Mimaki lança dispositivo para impressão de objetos cilíndricos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/12/2016
Kebab é ferramenta opcional para impressoras desktop da Mimaki

Kebab é ferramenta opcional para impressoras desktop da Mimaki

A Mimaki, fabricante de impressoras e plotters, anunciou no mercado internacional a Kebab, ferramenta opcional para os modelos UJF-3042 MkII e UJF-6042 MkII. Trata-se de um dispositivo com rolos rotativos que permite estampar objetos cilíndricos com diâmetros entre 10mm e 110mm, como garrafas de bebidas e frascos de cosméticos.

De acordo com a empresa, com o Kebab é possível abrir novos negócios e receitas em mercados como a indústria de cosméticos. Também pode-se atende à demanda de personalização de garrafas de vinhos distribuídas em eventos especiais.

Mike Horsten, gerente de marketing da Mimaki EMEA, declarou: “O Kebab permite a impressão direta de produtos cilíndricos. Isso possibilita, por exemplo, a personalização de garrafas para serem distribuídas em eventos especiais. Também é viável a impressão direta de garrafas de vinho. Estamos muito entusiasmados com as possibilidades que a Kebab oferece, e é por isso que estamos disponibilizando este dispositivo para nossa geração mais recente de impressoras”.

Fonte: Mimaki



J-Teck3 anuncia quatro novas opções de tintas para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/10/2016
Insumos fazem parte do portfólio de tintas sublimáticas da linha J-Cube

Insumos fazem parte do portfólio de tintas sublimáticas da linha J-Cube

A fabricante italiana J-Teck3 anunciou o lançamento de mais quatro opções de tintas sublimáticas com cores de alta densidade (cyan extra, magenta extra, yellow extra e black extra).

As novidades fazem parte da linha J-Cube PNF, composta por insumos de diversas cores, inclusive tons fluorescentes e vários tipos de preto.

Produzidas com a tecnologia Cluster, as tintas estão disponíveis para transfer ou impressão direta, para estampar tecidos de poliéster em aplicações nos mercados de moda e decoração.

Segundo a empresa, os insumos oferecem secagem rápida e são adaptados para papéis sublimáticos finos e não revestidos.

Luca Guggiari, gerente da J-Teck3, declarou: “Estamos sempre ouvindo nossos clientes, que requisitam uma vasta gama de tintas digitais para a produção de aplicações têxteis”.

Atualmente, a J-Teck3 faz parte do JK Group, que também engloba a Sawgrass e a Kiian Digital. O grupo foi adquirida recentemente pela Dover Engineering Systems (DES).

Fonte: Fespa



MTEX lança três equipamentos de impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2017
Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

A fabricante MTEX anunciou três novas máquinas para impressão direta em tecidos. Indicados para produção de grandes tiragens, os equipamentos são capazes de trabalhar na resolução de 1.440dpi e disparar gotas com 3 a 24 picolitros.

Segundo a empresa, as impressoras são modulares e podem ser configuradas para atender às necessidades de negócios. Por exemplo, novas cabeças podem ser adicionadas para aumentar a capacidade produtiva das máquinas, que são:

MTEX Dragon: com 1,9m de largura, vem com oito cabeças, para trabalhar com 4 ou 8 cores. Indicada para sinalização e decoração interna, a máquina pode imprimir na velocidade de 137m2/h, em 720dpi;

MTEX Scorpion: com 1,9m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Com 16 ou 32 cabeças, a máquina é indicada para o mercado de moda, por empregar tintas ácidas, pigmentadas e reativas. Trabalha na velocidade de 550m2/h;

MTEX Eagle: com 3,2m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Capaz de produzir a 543m2/h, é indicada para empresas de sinalização e decoração que empregam tinta dispersa ou pigmentada.

Eloi Ferriera, CEO da MTEX, declarou: “Investimos milhões nas instalações de P&D, de modo que agora fabricamos tudo internamente. Investimos em corte de aço, usinagem de aço, router CNC, pintura robótica, controle de produção, controle de qualidade, montagem de hardware, testes de equipamentos e muito mais. Agora, temos total controle sobre planejamento, produção, fabricação e teste, permitindo o desenvolvimento de produtos de ponta”.

Fonte: Fespa