Inca lança divisão especial para comercialização da linha SpyderX

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/05/2016
SpyderX opera na velocidade máxima de 230 metros quadrados por hora

SpyderX opera na velocidade máxima de 230 metros quadrados por hora

A fabricante Inca Digital anunciou ter criado uma divisão especial de vendas para a comercialização da série de impressoras Inca SpyderX, que atuará por meio de uma ampla rede internacional de revendas especializadas.

A Inca Digital é conhecida pela fabricação das impressoras Onset, vendidas exclusivamente pela Fujifilm, e dos equipamentos Truepress Jet, comercializados pela Screen GP. Já para a linha SpyderX, a fabricante preferiu gerenciar uma operação de vendas dedicada, liderada por Laura Bannister. Algumas revendas, como a Schneidler Grafiska (da Suécia) e a Digital HiRes (da Espanha), já estão comercializando modelos Inca SpyderX na Europa.

Híbrida, a SpyderX emprega sete cores de tinta e apresenta mesa de impressão com largura de 3,2m. Capaz de lidar com substratos rígidos e flexíveis, o equipamento oferece produção em alta velocidade de até 230m2/h.

A SpyderX baseia-se nas tecnologias das impressoras Spyder 320, Onset e OnsetX, lançada no ano passado. Atualmente, aproximadamente mil impressoras Inca – fabricadas em Cambridge, Reino Unido – estão em operação para produzir globalmente gráficos e materiais de comunicação visual.

John Mills, CEO da Inca Digital, declarou: “Este é um passo significativo, uma evolução natural dos nossos negócios. A SpyderX é uma impressora poderosa e versátil que pode produzir uma vasta variedade de mídias. Nossos parceiros e seus clientes têm acesso à equipe que projetou e construiu esta impressora, e eles vão ter suporte de primeira linha e on-line, além de contar com a experiência técnica de nossos engenheiros altamente experientes”.

Fonte: Inca Digital



EFI vende um milhão de litros de tinta em menos de um ano

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/01/2013

Recentemente, a EFI, fabricante de impressoras digitais, anunciou que, entre janeiro e novembro de 2012, vendeu um milhão de litros de tinta UV (em todo o mundo). Segundo os representantes da companhia, isso é um reflexo do aumento contínuo dos clientes que empregam impressão de grande formato.

"Atingirmos a marca de um milhão de litros de tinta UV vendidos em um período de 11 meses confirma a posição da EFI como líder no mercado, e mostra o quanto nosso produto é de confiança", afirmou Scott Schinlever, vice-presidente sênior e gerente geral de soluções de jato de tinta da EFI.

Segundo Schinlever, a ideia da empresa é inovar levando em conta o que almejam seus clientes. "Atingir este marco é uma indicação de que a EFI formula tintas de alta qualidade, combinadas com as nossas tecnologias de impressão de grande formato. Essas soluções atendem as demandas de pequenas tiragens, com qualidade e velocidade de produção", disse.

Em seu portfólio, a EFI conta com diversos produtos voltados para a impressão digital. Além das tintas ultravioletas, ela também trabalha com sistemas de cura LED.

Impressoras EFI consumiram mais de um milhão de litros de tinta UV em 2012

Impressoras EFI consumiram mais de um milhão de litros de tinta UV em 2012

Fonte: EFI. Texto: InfoSign



MTEX lança três equipamentos de impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2017
Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

A fabricante MTEX anunciou três novas máquinas para impressão direta em tecidos. Indicados para produção de grandes tiragens, os equipamentos são capazes de trabalhar na resolução de 1.440dpi e disparar gotas com 3 a 24 picolitros.

Segundo a empresa, as impressoras são modulares e podem ser configuradas para atender às necessidades de negócios. Por exemplo, novas cabeças podem ser adicionadas para aumentar a capacidade produtiva das máquinas, que são:

MTEX Dragon: com 1,9m de largura, vem com oito cabeças, para trabalhar com 4 ou 8 cores. Indicada para sinalização e decoração interna, a máquina pode imprimir na velocidade de 137m2/h, em 720dpi;

MTEX Scorpion: com 1,9m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Com 16 ou 32 cabeças, a máquina é indicada para o mercado de moda, por empregar tintas ácidas, pigmentadas e reativas. Trabalha na velocidade de 550m2/h;

MTEX Eagle: com 3,2m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Capaz de produzir a 543m2/h, é indicada para empresas de sinalização e decoração que empregam tinta dispersa ou pigmentada.

Eloi Ferriera, CEO da MTEX, declarou: “Investimos milhões nas instalações de P&D, de modo que agora fabricamos tudo internamente. Investimos em corte de aço, usinagem de aço, router CNC, pintura robótica, controle de produção, controle de qualidade, montagem de hardware, testes de equipamentos e muito mais. Agora, temos total controle sobre planejamento, produção, fabricação e teste, permitindo o desenvolvimento de produtos de ponta”.

Fonte: Fespa