Novas impressoras Océ Arizona 480 chegam ao mercado internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Arizona 480 GT: impressora UV plana da Océ

A Océ, fabricante de impressoras digitais, aproveitou as recentes feiras internacionais para lançar dois equipamentos planos (flatbed) da linha Arizona®: o 480 GT (mesa de 1,25 x 2,5m) e o 480 XT (2,5 x 3,05m). Além das características típicas da família, como a tecnologia Océ VariaDot® (pontos de dimensões variadas), as impressoras incluem uma série de novidades técnicas:

Oito canais independentes de tinta

Os quatro primeiros canais são dedicados às cores do padrão CMYK. Porém os canais "5" e "6" podem ser configurados de duas maneiras:

  • Verniz e tinta branca: combinados, esses dois insumos podem criar aplicações únicas. A tinta branca, por exemplo, pode ser usada para fazer impressões em substratos coloridos, incluindo backlits. Já o verniz serve para dar acabamento superficial (reserva ou total);
  • Duas vezes tinta branca: nesse caso, dois canais ("5" e "6") são usados para o branco, proporcionando o dobro da opacidade na impressão.

Os demais canais, "7" e "8", podem ser usados para aumentar a produtividade, ao acrescentar mais tintas cyan e magenta. Esse esquema é chamado de CM2 e oferece modos de operação de alta qualidade, mas de velocidades maiores (quase 25% mais rápido do que o modo de produção normal, sem os canais adicionais de tintas).

Impressora Océ Arizona 480 XT possui oito canais de tintas

Compensação de pixel

As impressoras Océ Arizona 480 usam uma nova tecnologia que, segundo a fabricante, otimiza a nitidez, densidade e uniformidade das imagens impressas, tanto em substratos em bobina quanto naqueles fixados na mesa. Para tanto, os equipamentos têm a capacidade de fazer compensações de pixels nas imagens, deixando-as mais equilibradas.

Sistema de vácuo (na mesa da impressora)

Há seis zonas de vácuo na Océ Arizona 480 GT. Já na Océ Arizona 480 XT, são sete áreas. Estas zonas foram projetadas para trabalhar com os formatos de mídias mais usados no mercado, para reduzir o manuseio de substratos feito pelos operadores.

Modo "Batch"

Com essa nova função, o operador pode imprimir um conjunto de mídias (por exemplo: 50 itens de 90 x 120cm e 30 itens de 122 x 243cm) numa mesma produção.

Mais características técnicas

As duas novas impressoras da Océ podem imprimir em mídias rígidas de até 50,8mm de espessura. Trabalham em velocidade de impressão de 25,3m2/h, para estampar diversos materiais rígidos e flexíveis. A empresa vende como opcional o sistema de alimentação de substrato do tipo rolo a rolo, que suporta bobinas com 2,2m de largura.

Veja mais: conheça um pouco da fabricação das impressoras Arizona:

Fonte: Océ. Texto: InfoSign



DSI inaugura showroom em Maringá

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/03/2018
Empresa distribui equipamentos Epson

Empresa distribui equipamentos Epson

A DSI, distribuidora de impressoras digitais, realizou no dia 15 de março um open house para inaugurar seu showroom na cidade de Maringá (PR). O novo espaço conta com soluções da marca Epson para os segmentos de tecidos, sublimação, comunicação visual e etiquetas.

A DSI atua no mercado desde 1992. Inicialmente, prestou serviços de estamparia e impressão. Mais tarde, passou a vender equipamentos e suprimentos e prestar assistência técnica. Então, em 2002, a empresa firmou parcerias internacionais para trazer ao Brasil produtos de impressão sublimática digital.

Com matriz no Rio Grande do Sul, a DSI atualmente distribui impressoras de grande formato da Epson e conta com equipe técnica qualificada. Além do novo showroom em Maringá, a empresa tem unidades em São Paulo (SP), Campina Grande (PB) e Belém (PA).

Fonte: DSI

Tags: DSI, Epson,


O que você precisa saber para comprar uma impressora de grande formato

Por Evelin Wanke em 08/11/2013

Está pensando em adquirir uma impressora digital de grande formato? Pois saiba que essa é uma decisão que tem várias implicações técnicas e financeiras. A seguir, conheça algumas delas, que certamente serão de grande valia antes, durante e depois de você ter comprado um equipamento inkjet.

Cliente

Qual é o perfil dos clientes que você deseja atingir? Responder a essa questão é fundamental para definir a categoria da impressora a ser escolhida, considerando as características de produtividade e de qualidade de impressão.

Custos

Leve em consideração o preço do equipamento e dos consumíveis (tinta, cabeça e insumos). Porém, tome o cuidado de também analisar o custo total de impressão. Geralmente, os interessados em impressoras fazem apenas o levantamento do custo da tinta ou do metro quadrado da mídia impressa.

Importante: considere o custo total de impressão

Importante: considere o custo total de impressão

Consumo real de tinta por metro quadrado

Antes de adquirir a impressora, visite o showroom do fornecedor e meça o consumo de tinta – usando o software do equipamento. A diferença de consumo entre diferentes equipamentos é facilmente notada. Além disso, verifique o tipo de cabeça de impessão usada na máquina. Existem tecnologias mais avançadas que otimizam o formato e o volume (picolitro) das gotas disparadas, também definem o local certo no qual elas serão posicionadas.

Cabeça de impressão

É necessário trocar as cabeças de impressão periodicamente, e dois fatores influenciam sua durabilidade: tecnologia e tipo de tinta. Para saber o custo delas para que você acrescente ao custo de impressão, pergunte ao fornecedor o preço de uma cabeça nova e quantos metros ela é capaz de imprimir. Divida um valor pelo outro e multiplique o resultado pelo número de cabeças do equipamento.

Consumo de energia

Veja quanto o equipamento consome em operação e em modo stand-by. Existem impressoras que consomem 650W, ao passo que há máquinas que gastam sete vezes mais. Analise também a manutenção de seu equipamento. Ele precisa ficar ligado nos momentos de descanso (finais de semana, feriados, férias)? Lembre-se de que nesse modo, a impressora consome energia.

Itens opcionais

Não se deixe enganar pelo preço de uma proposta. Questione se estão inclusos itens como instalação, nobreak e rebobinador. Muitos fornecedores costumam apresentar orçamentos básicos para chamar a atenção dos clientes, que depois descobrem que precisam comprar uma série de itens opcionais para ter uma impressora completa.

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Sistema de tintas

Se considerar as tintas à base de solvente livres de metais pesados, é possível eliminar o investimento em sistemas de exaustão. Porém, tome cuidado com o termo "eco", que pode significar "econômico", em vez de "ecológico".

Suporte técnico

Avalie o suporte técnico do fornecedor no Brasil. É importante pesquisar a qualidade e a localização dos centros técnicos. Compre produtos com garantia. Muitas empresas tiveram experiências negativas com equipamentos importados, porque não analisaram o posterior fornecimento de peças.

Dica: procure um empresário que já use o equipamento que você quer comprar e pergunte-lhe sobre o atendimento pós-venda do fabricante.

Muitas vezes, vale a pena gastar um pouco mais no equipamento com mais tecnologia, pois o investimento pode ser recuperado em pouco tempo. Além disso, a economia do processo pode ajudar a aumentar a rentabilidade e possibilitar futuros investimentos em outras máquinas.

Evelin Wanke é especialista de produtos Epson para a linha de Grandes Formatos.