Impressora Nyala é a mais vendida em sua categoria na Europa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/04/2019
Equipamento suíço é fabricado swissQprint

Equipamento suíço é fabricado swissQprint

Pelo quarto ano consecutivo (2018), a Nyala, impressora UV fabricada pela swissQprint, foi a mais vendida em sua categoria na Europa. A informação foi constatada pelo Infosource, instituto de pesquisa de mercado com sede em Genebra, na Suíça.

Carro-chefe da swissQprint, a Nyala tem sido a escolha preferencial entre gráficas e birôs europeus entre as impressoras UV planas (ou híbridas) com largura maior que 152cm e faixa de preço entre 130.000 e 500.000 euros.

A impressora suíça tem design modular e oferece uma variedade de opções para atender às necessidades dos usuários. Além disso, adaptações são possíveis a qualquer momento.

De acordo com a fabricante, os sistemas swissQprint estão provando ser absolutamente confiáveis em versatilidade e qualidade de impressão. Com baixos custos operacionais, os equipamentos também têm alta durabilidade. Os usuários citam isso como mais um ponto positivo em suas decisões de investimento.

Fonte: swissQprint



Ampla concorre ao Prêmio Pini 2018

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/09/2018
Fabricante concorre na categoria de equipamentos de grandes formatos

Fabricante concorre na categoria de equipamentos de grandes formatos

A Ampla, fabricante brasileira de impressoras digitais, está concorrendo pela primeira vez ao Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, na categoria “Equipamentos para Impressão Digital em Grandes Formatos”.

Com mais de 60 categorias, o público-alvo do Prêmio Pini é de empresas de todos os segmentos do mercado gráfico. Os produtos inscritos passarão por uma pré-seleção, e os cinco finalistas de cada categoria serão submetidos à votação aberta, entre profissionais da Comunidade Pini: assinantes das revistas, cadastrados nos portais e sites, usuários de sistemas Pini e alunos do Instituto Pini.

A cerimônia de premiação dos vencedores será realizada no dia 27 de novembro de 2018, no Espaço das Américas, na capital paulista.

Ricardo Augusto Lie, diretor de negócios da Ampla, declarou: “Estamos muito orgulhosos e felizes por estarmos concorrendo ao Prêmio Pini, um dos mais importantes reconhecimentos do setor. Existe um movimento de atualização do parque gráfico brasileiro que abre espaço para a aplicação de novas tecnologias, assim como para componentes e equipamentos. Percebemos também um amadurecimento dos referenciais do mercado em relação à aplicação das diferentes tecnologias de impressão digital, o que contribui para a consolidação da imagem de segurança e confiança da nossa marca”.

Fonte: Ampla



Impressora para estamparia digital, MTEX500 ganha novo distribuidor

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/12/2012

impressora estamparia digital

MTEX500 tem 1,8m de largura de impressão e cinta para transporte de tecidos

Recém-lançada na feira Viscom, em Frankfurt (Alemanha), a MTEX500, voltada para impressão direta em tecido, foi adicionada ao portfólio da Digital Print Innovations (DPI), fornecedora britânica de máquinas para estamparia digital e comunicação visual.

A máquina de 1,8m de largura de impressão é resultado de um contrato OEM entre a japonesa Mimaki e a POD, da Europa. Destaque nesse continente, a MTEX500 trabalha com as seguintes soluções de tintas:

  • Dispersa (para poliéster): atende o mercado de sinalização e comunicação visual;
  • Reativa (algodão): tecidos para lar e vestuário;
  • Ácida (seda e nylon): moda esporte e praia;
  • Pigmentada (tecidos mistos): guarda-sol, moda e indústria automobilística.

A MTEX500 emprega cabeças de impressão Ricoh Gen5, capazes de produzir pontos de tamanhos variados. A impressora pode usar o conjunto de quatro ou oito cores e trabalha com resolução máxima de 1.200dpi e velocidade máxima de 100m2/h.

Um grande diferencial da impressora fica por conta do sistema de alimentação de substrato. Trata-se de uma tecnologia de cinta adesiva — sincronizada com o grupo de impressão — que carrega o material pela máquina. Ela é capaz de trabalhar até mesmo com os tecidos difíceis de serem transportados, como a lycra. A cinta possui um sistema de limpeza (lava e seca) que funciona durante toda a operação, evitando a contaminação dos tecidos por poeira, resíduos e marcas d’água.

Stewart Bell, gerente de vendas da DPI, comenta: "A MTEX3200 é uma solução completa para estamparia digital, que prescinde de calandra, e pode causar impactos no mercado têxtil tradicional. Em breve, estaremos apresentando a máquina tanto na Fespa Digital quanto na Sign and Digital. Teremos também um novo site".

Fonte: DPI. Texto: InfoSign