Mimaki lança no Brasil impressora têxtil Tiger-1800B

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/12/2017
Equipamento é indicado para estamparias e indústrias têxteis

Equipamento é indicado para estamparias e indústrias têxteis

A fabricante Mimaki trouxe para o Brasil a Tiger-1800B, impressora digital indicada para indústrias que trabalham com tecidos de diversos tipos. Capaz de estampar diretamente, o equipamento produz na velocidade máxima de 385m2/h, na resolução de 600dpi e largura de 1,85m.

Dependendo do modo de produção e do tipo de tinta, a máquina pode trabalhar com quatro diferentes volumes de gotas. Além disso, conta com 8 canais e 16 cabeças impressão e pode empregar tintas reativas, ácidas, sublimáticas ou pigmentadas.

Para garantir estabilidade de produção, a impressora emprega esteira de transporte com barra de tensão, que pressiona o tecido contra a própria esteira e aumenta a aderência da mídia.

Além disso, sensores de detecção diminuem riscos de danos nas cabeças que podem ser causados por enrugamentos ou atolamentos. Um sistema de circulação de tinta reduz os problemas que podem ocorrer nos nozzles e um wiper para limpeza automática vem instalado em cada cabeça.

O equipamento pode incluir opcionais, como aquecedor, unidade de alimentação para tecidos maiores e unidade para armazenamento de mídias após a impressão.

A máquina vem com sistema de bulk ink de 10kg (aproximadamente 10 litros), para permitir uma produção mais longa.

A Tiger-1800B roda com software RIP TxLink3 Standard, que substitui cores RGB e CMYK em dados raster e vetores. Também produz diferentes padrões de imagens.

Fonte: Mimaki



Resultado da enquete: no que os leitores do InfoSign investiram em 2017

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/01/2018
Conheça as tecnologias de impressão digital que mais interessaram os leitores do InfoSign em 2017

Conheça as tecnologias de impressão digital que mais interessaram os leitores do InfoSign em 2017

Ao longo de 2017, o InfoSign perguntou em enquete aberta qual tipo de impressora de grande formato os leitores do site gostariam de adquirir. O resultado (de um total de 678 votos) demonstra a tendência estabelecida desde 2015, isto é, a preferência por tecnologias para estamparia têxtil digital.

A tecnologia mais votada foi a sublimática, com 186 votos (27% do total). Em segundo lugar, ficou a impressão direta em tecido, com 142 votos (21%). Ambas são indicadas sobretudo para a estamparia têxtil. A látex, com 46 votos (7%), também é capaz de imprimir em diversos tipos de tecidos, o que ajuda a endossar a inclinação do público a fazer investimentos em tecnologias têxteis.

A enquete mostrou, ainda, que tecnologias consolidadas obtiveram desempenho satisfatório. Praticamente empatadas, a solvente recebeu 126 votos (19%) e a UV, 122 (18%). A impressão com tinta à base d'água teve 46 votos (7%), deixando claro que se trata de uma tecnologia voltada a um nicho mais específico.

O que você achou dos resultados? Concorda com eles? E não deixe de participar da nova enquete, que procura conhecer quais as tecnologias de impressão digital de grande formato nossos leitores pretendem adquirir em 2018. Você pode acessá-la na homepage do Infosign.



EFI adquire empresa desenvolvedora de sistemas de corantes e cores

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/03/2016
Rialco Limited é a mais nova aquisição da EFI

Rialco Limited é a mais nova aquisição da EFI

A EFI, fabricante de equipamentos para impressão digital, anunciou a compra da Rialco Limited, empresa europeia fornecedora de produtos de cores e corantes.

Sediada em Bradford, no Reino Unido, a Rialco passa a opera como parte da divisão de produtos inkjet industriais da EFI. Além de continuar a trabalhar com seus clientes atuais, a empresa pretende expandir seu portfólio de produtos e serviços a novos clientes. Já a EFI planeja ampliar suas ofertas de materiais inkjet com os recursos dos componentes avançados de tinta da Rialco.

Os termos financeiros da aquisição não foram divulgados, mas não é esperado que a transação seja relevante para os resultados financeiros da EFI no 1º trimestre de 2016 ou no ano inteiro. Os funcionários da Rialco foram aproveitados pela EFI e continuarão a trabalhar nas atuais instalações da fornecedora de corantes.

A tecnologia de produção de corantes usados na composição de tintas sublimáticas foi um dos elementos determinantes para que a EFI adquirisse a Rialco. Novas pesquisas da Smithers Pira preveem o crescimento de 18,4%, em relação ao ano anterior em volume de impressão com tinta de sublimação até 2021.

Stephen Emery, vice-presidente da divisão de tintas da EFI, declarou: “Ao agregar a Rialco, a plataforma da EFI amplia vantagens técnicas aos clientes dos setores de sinalização, tecidos, cerâmica e outros que estão rapidamente em transição da impressão analógica para digital”.

Fonte: EFI Brasil