Impressora de etiquetas da Epson recebe certificação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
ColorWorks C7500 recebeu nos EUA selo da Applied Data Corporation

ColorWorks C7500 recebeu nos EUA selo da Applied Data Corporation

A Epson America anunciou que, nos Estados Unidos, a impressora de etiquetas ColorWorks C7500 recebeu a certificação da Applied Data Corporation (ADC), fornecedora de software de gerenciamento voltado para as indústrias de serviços alimentares. Portanto, o equipamento pode gerar etiquetas com códigos de barras para alimentos frescos vendidos em mercearias, padarias e outros estabelecimentos similares. Os rótulos também podem incluir informações de preço, fatos nutricionais e avisos para alérgicos.

A ColorWorks C7500 roda a 59 pés por minuto e é indicada para empresas que exigem alto volume de etiquetas primárias de alta qualidade de impressão e que sejam duráveis e econômicas. Com cabeças PrecisionCore, a máquina pode economizar até 50% dos custos totais de rotulagem, quando comparada ao uso de rótulos pré-impressos.

Andrew Moore, gerente de produto da Epson America, declarou: “Esta certificação oferece aos clientes a solução de rotulagem colorida e sob demanda ideal para a indústria alimentícia. A máquina não só permite que os clientes da ADC criem rótulos de cores de alta qualidade, mas também ajuda a marcar produtos”.

Fonte: Epson



HP e Mimaki certificam mídias Heytex para impressão látex

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/01/2014

Cinco mídias da Heytex receberam o selo de qualidade da HP e da Mimaki

Cinco mídias da Heytex receberam o selo de qualidade da HP e da Mimaki

A HP e a Mimaki, fabricantes de impressoras digitais, anunciaram no mercado internacional a certificação de mais cinco substratos da Heytex, fornecedora de mídias para comunicação visual. O selo garante que as mídias apresentam propriedades técnicas para a impressão látex.

Além do Heytex light B1, frontlit para aplicações outdoor de longa duração, que já havia recebido a certificação, a lista de substratos com a aprovação da HP e da Mimaki contém os seguintes materiais:

  • Heytex Soft Blueback: mídia para banner indoor, de grande formato, brilhante e resistente a rasgo;
  • Heytex Digitex Superior: frontlit com uma única face para impressão;
  • Heytex Digitex Decoflex: tecido sem PVC e com revestimento de acrilato de silício;
  • Heytex Digitex Heylux: backlit altamente translúcido e livre de PVC.

De acordo com a Heytex, para receber o certificado, as mídias passaram por uma bateria de testes que checaram a qualidade dos materiais durante impressões e depois delas.

O certificado também garante o desempenho das mídias em impressão solvente e ecossolvente de equipamentos HP e Mimaki.

Fonte: My Print Resource



Tecnologia inkjet é introduzida na fabricação de telas OLED

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/11/2013

A Kateeva, empresa californiana de tecnologia, anunciou o Yieldjet, equipamento de impressão a jato de tinta (inkjet) projetado para produzir grandes volumes de OLEDs. É a primeira solução no mundo com tal finalidade.

De acordo com a empresa, a máquina pode baratear o custo de produção dos diodos, pois oferece uniformidade ao filme de revestimento e possui uma câmara de nitrogênio, que pode dobrar o tempo de vida útil do diodo.

Yieldjet: impressora a jato de tinta de grande formato usada na confecção de OLDEs

Yieldjet: impressora a jato de tinta de grande formato usada na confecção de OLEDs

Conor Madigan, presidente da Kateeva, declarou: "A impressora Yieldjet vem para acabar com problemas técnicos que estavam dificultando a fabricação em larga escala de OLEDs. Estamos animados em fazer valer essa nova tecnologia."

Atualmente, a fabricação de OLEDs passa por dificuldades e gargalos, pois emprega a técnica de evaporação a vácuo de máscaras. Trata-se de um artifício simples, mas ineficiente. A impressão a jato de tinta é considerada a substituta ideal em função de sua arquitetura, desempenho e maior confiabilidade de processo, além de aumentar a vida útil dos diodos

Mercado

As televisões de 55 polegadas de OLED chegaram ao mercado este ano. Jennifer Colegrove, presidente da Touch Display Research, prevê que em 2014 as tevês OLED vingarão e que em 2020 esse mercado alcançará 15,5 bilhões dólares.

As tecnologias de informática que utilizam OLED também têm futuro auspicioso. Na visão da IHS Inc, a receita em 2013 desse mercado deve chegar a 21,9 milhões. Em 2014, esse número deve pular para 94,8 milhões de dólares. Para 2020, a previsão é de 5,5 bilhões de dólares.

Tecnologia OLED tende a crescer nos próximos anos

Tecnologia OLED tende a crescer nos próximos anos

Fonte: Kateeva