Novo modelo de dispositivo recuperador de cabeças inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/08/2017
PHD14 é vendido pela Digital Sign Technologies

PHD14 é vendido pela Digital Sign Technologies

A Digital Sign Technologies, fabricante de dispositivos de tecnologias inkjet, lançou a versão 14 da Print Head Doctor (PHD14), máquina de limpeza de cabeças de impressão. O modelo vem com todas as bombas de alto desempenho da KNF Neuberger, que promovem fluxo e pressão mais elevados.

O PHD14 pode recuperar várias cabeças de impressão de uma só vez. Pode, por exemplo, limpar em um único processo duas Kyocera KJ4 ou seis Dimatix S. Além disso, realiza descarga reversa e controla pressão e temperatura do fluido, em uma filtração em duas etapas e seis filtros.

A empresa fornece adaptadores para a maioria dos tipos de cabeças e oferece uma variedade de químicos à base de solvente ou água.

Fonte: Digital Sign Technologies



Neschen expande linha de mídias Filmolux

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/10/2014

Películas foram desenvolvidas para aplicação em vidros

Películas foram desenvolvidas para aplicação em vidros

A Neschen, fabricante europeia de substratos para comunicação visual, lançou o Filmolux Glass Deco, filme de PVC translúcido, com 80μm de espessura e acabamento jateado.

Empregada na decoração de vidros, a película apresenta pigmentação metálica, reduz o espelhamento e tem aparência leitosa e livre de estrias. Além disso, oferece proteção UV e alta durabilidade (10 anos para instalações interiores e 7 anos para aplicações exteriores).

Segundo a empresa, a mídia é de fácil manuseio, não forma bolhas de ar e pode ser removida sem deixar resíduos.

O adesivo do filme reage imediatamente depois de instalado e não tem de secar para aderir. Na remoção, a película é retirada sem rasgar.

Fonte: Neschen



Ricoh lança impressora látex de grande formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/01/2014

Ricoh Pro L4100: nova látex do mercado de grandes formatos

Ricoh Pro L4100: nova látex do mercado de grandes formatos

A Ricoh, fabricante de equipamentos para impressão, acaba de anunciar no mercado internacional o lançamento da Ricoh Pro L4100, impressora látex de grande formato com sistema rolo a rolo. Disponível em dois formatos (de 1,3m e 1,6m de largura), a máquina emprega a paleta de cores CMKY e vem com as tintas laranja, verde e branca (que ampliam a gama de cores reproduzíveis).

Tinta

A tinta original da máquina é uma solução à base d’água que gera poucos compostos orgânicos voláteis. Além de inodora, a tinta cura à temperatua de 60°C, o que possibilita a impressão de mídias mais sensíveis ao calor. Segundo a fabricante, as tintas Ricoh oferecem durabilidade indoor de um a dois anos.

Além disso, a impressora conta com um sistema de fornecimento ininterrupto de tinta, que substitui automaticamente um cartucho vazio por outro novo e cheio de tinta.

Mídias

A Ricoh Pro L4100 imprime em substratos de PVC, lonas, ​​papéis sintéticos, papéis revestidos, papéis não revestidos, filmes, tecidos, entre outros materiais. A fabricante afirma estar ampliando a gama de substratos compatíveis por meio de um programa de certificação de mídias, realizado em parceria com a Color Concepts, empresa de normas e certificação de materiais.

Cabeças de impressão

Usando as mais recentes cabeças piezoelétricas da Ricoh, a Pro L4100 consegue imprimir com pontos variáveis, disparando gotas de tinta com volume de 4 picolitros, o que pode gerar gradações de cores mais suaves e detalhes finos, incluindo linhas e fontes pequenas.

RIP

A Ricoh Pro L4100 vem com o RIP Colorgate com padrões configuráveis, para personalização do menu de ferramentas do aplicativo, tornando-o mais intuitivo e fácil de operar.

Características técnicas

  • 7 cores: CMYK, branca, laranja e verde;
  • Última geração de cabeças de impressão Ricoh, que disparam gotas de tinta com volume de 4 picolitros;
  • Tinta látex à base d’água;
  • Velocidade de impressão: 8,2m2/h;
  • Secagem rápida da tinta;
  • Duas larguras de impressão: 1,3m e 1,6m;
  • Menor consumo de energia;
  • Temperaturas de cura mais baixas, o que reduz o consumo de energia e possibilita a impressão de materiais mais sensíveis ao calor;
  • RIP Colorgate.

Fonte: Ricoh Europa