Inscrições abertas para o Cambea 8

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/12/2017
Oitava edição do campeonato tem novidades

Oitava edição do campeonato tem novidades

Os organizadores do Cambea (Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo) abriram as inscrições para a oitava edição da competição, que será na ExpoPrint Latin America, feira que ocorrerá no Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 20 e 24 de março de 2018. O vencedor terá a oportunidade de disputar o World Wrap Masters Series, em Berlim, na Alemanha.

Entre as novidades do Cambea 8 está a Modalidade Pro, em que 18 equipes disputam o acesso e devem envelopar a lateral de um carro em apenas uma hora (não mais uma hora e meia, como nas edições passadas). Além disso, haverá uma semifinal no quarto dia (sexta-feira), entre seis equipes. Dessas, apenas três a final no sábado, dia 24 de março, com a missão de envelopar o carro inteiro, em cinco horas.

Outra atração do evento é o Cambea Fast. Nela, qualquer pessoa pode envelopar o capô de um carro. A ideia é fazer o trabalho no menor tempo possível, e quebrar o atual recorde, que é de 4min35s. 

A ExpoPrint também contará com o Cambea Lab, espaço onde será possível aprender técnicas únicas de envelopamento. Justin Pate, considerado um dos maiores especialistas em envelopamento automotivo do mundo, marcará presença e apresentará seus macetes, adquiridos ao longo de 20 anos de experiência.

Outras atrações também poderão ser vistas no estande da Alltak, idealizadora do Cambea. O holandês Joffrey Van Der Jagt, da ProWrap, especialista no estilo livre, estará no Brasil para transformar carros em obras de arte.

As inscrições para o Cambea Pro estão abertas no site do Cambea (www.cambea.com.br). Para as demais provas, o participante pode fazer suas inscrições gratuitas durante o próprio evento.

O Cambea conta com a idealização e patrocínio da Alltak, APS Marketing de Eventos e ExpoPrint Latin America. 

Marcelo Souss, idealizador do evento, declarou: “Queremos fazer o melhor CAMBEA de todos os tempos, promovendo o maior encontro do envelopamento do país, reunindo o que há de melhor no cenário nacional”.

Fonte: Expoprint



Dicas de armazenamento de vinil autoadesivo

Por Eduardo Yamashita em 18/11/2013

A primeira dica é fazer um levantamento de todos os substratos (mídias) usados na empresa. Se você trabalha com adesivação e envelopamento, vai encontrar vinis autoadesivos em rolos, folhas recortadas e imagens impressas. A seguir, veja a melhor forma de armazená-los.

Ambiente

Para armazenar os substratos, é necessário ter um ambiente seco e limpo (livre de sujeira e água). Isso porque as partículas sólidas podem contaminar a superfície dos filmes de PVC (dos vinis).

A contaminação afeta o desempenho da mídia. Já a umidade pode ser absorvida pelo liner (de papel), o que diminui a estabilidade do vinil durante a impressão ou o recorte.

Temperatura do ambiente

A temperatura do ambiente deve ser controlada. O ideal é trabalhar entre 20ºC e 30ºC. Lembre-se: a performance do adesivo do vinil pode ser alterada em ambiente com temperatura elevada. Além disso, o tempo de vida do material fica reduzido.

Outro componente que pode ser afetado é o PVC. Existe a possibilidade de o plastificante migrar para a superfície do filme, contaminando-o e provocando problemas na impressão digital; se migrar para a camada de adesivo, diminui a vida útil do vinil autoadesivo.

Umidade do ar

A umidade do ar deve ser controlada pelos mesmos motivos descritos no item anterior. Recomenda-se que ela fique em torno de 50% – e nunca mais de 75%.

Equipamentos

Equipamentos de controle de umidade são caros. Por isso, é comum ver empresas utilizando apenas condicionadores de ar, que são removedores de umidade. Então, se você os utiliza para diminuir a temperatura, saiba que eles também removem a umidade do ar do ambiente.

Se possível, invista em equipamentos de controle de umidade de ar

Se possível, invista em equipamentos que controlam a umidade de ar

Armazenamento

Importante: os rolos de vinil devem ficar suspensos, pois dessa forma o peso da mídia não se concentra numa região da bobina, assim não se formam marcas cíclicas na impressão e no filme de PVC. Há materiais cuja embalagem tem um suporte que evita o contato da mídia com qualquer superfície.

A dica é não descartar o suporte que vem na embalagem. Ele é fundamental para manter o material em suspensão (a imagem abaixo ajuda a entender isso) e diminui o espaço ocupado pelos rolos de vinil autoadesivo.

Armazenamento de rolos suspensos

Armazenamento de rolos suspensos

Evite armazenar os rolos em pé, pois as bordas das bobinas podem ser contaminadas e também absorver umidade indesejada. Nunca os deixe na posição horizontal nem apoiados a uma superfície (mesa, piso, prateleira etc).

Proteja os rolos com um saco plástico para não acumular poeira. Use os plásticos que vêm nas próprias embalagens dos rolos.

No caso das folhas cortadas, armazene-as em montes embalados com filmes plásticos, para não sofrerem contaminações de poeira e para manter a umidade do liner do vinil.

Evite armazenar os rolos em pé ou deitados e apoiados

Evite armazenar os rolos em pé ou deitados e apoiados

As imagens impressas devem ser enroladas e armazenadas. Nunca use diâmetros menores que o do tubete original. E jamais enrole a mídia de maneira que a imagem fique "voltada" para dentro. Isso prejudica a performance do material. Para proteger a última volta do rolo, enrole um plástico ou papel. E não empilhe as imagens umas sobre as outras, pois as debaixo podem ser prejudicadas pelo peso das que ficam em cima.

Para finalizar, é importante destacar a importância da vida útil dos materiais. Obedeça sempre as instruções do fabricante e respeite os prazos de validade. Caso contrário, você poderá enfrentar problemas de baixa aderência do vinil à superfície.

 

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



Value Vinyls apresenta nova mídia

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/07/2014

Fornecedora norte-americana anuncia novo substrato

Fornecedora norte-americana anuncia novo substrato

Value Vinyls, fornecedora norte-americana de mídias, anunciou o lançamento do Soluna, substrato usado para confecção de toldos. Segundo a empresa, o material foi projetado para garantir tração superior e resistência ao rasgo.

Disponível em 11 cores, a mídia tem propriedades para retardar o fogo, além de ser resistente a UV e bolor.

Com cinco anos de garantia, o substrato é à prova de água, fácil de limpar e é revestido com laca acrílica que permite a impressão no toldo.

Fonte: SGIA