Inca Digital lança serviço de apoio ao cliente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/12/2013

Por meio de monitoramente remoto, é possível detectar futuras falhas das impressoras Inca

Por meio de monitoramento remoto, é possível detectar futuras falhas nas impressoras Inca

A Inca, fabricante de impressoras digitais, lançou um serviço de apoio aos usuários de equipamentos inkjet UV da marca. Chamada Branded Inca Vision, a novidade permite o monitoramento remoto das máquinas, com o qual é possível reconhecer e antecipar falhas.

John Mills, CEO da Inca, declarou: "A última coisa que as empresas querem é perder tempo por causa de impressora parada. Com o Inca Vision, é possível detectar possíveis problemas antes que eles aconteçam, o que evita atrasos e prejuízos".

Com os dados recolhidos das impressoras, os engenheiros da Inca podem, ainda, determinar a qualidade das operações das máquinas e perceber se há a necessidade de intervenções.

Mark Noble, gerente de atendimento ao cliente da Inca, foi taxativo: "Em média, 60% dos casos são resolvidos remotamente. Com o lançamento do Branded Inca Vision, temos o objetivo de aumentar o número geral de casos resolvidos dessa maneira".

Fonte: Large Format Review



Durst Brasil lança impressoras Kappa 180 V2 e Kappa 320

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2014

Durst Brasil apresenta a impressora Kappa 320

Durst Brasil apresenta a impressora Kappa 320

A subsidiária brasileira da Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento de novos equipamentos inkjet para o segmento têxtil: o Kappa 180 V2 e o Kappa 320. Conheça as principais características técnicas das máquinas:

Kappa 180 V2

Robusta, a impressora apresenta oito canais de cores de tinta e nova unidade secadora, que permite secagem sem o contato com a mídia, em três fases e a uma temperatura máxima de 130ºC. Produz imagens em 1000dpi e apresenta velocidade variável: de 580m2/h (modo de passagem única) ou de 297m2/h (dupla passada).

As tintas usadas na Kappa 180 V2 receberam certificação GOTS (Global Organic Textile Standard), que assegura que o processo é ecológico e não agride as fibras dos tecidos, o meio ambiente ou os operadores.

Kappa 320

Impressora que possui secador horizontal com três passagens, produz em resolução de 1000dpi, apresenta oito canais de tinta e pode trabalhar com diferentes tipos de tecidos. A máquina emprega software RIP da Caldera e sistema CostView, que automaticamente calcula os custos de produção e emissão de CO2. A impressora produz em velocidades que variam de 340m2/h a 650m2/h.

Flávio Hirata, CEO da Durst Brasil, declarou: "O mercado mundial de impressão têxtil produz cerca de 27 mil metros quadrados. Destes, apenas 1% foi realizado via processo digital. Nesse contexto, há estimativa de crescimento de 3% ao ano para as aplicações digitais. Assim, nossa expectativa com os novos modelos Kappa é enorme, e queremos repetir o sucesso nas instalações que já obtivemos em um passado recente com a Kappa 180″.

As novas impressoras serão apresentadas também na Febratex 2014, feira que ocorre de 12 a 15 de agosto, no Parque Vila Germânica em Blumenau (SC).

Fonte: Durst Brasil



Epson anuncia construção de nova fábrica de tecnologia inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/11/2016
Com planta, empresa pretende triplicar produção de cabeças inkjet

Com planta, empresa pretende triplicar produção de cabeças inkjet

A Seiko Epson Corporation, desenvolvedora de tecnologias inkjet, realizou recentemente uma cerimônia para anunciar a construção de uma nova fábrica em Shiojiri, no Japão.

A nova planta, que começará a operar em 2018, produzirá, entre outros produtos, cabeças de impressão PrecisionCore, elemento principal das impressoras inkjet da Epson. Com esse incremento, a empresa pretende triplicar sua atual capacidade de produção de cabeças. Além disso, a nova fábrica terá departamentos de pesquisa e desenvolvimento, que deverão estimular o aperfeiçoamento das atuais tecnologias e a evolução de novas soluções inkjet.

A Epson afirma que, nos segmentos comercial e industrial, está em curso uma rápida substituição das tecnologias de impressão analógica para soluções digitais, o que deverá gerar uma grande procura por impressoras inkjet para aplicações em sinalização, estamparia têxtil e rótulos de produtos. A nova fábrica está preparada para dar conta dessa demanda.

Com 10.451m² de área construída, a planta, cuja arquitetura foi pensada para resistir a terremotos, terá cinco andares compostos por aço.

Fonte: Epson