Impressora para estamparia digital, MTEX500 ganha novo distribuidor

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/12/2012

impressora estamparia digital

MTEX500 tem 1,8m de largura de impressão e cinta para transporte de tecidos

Recém-lançada na feira Viscom, em Frankfurt (Alemanha), a MTEX500, voltada para impressão direta em tecido, foi adicionada ao portfólio da Digital Print Innovations (DPI), fornecedora britânica de máquinas para estamparia digital e comunicação visual.

A máquina de 1,8m de largura de impressão é resultado de um contrato OEM entre a japonesa Mimaki e a POD, da Europa. Destaque nesse continente, a MTEX500 trabalha com as seguintes soluções de tintas:

  • Dispersa (para poliéster): atende o mercado de sinalização e comunicação visual;
  • Reativa (algodão): tecidos para lar e vestuário;
  • Ácida (seda e nylon): moda esporte e praia;
  • Pigmentada (tecidos mistos): guarda-sol, moda e indústria automobilística.

A MTEX500 emprega cabeças de impressão Ricoh Gen5, capazes de produzir pontos de tamanhos variados. A impressora pode usar o conjunto de quatro ou oito cores e trabalha com resolução máxima de 1.200dpi e velocidade máxima de 100m2/h.

Um grande diferencial da impressora fica por conta do sistema de alimentação de substrato. Trata-se de uma tecnologia de cinta adesiva — sincronizada com o grupo de impressão — que carrega o material pela máquina. Ela é capaz de trabalhar até mesmo com os tecidos difíceis de serem transportados, como a lycra. A cinta possui um sistema de limpeza (lava e seca) que funciona durante toda a operação, evitando a contaminação dos tecidos por poeira, resíduos e marcas d’água.

Stewart Bell, gerente de vendas da DPI, comenta: "A MTEX3200 é uma solução completa para estamparia digital, que prescinde de calandra, e pode causar impactos no mercado têxtil tradicional. Em breve, estaremos apresentando a máquina tanto na Fespa Digital quanto na Sign and Digital. Teremos também um novo site".

Fonte: DPI. Texto: InfoSign

 



EFI apresentará tecnologias de impressão digital em cerâmica na Expo Revestir 2017

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2017
Impressoras Cretaprint são indicadas para as indústrias de cerâmica

Impressoras Cretaprint são indicadas para as indústrias de cerâmica

A EFI, fabricante de impressoras digitais, estará presente na Expo Revestir 2017, feira que será realizada em São Paulo entre os dias 7 e 10 de março. Durante o evento, a empresa promete apresentar seu portfólio de tecnologias para design de interiores e de cerâmica. Além das impressoras Cretaprint, a EFI exibirá em seu estande as tintas originais Cretacolor e o fluxo de trabalho Fiery.

Entre os equipamentos que a EFI levará para a Expo Revestir 2017 está a Cretaprint D4. Com 12 barras de impressão, a máquina oferece a capacidade de incorporar uma ampla gama de tintas para estampar cerâmicas.

A empresa também exibirá a série de impressoras EFI SOL. Com opções de 700mm a 1800mm de largura, a linha foi criada para estampar produtos de porcelanato polido para pisos de alto tráfego. Essas impressoras permitem injetar tinta à base de sal solúvel, o que proporciona cores mais ricas para decorações em porcelanato com acabamento “lapatto” (brilhante) e polido.

Outra máquina que faz parte da linha Cretaprint é a M4. Indicada para estamparia de substratos com formatos maiores, a impressora tem funções avançadas e inteligentes para personalizar produtos de cerâmica de projetos arquitetônicos, como fachadas, pisos, revestimento e bancadas.

Marcelo Agostinho, gerente de vendas da EFI, declarou: “Com tantas inovações disponíveis, estamos ainda mais animados para encontrar nossos clientes na Expo Revestir 2017. No estande da EFI, os visitantes poderão apreciar um showroom com a exposição de aplicações cerâmicas diferenciadas, inovadoras e criativas, além de ver demonstrações ao vivo das soluções e equipamentos da linha EFI Cretaprint”.

Fonte: EFI



Mimaki lança ecossistema completo de estamparia digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/05/2018
Fluxo de trabalho envolve pré-tratamento, impressão, vaporização e lavagem

Fluxo de trabalho envolve pré-tratamento, impressão, vaporização e lavagem

A fabricante Mimaki anunciou o lançamento da série Rimslow, composta por equipamentos para pré e pós-tratamentos no fluxo de trabalho de impressão digital têxtil.

A linha compreende uma nova unidade de pré-tratamento (TR300-1850C), dois vaporizadores (TR300-1850S e TR600-1850S) e um lavador (R600-1850W). Os equipamentos são fabricados pela empresa australiana Rimslow Global, que a Mimaki adquiriu em novembro de 2017.

A impressão inkjet direta em tecidos envolve o quatro processos: pré-tratamento (aplica-se um agente no tecido, para evitar o sangramento da tinta), impressão (executada por equipamentos a jato de tinta), vaporização (para fixar a tinta impressa no tecido) e lavagem (para retirar o excesso de tinta e agentes de tratamento).

As condições de produção têm influência na qualidade final do produto (penetração da impressão, qualidade de imagem, densidade de cor e propriedades de tingimento) e, para fixá-las, são necessários investimento, tempo e conhecimento. Por isso, é importante contar com uma solução completa, com dispositivos integrados.

Segundo a Mimaki, a integração dos equipamentos necessários para a produção de impressão direta em tecidos diminui o tempo de inatividade das máquinas, além de economizar tempo e dinheiro.

Em relação à impressão por sublimação direta, é necessário utilizar um tecido com pré-tratamento, que pode ser realizado por meio de equipamento da série Rimslow, da Mimaki.

Fonte: Mimaki