Mimaki faz upgrade de seu software de corte, o FineCut

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/11/2012

A nova versão do FineCut, software de corte da Mimaki, vem com aprimoramentos

Está disponível a nova versão (8.0.4) do Mimaki FineCut, software usado em conjunto com o CorelDRAW, para o comando de plotters de recorte ou impressoras conjugadas da fabricante japonesa.

Os interessados podem fazer a atualização pelo link que a empresa disponibilizou. O aplicativo é compatível com os Sistemas Operacionais: Windows 2000, Windows XP (32bit), Windows Vista (32/64bit) e Windows 7 (32/64bit). Pode ser aplicado nas versões 11, X2, X3, X4, X5 e X6 do CorelDRAW.

Na página do produto, há instruções (em inglês) de como fazer o download e a instalação da novidade. Entre os procedimentos necessários, está o uso do CD-ROM contendo a versão anterior do programa.

Segundo a Mimaki, algumas das novas e aperfeiçoadas funções são:

  • Especificação da posição inicial de corte;
  • Informações Online: notifica as últimas informações do FineCut;
  • Menu "Sobre o FineCut": é possível acessar o manual de operação a partir desta ferramenta;
  • Compatibilidade com o Illustrator CS5;
  • Teste de conexão: verifica a causa do erros de comunicação.
.
Fonte: Mimaki. Texto: InfoSign
.



Imprimax lança quatro opções de vinis jateados metálicos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/03/2017
Película está disponível nas cores preto, branco, cinza médio e azul aço

Película está disponível nas cores preto, branco, cinza médio e azul aço

A Imprimax, fabricante nacional, anunciou o lançamento de quatro opções de cores (preto, branco, cinza médio e azul aço) de vinis adesivos com acabamento jateado metálico. Poliméricas, as películas são indicadas para diversas aplicações de comunicação visual, decoração e envelopamento de veículos, como embarcações, jet skis e aeronaves.

Com durabilidade de até sete anos em aplicações outdoor, a mídia é composta por frontal de 80 micra, adesivo acrílico aquoso reposicionável e liner de papel couché siliconado de 120g/m2.

O vinil pode ser processado em plotters de recorte e é compatível com impressão digital (ecossolvente, solvente, UV e látex), serigráfica (UV e solvente), flexográfica UV e offset UV.

Vendida em rolos com largura de 1,22m e 50m de comprimento, a película tem validade em estoque de um ano, em condições controladas (temperatura de até 30°C e 70% de umidade relativa do ar).

Fonte: Imprimax



Barbieri lança solução de gerenciamento de cores para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/05/2019
Spectro LFP qb Textile Edition é espectrofotômetro para medir cores em tecidos

Spectro LFP qb Textile Edition é espectrofotômetro para medir cores em tecidos

A Barbieri, fornecedora de soluções eletrônicas, apresentou no mercado internacional o Spectro LFP qb Textile Edition, espectrofotômetro para gerenciamento de cores em tecidos estampados digitalmente.

De acordo com a empresa, para medir as cores de um tecido estampado, ele deve ser fixado em uma superfície uniforme e com o apoio branco. Porém, há muita dificuldade nesse procedimento. Isso porque, durante as medições, o tecido acaba se distorcendo e fazendo com que a medição automatizada não seja possível. Para esse transtorno, a Barbieri desenvolveu o Spectro LFP qb Textile Edition. Ele garante uma fixação fácil e segura do tecido e mede de forma automática. Para tanto, novos suportes têxteis foram criados para a fixação. Além disso, o dispositivo vem com um sistema de sopro de ar que impede que fibras têxteis contaminem a óptica.

Ainda segundo a empresa, o novo recurso mais importante é o sistema de reconhecimento automático de patches, compostos por algoritmos especiais e unidade de detecção. Uma vez conhecidas as coordenadas de cada patch, o dispositivo inicia as medições e os gráficos, mesmo distorcidos, serão medidos de forma totalmente automática.

Com abertura de medição de até 8mm e geometria 45°/0°, o novo espectrofotômetro da Barbieri também é capaz de medir tintas fluorescentes na impressão têxtil.

Fonte: Barbieri