Mimaki lança dispositivo para impressão de objetos cilíndricos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/12/2016
Kebab é ferramenta opcional para impressoras desktop da Mimaki

Kebab é ferramenta opcional para impressoras desktop da Mimaki

A Mimaki, fabricante de impressoras e plotters, anunciou no mercado internacional a Kebab, ferramenta opcional para os modelos UJF-3042 MkII e UJF-6042 MkII. Trata-se de um dispositivo com rolos rotativos que permite estampar objetos cilíndricos com diâmetros entre 10mm e 110mm, como garrafas de bebidas e frascos de cosméticos.

De acordo com a empresa, com o Kebab é possível abrir novos negócios e receitas em mercados como a indústria de cosméticos. Também pode-se atende à demanda de personalização de garrafas de vinhos distribuídas em eventos especiais.

Mike Horsten, gerente de marketing da Mimaki EMEA, declarou: “O Kebab permite a impressão direta de produtos cilíndricos. Isso possibilita, por exemplo, a personalização de garrafas para serem distribuídas em eventos especiais. Também é viável a impressão direta de garrafas de vinho. Estamos muito entusiasmados com as possibilidades que a Kebab oferece, e é por isso que estamos disponibilizando este dispositivo para nossa geração mais recente de impressoras”.

Fonte: Mimaki



Estudo aponta números do mercado de impressão digital e comunicação visual

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/04/2013

A IT Strategies, consultoria norte-americana, completou sua 19ª previsão sobre o mercado de impressão de grande formato. O estudo, realizado anualmente há quase duas décadas, mostrou que o mercado continua a crescer.

De acordo com a pesquisa, o segmento de impressoras digitais à base d’água ficou estável. Já as vendas de impressoras ecossolvente e látex cresceram cerca de 5% ao ano (com algumas marcas se destacando mais do que outras). E os modelos UV mantêm um crescimento na casa de um dígito.

Para os estudiosos do IT Strategies, esses números não representam um mercado em crise — eles são reflexos das inovações técnicas e produtivas pelas quais as impressoras têm passado. Isto é, os equipamentos estão ficando mais rápidos e eficientes, além de durarem mais. Antes, as máquinas tinham vida útil de quatro a cinco anos, mas agora elas chegam a durar entre sete e oito — o que faz com que os birôs e gráficas adiem a compra das próximas gerações de impressoras.

Mercado global de impressoras de grande formato continua a crescer

Mercado global de impressoras de grande formato continua a crescer

O estudo do IT Strategies também mostra números sobre tintas e substratos. Acredita-se que o aumento das mídias chegue aos 7% (ao ano) e o de tintas alcance os 8% (ao ano) até 2017.

Outro dado interessante apresentado pelo estudo foi que, no mundo todo, a soma de impressoras em grande formato vendidas ultrapassou os 39 bilhões de dólares em 2012 — o que representa uma parte ainda pequena dos 600 bilhões de dólares de equipamentos vendidos no mercado de impressão.

Observação: os números acima dizem respeito ao estudo global realizado pela IT Strategies, não refletindo necessariamente os números do mercado brasileiro.

Fonte: What They Think



Como escolher e armazenar papéis para sublimação

Por João Leodonio em 28/11/2017
Em rolos ou folhas, os papéis sublimáticos são essenciais no processo

Em rolos ou folhas, os papéis sublimáticos são essenciais no processo

O mercado oferece muitos tipos de papéis para sublimação, vendidos em folhas ou rolos. Por isso, muitos compradores desses itens fundamentais acabam se confundindo diante de tantas opções e, consequentemente, adquirem materiais inadequados. A seguir, compilamos informações cruciais sobre tipos, gramaturas e armazenamento de papéis sublimáticos. Com o conhecimento delas, o usuário certamente poderá adquirir, utilizar e manipular de forma correta esses artigos básicos da sublimação.

Recomendação importante para todos os casos de papéis listados abaixo: após a impressão e até a prensagem, os materiais devem ser mantidos como antes da impressão, ou seja, sem contato com umidade, poeira e, principalmente, luz.

Papéis sublimáticos para impressão offset (folha a folha)

Para o processo de impressão offset, não há a necessidade de usar papel tratado, que pode ser offset ou jornal. No entanto, a carga de tinta (densidade) tem de ser controlada. Além disso, as pilhas de papel na saída da impressora têm de ser menores, para não ocorrer a transferência de imagem de uma folha para o verso da outra, o que compromete a qualidade da imagem, sobretudo no momento da prensagem.

Gramatura: varia de 54g/m² a 75g/m².

Armazenamento: recomendável manter em local sem umidade, pó e calor excessivo. Conservar os papéis empacotados até o momento da utilização, pois se a umidade relativa do ar estiver muito alta, eles podem ondular, o que dificulta a entrada em máquina. Já a umidade baixa pode provocar estática, que também dificulta a entrada da mídia na impressora. Recomenda-se o controle de temperatura (entre 20ºC e 25ºC) e umidade relativa (entre 45% e 60%).

Modo correto de armazenar papel offset em pacotes

Papéis sublimáticos para impressoras A3 e A4

Nas impressoras “caseiras” são utilizados, normalmente, os formatos A3 e A4. Nesses casos, os papéis sem tratamento não são recomendados, pois a tinta tende a ancorar na massa mecânica da mídia, o que dificulta a pssagem do insumo para o tecido. Para compensar esse problema, muitas empresas aumentam a carga de tinta impressa, o que, consequentemente, onera o processo. Além disso, é importante frisar que a maioria dos perfis de cor disponíveis no mercado não estão preparados para materiais não revestidos. Portanto, o recomendado é usar papéis tratados (resinados) e perfis adequados.

Gramatura: varia de 75g/m² a 125g/m², dependendo de tipo de serviço a ser executado. Muitas fornecedoras oferecem papéis com bom desempenho, e vale testar qual deles entrega a quantidade de tinta adequada para a prensagem correta.

Armazenamento: não expor a umidade, pó e calor excessivo. Manter em pacotes fechados até o momento da utilização. Recomenda-se usar estufas de armazenagem para manter a integridade física do substrato.

Estufa para papéis A3

Papéis sublimáticos para impressão de grande formato

Para impressões em grande formato, utiliza-se tanto papel tratado como papel offset sem tratamento. A largura e o comprimento das mídias variam de acordo com a capacidade de cada impressora digital.

Gramatura: varia entre 56g/m² e 90g/m², dependendo do tipo de serviço a ser executado (textos ou chapados).

Armazenamento: recomenda-se manter os rolos em ambiente controlado (temperatura e umidade relativa) e sem exposição a poeira e luz. Mantê-los empacotados até o momento da utilização.

Modo correto de armazenar papel em rolo

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático