Museu londrino usa sinalização digital em mostra

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2012

As mídias de sinalização digital já fazem parte do nosso cotidiano, não apenas em cafés e restaurantes, mas em locais como museus e galerias. Prova disso é uma recente mostra realizada no Victoria and Albert Museum, de Londres (Inglaterra).

Para a exibição "British Glamour Since 1950", o museu fez uma instalação inusitada: contou com projetores Projectiondesign F32 para apresentar imagens na parte superior das quatro alcovas do ambiente (construído na segunda metade do século XIX, o edifício conta com formas abaloadas em seu interior).

O sistema desenvolvido pela Sysco em parceria com a Electrosonic usou o software Watchout (da Dataton), para ajustar as imagens projetadas.

"As alcovas do museu têm curvaturas que produzem uma superfície de projeção incomum, por causa disso foi preciso deformar as imagens projetadas, para que elas casassem perfeitamente com o ambiente".

Para Fredrik Svahnberg, diretor da de marketing da Dataton, essa foi uma boa oportunidade para mostrar o quanto a sinalização digital pode enaltecer um local público: "Estão usando a nossa tecnologia como um meio de explorar a beleza da arquitetura", concluiu.

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Fonte: ScreenMedia. Texto: InfoSign



Epson aumenta produção de equipamentos com cabeças PrecisionCore

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/08/2014

A Epson, fabricante japonesa de impressoras digitais, anunciou que aumentará a produção das cabeças de impressão PrecisionCore, empregadas atualmente em equipamentos inkjet industriais e de escritório.

Segundo a empresa, serão investidos aproximadamente 10 bilhões de ienes entre abril de 2014 e março de 2015 na linha de produção sediada no Japão.

PrecisionCore começou a ser produzida em junhode 2013 no Japão

PrecisionCore começou a ser produzida em junho de 2013 no Japão

A PrecisionCore tem controles individuais para cada nozzle, que pode disparar com precisão 50 mil gotas de tinta por segundo. Esse nível de desempenho só é possível em função da fabricação robotizada. Além disso, a empresa domina uma tecnologia inkjet refinada há mais de duas décadas e processos de microfabricação com precisão de milésimo de milímetro.

Ao produzir as cabeças PrecisionCore inteiramente no Japão, a Epson pretende acumular experiência para desenvolver a próxima geração da tecnologia, construir uma base sólida de produção e aumentar a vantagem competitiva da empresa.

A Epson promoverá o uso das novas cabeças em outras plataformas, de modo a aumentar ainda mais a competitividade e o crescimento do negócio da unidade inkjet.

Fonte: My Print Resource



Mimaki anunciou nova impressora UV de mesa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/05/2017
UJF-3042MkII EX foi desenvolvida para oferecer maior produtividade

UJF-3042MkII EX foi desenvolvida para oferecer maior produtividade

A fabricante Mimaki anunciou o lançamento do UJF-3042MkII EX, equipamento UV de mesa com área de impressão de 300mm × 420mm. A máquina, que trabalha com substratos com até 5kg e 153mm de espessura, é capaz de, numa única operação, aplicar o primer de adesão (PR-200), a tinta branca, as tintas CMYK e o verniz. Esse procedimento só é possível porque a impressora emprega quatro cabeças e conta com oito garrafas de tinta.

O primer pode ser usado em substratos de resina, vidro e materiais metálicos. Já a tinta branca apresenta alta opacidade e permite uma expressão viva de cores, sobretudo em mídias escuras e transparentes. Dois frascos de tinta branca podem ser conectados à impressora para obter uma camada de tinta branca de alta densidade.

O verniz cria efeitos brilhantes ou foscos e pode adicionar acabamento e profundidade às impressões. Ele pode ser aplicado em várias camadas para produzir relevos ou texturas da biblioteca que faz parte do RasterLink6 RIP, software que oferece 129 diferentes opções de texturas.

Além das características da linha UJF-3042MkII, o modelo EX inclui uma lâmpada indicadora de status, uma mesa de vácuo (para fixar os substratos) e um interruptor de emergência (para interrupção imediata das operações da máquina). O equipamento também detecta e limpa automaticamente os nozzles entupidos.

Fonte: Mimaki