Museu londrino usa sinalização digital em mostra

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2012

As mídias de sinalização digital já fazem parte do nosso cotidiano, não apenas em cafés e restaurantes, mas em locais como museus e galerias. Prova disso é uma recente mostra realizada no Victoria and Albert Museum, de Londres (Inglaterra).

Para a exibição "British Glamour Since 1950", o museu fez uma instalação inusitada: contou com projetores Projectiondesign F32 para apresentar imagens na parte superior das quatro alcovas do ambiente (construído na segunda metade do século XIX, o edifício conta com formas abaloadas em seu interior).

O sistema desenvolvido pela Sysco em parceria com a Electrosonic usou o software Watchout (da Dataton), para ajustar as imagens projetadas.

"As alcovas do museu têm curvaturas que produzem uma superfície de projeção incomum, por causa disso foi preciso deformar as imagens projetadas, para que elas casassem perfeitamente com o ambiente".

Para Fredrik Svahnberg, diretor da de marketing da Dataton, essa foi uma boa oportunidade para mostrar o quanto a sinalização digital pode enaltecer um local público: "Estão usando a nossa tecnologia como um meio de explorar a beleza da arquitetura", concluiu.

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Fonte: ScreenMedia. Texto: InfoSign



Lexno lança máquina de vacuum forming

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/02/2015

Equipamento VF-0806 possui garantia de um ano

Equipamento VF-0806 possui garantia de um ano

A Lexno, fabricante nacional de equipamentos para corte e acabamento, apresentou a nova VF-0806, máquina desktop de vacuum forming (termoformagem) indicada para produção de aplicações de sinalização e comunicação visual.

O equipamento produz grandes ou pequenas quantidades de letra-caixa, logo, embalagem, blister, berço, estojo EVA, peça de plástico, peça técnica, bandeja, display, entre outros trabalhos.

As peças são moldadas em cores, texturas e materiais variados, como acrílico, poliestireno (OS e PSAI), polietileno de alta densidade (PEAD), polipropileno (PP), PVC, ABS, PTEG, PET, entre outros substratos.

Prescindindo de compressor, a VF-0806 foi projetada para facilitar o trabalho em locais silenciosos e com espaço reduzido.

Características técnicas:

  • Área de moldagem: 800mm x 600mm;
  • Altura de moldagem: 250mm;
  • Potência do forno: 3500W (3,5kW);
  • Operação: manual;
  • Número de zonas de aquecimento: 1;
  • Painel digital: temporizador e controlador de temperatura;
  • Bomba de vácuo: palheta a óleo com reservatório (pulmão);
  • Alimentação: 220V (monofásico);
  • Consumo total: 4500W (4,5kW).

Fonte: Lexno



Komori e Konica Minolta lançam impressora inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/09/2013

A Konica Minolta e a Komori, fabricantes de impressoras digitais e offset, respectivamente, anunciam a KM-1/IS29, impressora inkjet UV que será exposta na Print 13, feira que ocorre de 08 a 12 de setembro, em Chicago, nos EUA.

De acordo com as empresas, a máquina trabalha com substratos de até 58 x 73cm e velocidades de 3.300 folhas por hora (impressão frente) ou 1.650 folhas por hora (frente e verso). Também produz em qualidade de imagem de 1200 x 1200dpi.

Print 13 vai ser palco onde a impressora KM-1IS29 vai estrear

Print 13 vai ser palco onde a impressora KM-1IS29 vai estrear

As cabeças, processos e tintas (UV) são tecnologias egressas da Konica Minolta. A tinta foi desenvolvida para impressão em papéis revestidos ou não revestidos, incluindo offset.

Para dar suporte à plataforma da impressora, a Komori projetou o sistema de transporte de folha e um novo mecanismo de reversão folha, para permitir a impressão das duas faces do substrato.

"Estamos muito animados para apresentar a KM-1/IS29 ao mercado dos EUA, durante a Print 13. A máquina é realmente uma fusão das tecnologias offset e digital. Vai ser um divisor de águas no mercado de impressão", declarou Miyao Kosh, presidente da Komori America.

Fonte: Komori