Mimaki apresenta impressora UV plana de médio formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/09/2015
UJF-7151 Plus foi apresentada em primeira mão ao público japonês

UJF-7151 Plus foi apresentada em primeira mão ao público japonês

A Mimaki, fabricante de plotters e impressoras digitais, apresentou no Salão Internacional de Artes Gráficas em Tóquio (Japão) o UJF-7151 Plus, equipamento flatbed de impressão UV de alta performance.

A nova impressora trabalha com mídias de até 710mm × 510mm e 53mm de espessura. Além disso, apresenta os seguintes diferenciais tecnológicos:

  • Sistema avançado de passadas Mimaki 4 (MAPS4): ajuda a reduzir problemas de banding e impressão de cores desiguais;
  • Recuperação de nozzle: permite a operação contínua em caso de obstrução de algum nozzle durante a impressão;
  • Sistema de difusão de pontos Mimaki 1 (MFD1): adicionado recentemente ao software Raster Link 6, o sistema diminui erros nos padrões de difusão de pontos, que podem gerar perda de qualidade nas imagens, o que resulta em cores desiguais, mesmo em uma unidade de impressão de alto desempenho;
  • Sistema de impressão: com seis cabeças de impressão escalonadas, a impressora pode trabalhar na velocidade máxima de velocidade de 3,2m²/h, que é o dobro da velocidade dos modelos anteriores.

Segundo a filial brasileira da Mimaki, a UJF-7151 será lançada no mercado internacional no início de novembro de 2015. Porém, não há data prevista para a introdução do equipamento no Brasil.

Fonte: Mimaki Brasil



Mimaki lança no Brasil impressora têxtil Tiger-1800B

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/12/2017
Equipamento é indicado para estamparias e indústrias têxteis

Equipamento é indicado para estamparias e indústrias têxteis

A fabricante Mimaki trouxe para o Brasil a Tiger-1800B, impressora digital indicada para indústrias que trabalham com tecidos de diversos tipos. Capaz de estampar diretamente, o equipamento produz na velocidade máxima de 385m2/h, na resolução de 600dpi e largura de 1,85m.

Dependendo do modo de produção e do tipo de tinta, a máquina pode trabalhar com quatro diferentes volumes de gotas. Além disso, conta com 8 canais e 16 cabeças impressão e pode empregar tintas reativas, ácidas, sublimáticas ou pigmentadas.

Para garantir estabilidade de produção, a impressora emprega esteira de transporte com barra de tensão, que pressiona o tecido contra a própria esteira e aumenta a aderência da mídia.

Além disso, sensores de detecção diminuem riscos de danos nas cabeças que podem ser causados por enrugamentos ou atolamentos. Um sistema de circulação de tinta reduz os problemas que podem ocorrer nos nozzles e um wiper para limpeza automática vem instalado em cada cabeça.

O equipamento pode incluir opcionais, como aquecedor, unidade de alimentação para tecidos maiores e unidade para armazenamento de mídias após a impressão.

A máquina vem com sistema de bulk ink de 10kg (aproximadamente 10 litros), para permitir uma produção mais longa.

A Tiger-1800B roda com software RIP TxLink3 Standard, que substitui cores RGB e CMYK em dados raster e vetores. Também produz diferentes padrões de imagens.

Fonte: Mimaki



Kornit anuncia novo equipamento para impressão direta em vestuário

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/01/2019
Atlas Kornit produz 350 mil impressões por ano

Atlas Kornit produz 350 mil impressões por ano

A Kornit, fabricante de equipamentos para estamparia digital têxtil, anunciou a Atlas Kornit, DTG (Direct-To-Garment) indicada para produção industrial de impressão direta em vestuário.

Capaz de produzir por ano 350 mil impressões, a máquina vem equipada com cabeças com sistemas recirculantes e emprega a série de tinta NeoPigment Eco-Rapid, récem-desenvolvida pela empresa. Segundo a empresa, os insumos são compatíveis com tintas serigráficas e possuem certificações GOTS e Oeko-Tex Eco-Passport. A tinta branca é altamente opoca.

A máquina conta com uma versão aprimorada da tecnologia HD da Kornit, complementada por software RIP, além de dar suporte a soluções de softwares baseadas em nuvem para otimização, business intelligence e análise de produtividade.

Omer Kulka, vice-presidente de marketing da Kornit, declarou: “A Atlas é modular e pronto para o futuro, para que o cliente possa fazer implementações rápidas e fáceis de novos desenvolvimentos”.

Fonte: Kornit