Museu londrino usa sinalização digital em mostra

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2012

As mídias de sinalização digital já fazem parte do nosso cotidiano, não apenas em cafés e restaurantes, mas em locais como museus e galerias. Prova disso é uma recente mostra realizada no Victoria and Albert Museum, de Londres (Inglaterra).

Para a exibição "British Glamour Since 1950", o museu fez uma instalação inusitada: contou com projetores Projectiondesign F32 para apresentar imagens na parte superior das quatro alcovas do ambiente (construído na segunda metade do século XIX, o edifício conta com formas abaloadas em seu interior).

O sistema desenvolvido pela Sysco em parceria com a Electrosonic usou o software Watchout (da Dataton), para ajustar as imagens projetadas.

"As alcovas do museu têm curvaturas que produzem uma superfície de projeção incomum, por causa disso foi preciso deformar as imagens projetadas, para que elas casassem perfeitamente com o ambiente".

Para Fredrik Svahnberg, diretor da de marketing da Dataton, essa foi uma boa oportunidade para mostrar o quanto a sinalização digital pode enaltecer um local público: "Estão usando a nossa tecnologia como um meio de explorar a beleza da arquitetura", concluiu.

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Uma das dificuldades da instalação foi projetar imagens nas superfícies curvas dos ambientes internos do museu

Fonte: ScreenMedia. Texto: InfoSign



HP lança papel de parede sem PVC

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/01/2017
Mídia faz parte do portfólio HP Wallcovering Suite

Mídia faz parte do portfólio HP Wallcovering Suite

A HP, fornecedora de impressoras e mídias para comunicação visual, anunciou no mercado internacional o PVC-free Durable Suede, papel de parede que pode receber impressão e ser instalado com facilidade por meio de primers e outros métodos comuns de aplicação.

Segundo a empresa, o papel, que não possui PVC em sua composição, apresenta superfície macia e com textura de camurça, além de ser certificado ASTM F793 e resistente a mofo e ferrugem.

Indicada para decoração de ambientes residenciais e comerciais, a mídia também recebeu os certificados FSC, REACH e UL GreenGuard Gold, que garantem que a utilização segura do papel em ambientes como escolas e hospitais.

A HP informou também que o substrato é fabricado com a tecnologia ColorPro, que oferece resultados de qualidade profissional às imagens impressas.

Fonte: HP



Três novos tipos de vinis adesivos lançados pela Orafol

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/08/2015
Orajet 3930 é vinil adesivo fotoluminescente recomendado para indicações de saída, emergência e locais perigosos

Orajet 3930 é vinil adesivo fotoluminescente recomendado para indicações de saída, emergência e locais perigosos

A filial norte-americana da Orafol, fabricante de mídias para sinalização, anunciou o lançamento de três vinis adesivos: Oracal 820 (para sinalização de segurança), Oracal 1740 (amigavelmente ecológico) e Orajet 3930 (fotoluminescente).

Indicado para aplicações de segurança de ambientes, o Oracal 820 foi desenvolvido para resistir a remoções. Ao ser extraído da superfície onde foi previamente colado, o vinil descasca em pedaços, o que impede a manipulação fraudulenta de decalques, rótulos e outras sinalizações. Disponível em acabamento branco brilhante ou fosco, a película oferece durabilidade de cinco anos e apresenta liner de PE revestido e adesivo solvente permanente. Está disponível em rolos com larguras de 40 e 55 polegadas e pode receber impressão serigráfica e digital solvente, látex e UV.

De acordo com a fabricante, a Oracal 1740 é uma película amigavelmente ecológica para aplicações de pequena ou média duração (dois anos) em ambientes externos ou internos. Em acabamento branco ou transparente, a película é compatível com tintas especiais de impressão serigráfica ou offset. Com adesivo permanente de poliacrilato, o vinil é vendido em bobinas com larguras de 40, 50 ou 55 polegadas.

A outra novidade da Orafol é o vinil fotoluminescente Orajet 3930. Compatível com impressão digital solvente, a película foi desenvolvida para durar cinco anos em aplicações internas ou externas. Recomendado para indicações de saída, emergência e locais perigosos, o vinil começa a brilhar assim que as fontes de luz do ambiente são desligadas. Segundo a empresa, a luminância do material é duradoura e forte. Além disso, as propriedades fosforescentes do filme não são prejudicadas pelo uso repetido. Disponível em acabamento amarelo luminoso brilhante, o vinil apresenta liner de PE revestido e adesivo solvente permanente.

Fonte: Orafol