Mimaki lança impressoras UV LED com recorte integrado

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/08/2017
Com 1,6m de largura, impressora também emprega tinta branca

Com 1,6m de largura, impressora também emprega tinta branca

A fabricante Mimaki anunciou o lançamento da série UCJV, composta por dois modelos (150-160 e 300-160) de impressoras UV LED com recorte integrado. A linha estará disponível no Brasil a partir de novembro.

Com 1,60m de largura e sete cores de tinta, os equipamentos são indicados para a produção de etiquetas, decalques, mídias para janelas, gráficos de piso, displays, envelopamento de veículos, embalagens e protótipos. Além disso, a capacidade de cortar antes da impressão impede problemas comuns, como a separação do filme e outras possíveis falhas nas etapas de acabamento em materiais finos.

O modelo UCJV300-160 disponibiliza a impressão em quatro camadas (por exemplo: cor, branco, preto, branco), tecnologia que permite a criação de imagens diferencias e dinâmicas em aplicações retroiluminadas.

A combinação de tintas coloridas e branca na UCJV300-160 também pode agrear valor às aplicações que utilizam filmes transparentes ou semiopacos. Por ser de alta opacidade, a tinta branca cria imagens que bloqueiam a passagem de luz e que podem ser aplicadas em gráficos de vidros e janelas.

Segundo a Mimaki, as impressoras da série UCJV rodarão com o software RasterLink6 Plus atualizado. Esta nova versão inclui a função ID Cut, que tornar a impressão e o corte mais fáceis e rápidos. Além de marcas de registro, o aplicativo inclui a inserção de códigos de barras na impressão.

As impressoras também incluem tecnologias da Mimaki, como a MAPS4 (que reduz bading), a VDP (de pontos variáveis), a MCT (agita continuamente a tinta branca), a NRS (de recuperação de nozzles), a OC (corte nas posições de início e fim), entre outras aplicações.

Fonte: Mimaki



Mutoh anuncia impressoras com tinta metálica

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/04/2015

Equipamentos empregam tintas metálicas Eco-Ultra

Equipamentos empregam tintas metálicas Eco-Ultra

A Mutoh, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou as tintas branca e metálica para impressoras ValueJet 628X e ValueJet 1628X, indicadas para envelopamento de carros, etiquetas, decalques, adesivos, banners, entre outras peças de sinalização comercial.

A ValueJet 628X apresenta largura de 60cm e pode ser colocada em cima de mesas. Trabalha na resolução máxima de 1440dpi e oito cores. Possui função de corte da peça impressa, software RIP FlexiPrint SE e aplicativo ValueJet Status Monitor, usado para monitoramento remoto da impressora.

Já a ValueJet 1628X apresenta largura de 1,6cm, oito cores, biblioteca com 506 cores metálicas, função de corte da peça impressa e software RIP FlexiPrint SE. A máquina inclui tecnologia Smart Printing, com Intelligent Interweave, técnica que evita o surgimento de banding, além do espectrofotômetro opcional SpectroVue VM-10 e o sistema de controle de processo ColorVerify.

Fonte: Mutoh



Kyocera lança cabeça de impressão robusta para equipamentos de estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/01/2016
KJ4B-0300-G06DS oferece resistência contra ambientes adversos associados à impressão materiais para vestuário

KJ4B-0300-G06DS oferece resistência contra ambientes adversos associados à impressão materiais para vestuário

A Kyocera, fabricante japonesa de eletrônicos, anunciou o lançamento da KJ4B-0300-G06DS, cabeça de impressão desenvolvida para equipamentos de estamparia digital têxtil. Com resolução de 300dpi, frequência máxima de 30kHz e compatibilidade com tintas à base d’água, o dispositivo tem largura efetiva de impressão de 112mm e dimensões de 200mm x 45mm x 66,8mm.

De acordo com a empresa, a KJ4B-0300-G06DS dispõe de placa de nozzle de metal altamente rígida, guardas laterais para resistir a choques e estrutura reforçada para evitar refugos de tinta. Além disso, a cabeça pode trabalhar em temperaturas que podem variar de 20ºC a 80ºC.

Ainda segundo a Kyocera, a indústria têxtil global criou uma demanda sem precedentes por tecnologia inkjet, que oferece diversas vantagens em relação a processos analógicos, como agilidade de produção, eliminação de matrizes de impressão e redução de impactos ambientais. No entanto, os fabricantes de cabeças estão sendo pressionados a desenvolver dispositivos cada vez mais adaptados às condições peculiares da estamparia têxtil, para suportar problemas como dispersão de névoa de tinta e resistir à severidade da produção têxtil.

Fonte: Kyocera