Kiian lança série de tintas para impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/05/2017
Digistar Bravo será apresentada na Fespa 2017

Digistar Bravo será apresentada na Fespa 2017

A Kiian, fabricante de insumos para impressão digital, participará da Fespa 2017, feira que ocorre entre os dias 8 e 12 de maio, na Alemanha. No evento, a empresa promete lançar a Digistar Bravo, série de tintas dispersas indicadas para equipamentos de estamparia direta em tecidos que empregam cabeças Kyocera.

Desenvolvida para atender aos requisitos de desempenho demandados pela indústria de tecidos, a Digistar Bravo é composta por 11 cores, incluindo dois tipos de preto.

Alessandra Borghi, diretora de vendas da Kiian, declarou: “A Digistar Bravo é parte da nossa estratégia de atender às demandas da indústria de impressão têxtil digital. São tintas da mais alta qualidade e com suporte global”.

Além de lançamentos, a Kiian exibirá na Fespa 2017 todo seu portfólio de materiais para sublimação e estamparia têxtil, com ênfase nas tintas sublimáticas e nas pigmentadas recém-melhoradas. Os visitantes do estande da Kiian também serão informados sobre as certificações da empresa, que dá grande importância para a sustentabilidade

Fonte: Kiian



Esko lança mesa de corte Kongsberg C66

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/11/2017
Equipamento conta com área de produção de 210mm × 4.800mm

Equipamento conta com área de produção de 210mm × 4.800mm

A Esko, fabricante de equipamentos para produção digital, anunciou a Kongsberg C66, mesa de corte e acabamento de mídias corrugadas para sinalização e embalagens.

Com área de trabalho de 3.210mm × 4.800mm, a máquina pode rodar na velocidade de 100m/min e, segundo a empresa, oferece desempenho até 40% maior que outros equipamentos similares com 3m de largura.

A Kongsberg C66 suporta a produções de múltiplas zonas, que asseguram o processamento ininterrupto dos materiais. Isso porque enquanto uma zona da mesa está em ação, o operador pode configurar a outra zona, limpando a peça acabada e carregando uma nova peça. Assim, a máquina pode trabalhar com mídias de 2,2m × 3,2m ou chapas de 2,5m × 4,8m.

O equipamento roda com o software i-cut Production Console (iPC), que controla as funcionalidades da máquina e inclui recursos como controle de câmera, configuração de produção e reconhecimento, calibração e ajustes de ferramentas. Projetado para orientar o operador, o aplicativo incorpora uma série de recursos lógicos e de fácil utilização, como a interface gráfica baseada em ícones. Combinado com o Device Manager, ele oferece o gerenciamento remoto de produção e fornece estimativas do tempo de corte com base nas características dos trabalhos.

A Esko também fornece uma grande variedade de ferramentas opcionais, que podem ser montadas rapidamente e preparadas para cortar e terminar um trabalho específico.

Tom Naess Esko, gerente de produto da Esko, declarou: “A Kongsberg C66 foi projetada para atender a demanda materiais rígidos de grande formato. Ela aumenta a produtividade e, quando combinada a recursos robóticos, garante produção ininterrupta, o que permite a realização rápida e eficiente de embalagens em tiragens mais curtas, sem comprometer a qualidade”.

Fonte: Esko



Sinalização digital pode ser aplicada em escritórios

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/12/2012

Especializada em soluções midiáticas, a Signbox Microsystems, de Singapura, emprega a sinalização digital não apenas para divulgação de produtos e serviços, mas também para comunicação empresarial e engajamento de funcionários e empregados.

"Tanto em pequenas empresas quanto em organizações internacionais, a sinalização digital pode fazer a diferença na comunicação interna das instituições, tendo um impacto muito positivo sobre o engajamento dos funcionários", ressaltou Stuart Lakin, diretor de desenvolvimento de negócios da Signbox.

sinalização digital indoor

Sinalização digital em áreas de descanso dentro das empresas

Para quem se interessa nesse tipo de mídia, a empresa preparou algumas dicas:

• Instale a sinalização digital nos lobbies dos prédios, elevadores e outras áreas em que, comumente, as pessoas fiquem por um tempo maior. A instalação pode veicular uma grande variedade de conteúdo, que vai desde mensagens de boas vindas até vídeos sobre a missão da empresa. A intenção é criar uma boa impressão e, ao mesmo tempo, aumentar o engajamento dos funcionários;

• Nas salas de descanso, substitua placas de aviso por displays digitais. As placas, muitas vezes, contêm informações irrelevantes, colaborando apenas para a poluição visual do local. Com o conteúdo digitalizado, as pessoas se sentem mais envolvidas. Por exemplo: os softwares de sinalização digital permitem a criação e exibição de slides com fotos das últimas atividades desenvolvidas pela equipe da empresa. Eles também podem mostrar convites para a festa de Natal e ou exibir a agenda das próximas reuniões de negócio;

• Use mensagens consistentes e varie (adapte) o conteúdo de acordo com o local e o público. Se você for aplicar a sinalização digital em vários escritórios, prepare um conteúdo específico para cada um deles.

Para Lakin, a sinalização digital não se encaixa apenas em setores como o de relações públicas ou marketing, mas é também um artifício que pode ser utilizado em estratégias de recurso humano em qualquer empresa.

Fonte: Signbox. Tradução e adaptação: InfoSign