele. Se o seu público-alvo for composto por trabalhadores do chão de fábrica, mostre-lhes métricas de produção e outros materiais relevantes. E separe pelo menos 25% do seu conteúdo para coisas que não tenham a ver com o negócio, como notícias, esportes e previsão do tempo.

Responder às três questões acima poderá levá-lo a encontrar um bom caminho para um sistema de sinalização digital eficaz e que realmente funcione.

Fonte: Digital Signage Today



Alphaprint lança no Brasil impressora 3D Massivit 1800

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/08/2016
Massivit 3D 1800 pode trabalhar na velocidade de até 35cm/h

Massivit 3D 1800 pode trabalhar na velocidade de até 35cm/h

A Alphaprint, fornecedora de equipamentos para comunicação visual, passou a distribuir no mercado brasileiro a Massivit 1800, impressora 3D de grande formato que executa trabalhos com objetos de até 180cm (altura) × 150cm (largura) × 130cm (profundidade).

Capaz de imprimir na velocidade de até 35cm/h, o equipamento conta com tecnologias patenteadas como a GDP (Gel Dispensing Printing), na qual a matéria-prima em estado gelatinoso (Dimengel) se solidifica ao entrar em contato com emissões UV. Além disso, a máquina pode vir com uma ou duas cabeças de impressão, o que possibilita imprimir dois objetos simultaneamente.

De acordo com a empresa, atualmente, para se produzir peças similares, é necessário lançar maõ de diversos processos, muitos deles manuais. No entanto, com a Massivit, é possível eliminar algumas dessas etapas reduzindo custos e prazos.

Hadriano Domingues, diretor de planejamento e marketing da Alphaprint, declarou: “Essa impressora revolucionará os mercados promocional, de PDV e de cenografia. Com esse equipamento, nossos clientes poderão oferecer uma alternativa realmente criativa para esses mercados extremamente competitivos, produzindo com rapidez e qualidade peças para entretenimento e promoção de alto nível”.

A Massivit, que fabrica a Massivit 3D1800, é uma startup israelense fundada em 2013.

Fonte: Alphaprint



Mimaki cria plug-in Finecut para Illustrator CS6

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/12/2012

Mimaki FineCut plug in para Illustrator

O FineCut, software para as plotters de recorte da Mimaki, agora é compatível também com a versão CS6 do Adobe Illustrator. A extensão pode ser obtida por meio do download gratuito no site da fabricante japonesa de máquinas e programas.

O FineCut da Mimaki, que chegou recentemente à versão 8.0.4, pode rodar em PC e Mac, e facilita o dia a dia de signmakers que necessitam de ferramentas de corte em trabalhos de design e impressão. Agora, por meio do plug-in, o mais famoso aplicativo de ilustração pode ser perfeitamente integrado ao software.

Fonte: Mimaki. Texto: InfoSign