Mimaki lança série de laminadoras térmicas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/11/2017
Equipamentos complementam fluxo de trabalho de impressão digital

Equipamentos complementam fluxo de trabalho de impressão digital

A fabricante Mimaki lançou nos Estado Unidos a série LA de laminadoras térmicas de grande formato, composta por modelos com largura de 158cm ou 170cm.

Os equipamentos operam em temperatura máxima de 60°C e incorporam dispositivo de calor para melhorar a adesão dos filmes, sobretudo em superfícies impressas com tinta UV. O diferencial também ajuda a evitar o efeito prateado geralmente produzidos por laminados sensíveis à pressão.

Segundo a empresa, as máquinas rodam com velocidade de até 295 polegadas lineares por minuto, o que agiliza o acabamento e reduzi gargalos nessa etapa de produção.

As laminadoras incluem todas as funções operacionais em um painel, de fácil acesso. Além disso, um cilindro de recolhimento facilita o controle de todo o processo.

Além das laminadoras, a Mimaki fornecerá filmes para laminação da série Vision. Desenvolvidas para impressos UV, as películas oferecem acabamento brilhante e mantêm as características das cores estampadas.

Ainda de acordo com a empresa, as laminadoras LA podem ser usadas em conjunto com as impressoras UV LED da linha Mimaki UCJV.

Fonte: Mimaki USA



Agfa lança impressora UV LED Jeti Ceres RTR3200

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2017
Indicada para imprimir mídias em bobinas, Jeti Ceres RTR3200 tem 3,2m de largura

Indicada para imprimir mídias em bobinas, Jeti Ceres RTR3200 tem 3,2m de largura

A fabricante Agfa anunciou o lançamento da Jeti Ceres RTR3200, impressora rolo a rolo UV LED com 3,2m de largura. Indicada para produção de médias e grandes tiragens, a máquina pode estampar em um ou dois rolos simultaneamente a uma velocidade de 186m²/h.

Em função da cura LED e das tintas UV originais da Agfa, a Jeti Ceres pode imprimir em mídias sensíveis ao calor, o que abre novas oportunidades de negócios e permite reduzir custos. Além disso, a máquina vem equipada com circulação de tinta branca, o que aumenta as possibilidades de impressão sobretudo em mídias backlit e com imagens tanto na frente quanto no verso.

A Jeti Ceres oferece a opção de aplicação de um primer especial. Ou seja, a máquina imprime automaticamente uma fina camada do insumo antes de depositar as tintas. Esse procedimento cria uma camada com a tensão superficial ideal para o recebimento da impressão. Além de evitar retrabalhos, o primer aumenta a produtividade e garante a qualidade das imagens.

O Asanti, software de fluxo de trabalho de grandes formatos, vem incluso no sistema da Jeti Ceres. Com o aplicativo, é possível gerenciar todas as etapas de pré-impressão, produção e acabamento. O Asanti também é compatível com o PrintSphere, serviço em nuvem que padroniza o fluxo de informações entre clientes, colaboradores, departamentos e outras soluções da própria Agfa, o que melhora o compartilhamento de arquivos e aumenta a segurança do fluxo de dados.

Fonte: Agfa



IIJ apresenta impressora industrial de papéis de parede

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2017
Equipamento é capaz de imprimir papéis de parede em linha e alta velocidade

Equipamento é capaz de imprimir papéis de parede em linha e alta velocidade

A fabricante Industrial Inkjet (IIJ) apresentou um modelo demonstrativo de impressora digital industrial que estampa papéis de parede em velocidade linear de 70m/min.

Nos últimos 18 meses, a IIJ, que teve a ajuda da Konica Minolta, trabalhou em uma solução que pode compete em custo e produtividade com os métodos convencionais de impressão.

Segundo a empresa, a impressão inkjet de papel de parede tinta é bastante comum, mas as velocidades hoje são muito baixas e a tecnologia é restrita a aplicações especiais de curto prazo. A impressora apresentada pretende mudar esse paradigma.

John Corrall, diretor da IIJ, declarou: “A impressão de papel de parede está prestes a ver uma mudança massiva para a tecnologia digital, graças às melhorias dos sistemas inkjet. O desempenho, o custo da tinta, a largura e a velocidade de impressão estão num patamar mais elevado. Quando começamos, a principal dificuldade foi desenvolver uma tinta que atendesse aos requisitos da indústria de papel de parede. A tinta tem de trabalhar em uma ampla gama de mídias e cumprir os padrões de qualidade. Levamos 18 meses para desenvolver um insumo que desse conta desses requisitos”.

Assista ao vídeo promocional da impressora:

Fonte: Industrial Inkjet (IIJ)