Konica Minolta lança no Brasil bizhub PRESS C71cf

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/12/2017
bizhub PRESS C71cf é novo modelo de impressora digital de rótulos e etiquetas

bizhub PRESS C71cf é novo modelo de impressora digital de rótulos e etiquetas

A Konica Minolta, fabricante de impressoras digitais, apresentou ao mercado brasileiro o bizhub PRESS C71cf, equipamento para estampar médios e pequenos volumes de rótulos e etiquetas.

Com tecnologia toner Simitri HDE, a impressora possui quatro canais (CMYK) e trabalha na resolução de 1200 x 1200dpi e na velocidade máxima de 18,9m/min (de acordo com o tipo de papel). Além disso, apresenta formato máximo de impressão de 1195 x 320mm e comporta mídias com largura máxima de 330mm e gramaturas variadas (de 60g/m2 a 250g/m2).

Segundo a empresa, a bizhub PRESS C71cf reproduz imagens, códigos de barras e caracteres com grande precisão, para os segmentos cosmético, alimentício, de bebidas, etiquetas com especificações ou avisos sobre uso e armazenamento.

A máquina está equipada com sistema de processamento de imagem SEAD, que permite rasterizar imagens para impressão de modo estável. Tanto para impressos coloridos quanto P&B, as imagens são processadas no padrão de resolução 1200x8bits, com 256 gradações aplicadas em 1 pixel.

Além de contar com um design compacto, a bizhub PRESS C71cf mantém o mesmo princípio de operação intuitiva dos demais equipamentos da Konica Minolta. Tarefas e configurações de saída podem ser facilmente aplicadas por meio de um monitor integrado com tela touch de 15 polegadas.

Ronaldo Arakaki, gerente geral da Konica Minolta Business Solutions do Brasil, declarou: “Estamos muito felizes por poder apresentar a bizhub PRESS C71cf ao mercado brasileiro. Nos últimos anos, o Brasil vem se destacando na produção de rótulos e etiquetas com forte apelo visual. Estou certo de que nossa solução permitirá aos impressores do segmento label se diferenciar em qualidade e produtividade através de um equipamento compacto, flexível e robusto, que incorpora o melhor de nossa tecnologia de impressão e imagem”.

Fonte: Konica Minolta



Roland DG apresenta a nova impressora solvente SOLJET Pro4 XF-640

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/04/2013

A Roland DG, fabricante de equipamentos para comunicação visual, lançou no dia 02 de abril, em todas as suas filiais e subsidiárias, a SOLJET Pro4 XF-640, impressora digital solvente que possui 1,6m de largura. Trata-se do equipamento mais rápido da empresa, por trabalhar na velocidade máxima de 102m2/h. Para oferecer tal característica, a máquina incorpora novas tecnologias, como o duplo CMYK (com duas cabeças) e sistema redesenhado de alimentação de substratos.

"Hoje, há uma grande demanda por impressoras velozes tanto em países desenvolvidos quanto em mercados emergentes", comentou Katsuo Ikehata, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Roland DG. "Além da produção de alto volume, o objetivo de muitos dos nossos clientes é reproduzir imagens de qualidade. A SOLJET Pro4 XF-640 foi desenvolvida para dar conta dessa necessidade, pois ela combina impressão excepcional e alta velocidade."

A nova impressora da Roland é uma ferramenta voltada para quem produz aplicações indoor e outdoor, como placas, banners, envelopamento de carro, instalações em janelas, displays de PDV, adesivação em estandes, cartazes, entre outras aplicações.

SOLJET Pro4 XF-640, impressora solvente, com 1,6m de largura chega a 102m2/h

SOLJET Pro4 XF-640, com 1,6m de largura chega a 102m2/h

Nova tecnologia de impressão

A SOLJET Pro4 XF-640 incorpora duas cabeças de impressão (duplo CMYK), instaladas de modo escalonado, que elimina problemas de banding. As novas cabeças também foram projetadas para disparar níveis elevados de tinta, a fim de reproduzir imagens mais densas e cores saturadas.

Segundo a Roland, a máquina possui arquitetura mais robusta, com diversos upgrades, como o trilho de rolamento, que suporta e estabiliza o grupo impressor (e as cabeças), fazendo com que as gotas de tinta sejam disparadas com mais precisão.

Tintas

A nova impressora XF-640 emprega as tintas ECO-SOL MAX2. Segundo representantes da marca, esses insumos secam rapidamente e oferecem uma gama de cores maior, resultando em imagens de qualidade elevada.

Além disso, a máquina vem com uma nova unidade (frontal) de carregamento de cartuchos, que facilita o trabalho de substituição desse invólucros. E uma trava, que protege as cabeças de impressão, abre-se ao tocar o botão de limpeza.

Sistema reformulado de alimentação de substratos

Um total de 16 roletes (pinch rollers) e um novo sistema de rolos garante a alimentação das mídias. Além disso, a máquina vem com um sistema redesenhado de aquecedores e take up, que otimiza a produtividade por diminuir o tempo da impressão e da secagem.

Além disso, a XF-640 tem alavancas de carregamento de mídia posicionadas tanto na parte da frente quanto na traseira da máquina, o que dá comodidade ao operador. Além disso, suportes especiais de substrato carregam até os mais pesados ​​rolos de mídia.

Fonte: Roland DG



Novas mídias de poliéster e policarbonato para impressão solvente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

Tekra desenvolveu a linha JetView, de substratos para impressoras solvente

Tekra desenvolveu a linha JetView, de substratos para impressoras solvente

A Tekra, fornecedora norte-americana de adesivos, lançou no mercado internacional a linha JetView Solvent Inkjet, composta por filmes de poliéster e policarbonato para impressão solvente.

Segundo a empresa, a superfície dos filmes apresenta revestimento receptivo que evita degradação química e permite adesão da tinta solvente ao substrato.

Os substratos estão disponíveis em acabamento branco, texturizado e transparente, em espessuras de 5, 7 e 10mil. São vendidos em rolos de larguras que variam de 48 a 61 polegadas.

Ainda de acordo com a fornecedora, até então, as impressoras solvente estavam restritas a trabalhar com mídias de base vinílica, imprescindível para promover a adesão da tinta à superfície do substrato. Agora, com a linha JetView Solvent Inkjet, é possível aliar os benefícios da impressão solvente (baixo custo, durabilidade, amplo espectro de cores) às aplicações de policarbonato e poliéster.

Fonte: My Print Resource