Mimaki realizou evento técnico em Porto Alegre

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/05/2014

No Mimaki Expo, o visitante pode ver de perto várias soluções de impressão digital da fabricante japonesa

No Mimaki Expo, o visitante pode ver de perto várias soluções de impressão digital da fabricante japonesa

Entre os dias 13 e 14 de maio, a Mimaki realizou mais uma edição do Mimaki Expo. Sediado no novo showroom da Plotertec, o evento contou com a presença de mais de 50 clientes e empresários da região de Porto Alegre (RS), para os quais foram apresentadas impressoras como a CJV30-100BS (solvente com recorte integrado), a SWJ-320 (com 3,2m de largura), a TS3-1600 (que trabalha na resolução de 1440dpi) e a UJF-3042HG (desktop).

Especialistas técnicos e comerciais de ambas as fornecedoras trocaram conhecimento sobre impressoras com os clientes. Além disso, o evento contou com palestras sobre a linha de equipamentos Mimaki (ministrada por Bruno Santos, supervisor comercial de equipamentos para comunicação visual) e sobre mídias da Oracal (vendidas pela Plotertec).

Localizada no bairro Floresta, a Plotertec é uma distribuidora que atua com toda linha de equipamentos da Mimaki na região de Porto Alegre (RS).

Fonte: Mimaki Brasil



Novas impressoras Océ Arizona 480 chegam ao mercado internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Arizona 480 GT: impressora UV plana da Océ

A Océ, fabricante de impressoras digitais, aproveitou as recentes feiras internacionais para lançar dois equipamentos planos (flatbed) da linha Arizona®: o 480 GT (mesa de 1,25 x 2,5m) e o 480 XT (2,5 x 3,05m). Além das características típicas da família, como a tecnologia Océ VariaDot® (pontos de dimensões variadas), as impressoras incluem uma série de novidades técnicas:

Oito canais independentes de tinta

Os quatro primeiros canais são dedicados às cores do padrão CMYK. Porém os canais "5" e "6" podem ser configurados de duas maneiras:

  • Verniz e tinta branca: combinados, esses dois insumos podem criar aplicações únicas. A tinta branca, por exemplo, pode ser usada para fazer impressões em substratos coloridos, incluindo backlits. Já o verniz serve para dar acabamento superficial (reserva ou total);
  • Duas vezes tinta branca: nesse caso, dois canais ("5" e "6") são usados para o branco, proporcionando o dobro da opacidade na impressão.

Os demais canais, "7" e "8", podem ser usados para aumentar a produtividade, ao acrescentar mais tintas cyan e magenta. Esse esquema é chamado de CM2 e oferece modos de operação de alta qualidade, mas de velocidades maiores (quase 25% mais rápido do que o modo de produção normal, sem os canais adicionais de tintas).

Impressora Océ Arizona 480 XT possui oito canais de tintas

Compensação de pixel

As impressoras Océ Arizona 480 usam uma nova tecnologia que, segundo a fabricante, otimiza a nitidez, densidade e uniformidade das imagens impressas, tanto em substratos em bobina quanto naqueles fixados na mesa. Para tanto, os equipamentos têm a capacidade de fazer compensações de pixels nas imagens, deixando-as mais equilibradas.

Sistema de vácuo (na mesa da impressora)

Há seis zonas de vácuo na Océ Arizona 480 GT. Já na Océ Arizona 480 XT, são sete áreas. Estas zonas foram projetadas para trabalhar com os formatos de mídias mais usados no mercado, para reduzir o manuseio de substratos feito pelos operadores.

Modo "Batch"

Com essa nova função, o operador pode imprimir um conjunto de mídias (por exemplo: 50 itens de 90 x 120cm e 30 itens de 122 x 243cm) numa mesma produção.

Mais características técnicas

As duas novas impressoras da Océ podem imprimir em mídias rígidas de até 50,8mm de espessura. Trabalham em velocidade de impressão de 25,3m2/h, para estampar diversos materiais rígidos e flexíveis. A empresa vende como opcional o sistema de alimentação de substrato do tipo rolo a rolo, que suporta bobinas com 2,2m de largura.

Veja mais: conheça um pouco da fabricação das impressoras Arizona:

Fonte: Océ. Texto: InfoSign



EFI é vendida por 1,7 bilhão de dólares para a Siris

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2019
Siris é uma empresa líder em capital privado

Siris é uma empresa líder em capital privado

A EFI (Electronics For Imaging), fabricante de softwares e impressoras digitais, anunciou que foi adquirida por uma afiliada do Siris Capital Group (Siris), em uma transação avaliada em aproximadamente 1,7 bilhão de dólares.

A Siris é uma empresa líder em capital privado, focada em investir e promover a criação de valor em empresas de tecnologia.

Sob os termos do contrato (aprovado por unanimidade pelo Conselho de Administração da EFI), uma afiliada da Siris adquirirá todas as ações ordinárias pendentes da EFI por 37 dólares por ação. O preço de compra representa um prêmio de aproximadamente 45% sobre o preço médio ponderado por volume (de 90 dias, encerrado em 12 de abril de 2019).

Bill Muir, diretor executivo da EFI, declarou: “Acreditamos que esta transação oferece valor superior e imediato aos nossos acionistas, ao mesmo tempo em que nos fornece um parceiro que pode adicionar expertise estratégica e operacional aos nossos negócios. Estamos entusiasmados em fazer parceria com a equipe altamente experiente da Siris”.

Comentando sobre a transação, Frank Baker, co-fundador e sócio-gerente da Siris, declarou: “A EFI está na vanguarda da transição digital na indústria de imagem e impressão. Acreditamos que, em parceria com a Siris, a EFI estará bem posicionada para capturar essa oportunidade de transformação. Estamos ansiosos para começar a parceria com a administração da EFI e para ajudá-la a alcançar seus objetivos”.

Fonte: Large Format Review