ITI apresenta nova impressora têxtil com 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/11/2016
ITI3200-TXK emprega cabeças de impressão Kyocera KJ4B

ITI3200-TXK emprega cabeças de impressão Kyocera KJ4B

A ITI (Inkjet Technology Inc), fabricante norte-americana de equipamentos inkjet, anunciou no mercado internacional a ITI3200-TXK, impressora têxtil com 3,2m de largura que emprega duas ou quatro cabeças Kyocera KJ4B.

As cabeças são aptas a trabalhar com uma tinta especialmente desenvolvida para a produção em tecnologia Dual Production (Produção Dupla), que possibilita tanto a impressão direta em tecidos quanto a impressão em papéis sublimáticos.

A ITI3200-TXK incorpora sistema avançado de manuseio de mídia na parte traseira, para acomodar papéis transfer ou tecidos. Além disso, um aquecedor interno opcional está disponível para aplicações de impressão direta.

A impressora também vem com um sistema de vácuo interno para fixar o papel transfer e evitar que ele enrugue. Outro diferencial é a calha de coleta de tinta, para lidar com impressão direta em tecidos de poliéster ou malhas.

Paul McGovern, gerente geral da ITI, declarou: “No mercado de impressoras têxteis de 3,2m, a ITI está fabricando equipamentos com produção dupla para empresas que exigem um fluxo de trabalho confiável e de alta capacidade. Essas impressoras da ITI são indicadas para estampar banners, papéis transfer e tecidos para decoração”.

Fonte: ITI



NanoLumens lança displays de LED para sinalização digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/04/2013

NanoSlim DS: display LED da NanoLumens, para sinalização digital

NanoSlim DS: display LED da NanoLumens

Durante a Digital Signage Expo 2013, em Las Vegas (EUA), a NanoLumens apresentou duas novidades: o NanoSlim DS e o Nanoflex DS Series. De acordo com os representantes da marca, os displays "flexíveis" de LED chegaram para modificar o padrão deste tipo de sinalização digital.

"Em um mundo onde não há dois clientes iguais, não temos como oferecer soluções engessadas. Cada instalação é única e, portanto, cada projeto deve ser criado especificamente para atender às necessidades de cada aplicação", comentou Rick Cope, presidente e CEO da NanoLumens em Atlanta.

"Os novos NanoSlim DS e Nanoflex DS Series permitem que cada cliente possa criar a melhor experiência digital possível para o seu negócio e seu público", acrescentou.

De acordo com Cope, a NanoLumens desenvolveu um sistema avançado de manufatura que permite fabricar displays de LED em qualquer formato, tamanho ou curvatura.

Segundo Cope, essa nova tecnologia é projetada para dar aos clientes a máxima flexibilidade possível para utilizar a tecnologia LED em grande formato contando com um produto sustentável e de alta qualidade.

Fonte: Digital Signage Connection



Agfa ajuda a reproduzir 200 obras de arte para exibição holandesa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/07/2014

Reproduções srtísticas foram instaladas na exposição 200 Greatest Paintings of the Western

Reproduções artísticas instaladas na exposição 200 Greatest Paintings of the Western

A partir do dia 18 de julho, a cidade de Roterdã, na Holanda, sedia a exposição 200 Greatest Paintings of the Western World (200 Maiores Pinturas do Ocidente), cujo acervo, no entanto, é composto apenas por reproduções de alta qualidade, impressas com tecnologia inkjet de grande formato da Agfa, em uma variedade de mídias, como canvas, madeira, dibond e vidro.

Os curadores da coleção compilaram uma lista das duzentas obras de arte mais cobiçadas, valiosas e famosas da civilização ocidental. O resultado foi uma lista que incluiu pinturas de 80 museus diferentes, feitas por mais de 100 artistas.

Mart Walda, organizador da exposição, declarou: "Nem é preciso dizer que as obras exibidas não são originais. O objetivo da exposição é fazer com que os visitantes experimentem as artes. E tem que ser divertido. Por isso, instalamos projetores, telas sensíveis ao toque e uma série de dispositivos multimídia. E sim, quem quiser tocar as artes pode fazê-lo".

A exposição possui sete divisões, que representam momentos diferentes da história da arte:

  • de 1000 a 1500 (Alta e Baixa Idade Média): Cidades e Estados;
  • de 1500 a 1600 (Renascimento e Reforma): Exploradores e Reformistas;
  • de 1600 a 1700 (Era Dourada): Regentes e Príncipes;
  • de 1700 a 1800 (Iluminismo): Perucas e Revoluções;
  • de 1800 a 1900 (Industrialização): Cidadãos e Motores de Vapor;
  • de 1900 a 1950 (Primeira Metade do Século Vinte): Guerras Mundiais;
  • de 1950 aos dias atuais (Televisão e Computador).

Fonte: What They Think