Matan lançará impressoras de grande formato na Fespa 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/05/2015

Linha de equipamentos Matan QuantumFlex foi desenvolvida para produção em massa de sinalização para frota

Linha de equipamentos Matan QuantumFlex foi desenvolvida para produção em massa de sinalização para frota

A Matan, fabricante de impressoras digitais, estará na Fespa 2015, feira que ocorre de 18 a 22 de maio, na Alemanha, para apresentar novas soluções de impressão de grande formato. Entre elas estará a Matan Quantum, com 3,5m de largura e sistema híbrido. A máquina foi especialmente desenvolvida para aplicações indoor de alta qualidade e pode disparar gotas de tinta de até 7 picolitros. Além disso, o equipamento pode empregar LED ou arco de cura UV.

A Matan aproveitará a Fespa 2015 para apresentar em primeira mão a MatanFlex e a QuantumFlex, criadas para atender birôs que trabalham eminentemente com impressão de comunicação visual para frotas. As duas máquinas possuem 3,5m de largura e empregam tintas com alta elasticidade que podem ser combinadas com a aplicação em linha de verniz.

Tanto a MatanFlex quanto a QuantumFlex possuem sistema de impressão UV e são indicadas para empresas que procuram substituir a tecnologia solvente de seus parques gráficos.

Outra novidade da Matan é o sistema de aplicação de verniz em linha, que trabalha simultaneamente com o sistema de impressão, sem diminuir a velocidade de produção. Segundo a empresa, o sistema oferece aos materiais proteção contra abrasão, arranhões, químicos, danos climáticos e desbotamento UV.

O sistema de aplicação de verniz também trabalha em conjunto com o sistema de corte em linha, o que agiliza o fluxo de trabalho que inclui impressão, revestimento e corte em uma mesma máquina.

Fonte: Matan



swissQprint lançará impressora rolo a rolo em maio

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/01/2019
Lançamento oficial será na Fespa 2019, na Alemanha

Lançamento oficial será na Fespa 2019, na Alemanha

Em maio de 2019, a fabricante swissQprint apresentará uma nova impressora rolo a rolo na feira Fespa, em Munique, Alemanha.

Reto Eicher, CEO da empresa, declarou: “Nosso objetivo com esta máquina é para atender às demandas atuais e fornecer aos usuários uma ferramenta de trabalho eficiente”.

As especificações técnicas da impressora serão anunciadas apenas durante o evento. Por ora, a swissQprint anunciou apenas que o modelo chamará Karibu e que ele completará o portfólio de máquinas da empresa.

A swissQprint atua há mais de onze anos. Segundo a fabricante, suas máquinas têm sido apreciadas em função de qualidades como precisão, confiabilidade e durabilidade.

Fonte: swissQprint



Sinalização digital externa e as cidades inteligentes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Tecnologia pode ser usada para melhorar os centros urbanos

Tecnologia pode ser usada para melhorar os centros urbanos

Não há dúvida de que a sinalização digital externa está mudando a cara de muitas cidades. Não se trata apenas de empresas tentando aumentar suas receitas por meio da tecnologia; ela faz parte das mudanças pelas quais estão passando as “cidades inteligentes”.

Em 2018, 55% da população mundial estava vivendo em áreas urbanas. O número deve aumentar para 68% até 2050. São mais 2,5 bilhões de pessoas procurando por lares, serviços e empregos em centros urbanos já lotados.

As “cidades inteligentes” adotam tecnologias para melhorar serviços, e a sinalização digital externa parece ser parte fundamental desse processo, pois está em linha com as tendências físicas, tecnológicas e ambientais da atualidade. Há instalações que melhoram a vida em áreas urbanas, ao oferecer bons serviços, manter as pessoas seguras e melhorar a qualidade de vida.

Serviços melhores

A sinalização digital de autoatendimento é cada vez mais comum. Elas são quiosques interativos, máquinas de bilhetes, telas tácteis usadas em varejo e exibições automáticas em compras de drive-thru.

O reconhecimento facial pode ser o próximo passo para a sinalização digital de autoatendimento. O KFC na China está empregando exibições que sugerem refeições com base no sexo e na idade do cliente. Também na China, alguns displays externos de reconhecimento facial são usados pela polícia para monitoramento e identificação.

Segurança

Nos EUA, a sinalização digital também tem sido usada para fins não comerciais. Com as instalações existentes, as autoridades conseguem fornecer alertas meteorológicos em vários estados, a fim de avisar a população sobre furacões e possíveis desastres naturais. É um indicativo de que, em breve, veremos a sinalização digital sendo usada em tempos de crise nas cidades de todo o mundo.

Qualidade de vida

A sinalização digital pode tornar os centros urbanos lugares mais agradáveis. A cidade de Bentonville, no Arkansas (EUA), recentemente trocou alguns de seus outdoors estáticos por digitais, que permitem que vários anunciantes compartilhem o mesmo espaço, em um loop contínuo de conteúdo. Por isso, a cidade conseguiu reduzir o número total de outdoors e melhorar a aparência da região.

As tendências relacionadas às características físicas, tecnológicas e ambientais da sinalização digital externa permitem que empresas e governos ofereçam serviços melhores para um número maior de pessoas. Essas tendências e seus benefícios garantem o crescimento contínuo da sinalização digital externa nos centros urbanos. Com essa integração, todos saem ganhando.

Fonte: DigitalSignageToday