Impressão digital reproduziu a maior fotografia do mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Parte da maior fotografia do mundo é exibida em mercado de Londres

Conhecida como "Jump4London", a obra — que possui um quilômetro de comprimento — está sendo exibida atualmente no Spitalfields Market, de Londres (Inglaterra). Apresentada no início de 2012, a maior fotografia do mundo entrou para o Livro dos Recordes (Guinness World Record) em julho desse mesmo ano.

A mega impressão digital foi composta por 109 mil imagens, as quais mostravam centenas de pessoas saltando. Para a reprodução desse colosso, foram impressos vários banners de 100 x 10m, com a ajuda de um equipamento Agfa :Anapurna M2050, no birô inglês Creative Place. Depois de prontos, os banners foram soldados, para que a criação da maior foto do mundo fosse possível.

Impressora UV da Agfa imprimiu as diversas partes da maior foto do mundo

"Jump4London" foi idealizada pela artista Clare Newton e contou com a participação de atletas paraolímpicos, crianças com necessidades especiais e celebridades. Para a criadora do projeto, este foi um modo de mostrar que arte e educação podem trabalhar em conjunto.

Um dos apoiadores dessa iniciativa é a Agfa Graphics, cujo gerente de marketing, Tim Light, comemora: "O que ela [Clare] conseguiu é realmente notável, e estou muito satisfeito com a exibição da fotografia em um espaço tão importante de Londres".

Veja o que a artista comentou (em inglês) sobre o projeto:

Fonte: Creative Place e Jump4london. Texto: InfoSign



Samsung Display lança portal especializado em displays de informações públicas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/10/2016
Site provê informações sobre diversos tipos de soluções de sinalização digital

Site provê informações sobre diversos tipos de soluções de sinalização digital

A Samsung Display, fabricante de dispositivos para sinalização digital, anunciou o lançamento de um portal especializado em soluções PID (Public Information Displays) produzidas pela empresa.

O site contém informações sobre video walls, painéis para sinalização, quadros interativos, displays para aplicações externas ou internas, e-boards e displays transparentes. Além disso, o portal também mostra locais onde foram instalados dispositivos da Samsung, como mercados, hotéis, abrigos de ônibus, aeroportos, entre outros ambientes.

O portal também integrará uma área pela qual o usuário poderá acessar relatórios, publicações, estudos de casos e outras informações sobre displays de informações públicas.

Oseung Yang, vice-presidente da Samsung Digital, declarou: “Este novo portal oferece aos nossos clientes acesso a, em qualquer hora e lugar, informações importantes que ajudam na compra e utilização de painéis PID. Vamos continuar a fazer todo o possível para fornecer informações que atendam às necessidades de exibição dos nossos clientes”.

Fonte: Samsung Display



Xitron desenvolve solução para componentes eletrônicos GIS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

A Xitron, fabricante de soluções de pré-impressão, anunciou a conclusão de um projeto de suporte a impressoras a jato de tinta que empregam eletrônica da GIS (Global Inkjet Systems). Trata-se de um front end que inclui as propriedades Navigator Workflow Server e o RIP Navigator, baseado na plataforma Harlequin Host Renderer.

A solução foi instalada e testada em uma impressora com cabeças Kyocera. De acordo com a empresa, tudo funcionou de acordo com as especificações, e a impressora rodou na velocidade máxima.

A conclusão bem-sucedida do projeto significa que a solução aciona impressoras com componentes eletrônicos GIS e cabeças Fuji Dimatix, Ricoh, Kyocera, Toshiba, Xaar ou Konica Minolta. Essa integração oferece aos fabricantes de impressoras inkjet um sistema estável de fluxo de trabalho e RIP.

Eric Nelsen, vice-presidente da Xitron, declarou: “O suporte para sistemas baseados em GIS é essencial devido à variedade de cabeças inkjet impulsionadas por seus componentes eletrônicos”.

Fonte: Xitron