HP lança impressoras digitais com tecnologia de sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2019
Equipamentos são indicados para estamparia têxtil digital

Equipamentos são indicados para estamparia têxtil digital

A HP anunciou no mercado internacional a nova série HP Stitch S, composta por três modelos (S300, S500 e S1000) de impressoras digitais para estamparia têxtil.

Entre os diferenciais da linha, a HP destaca:

- Correspondência de cores: a máquina vem com espectrofotômetro integrado, além das soluções de RIP e armazenamento em nuvem;

- Cabeça de impressão térmica: reduz tempo e desperdícios e ajuda na reprodução fiel de cores;

- Sublimação: no papel transfer ou diretamente em tecidos;

- Redução de tempo de inatividade: o serviço HP Proactive oferece suporte preventivo.

A HP também lançou um conjunto de papéis de sublimação para ser usado nas impressoras da série HP Stitch S. As mídias foram desenvolvidas e testadas para oferecer maior qualidade de imagem e consistência de cores.

Santi Morera, diretor de negócios de soluções gráficas da HP, declarou: “As tendências de decoração e moda, a produção sob demanda e a personalização estão impulsionando o crescimento da impressão digital. A estamparia têxtil digital está experimentando um crescimento anual de dois dígitos, com previsão de chegar a 5,5 bilhões de dólares até 2023, de acordo com Smithers Pira. Estamos ansiosos para que mais transformações na impressão digital sejam realizadas com a chegada da nova série HP Stitch S”.

HP Stitch S300

Com 1,6m de largura, a HP Stitch S300 emprega cabeça substituível pelo usuário, o que reduz tempos de inatividade e custos de manutenção. A impressora é indicada para quem quer entrar no segmento de sublimação, além de departamentos de prototipagem e fornecedores de impressão em crescimento.

HP Stitch S500

Com largura de 1,6m, a HP Stitch S500 é indicada para quem precisa de uma poucos mais de produtividade. Com configuração 2xCMYK e sensor de avanço de mídia óptica, a impressora oferece um modo de única passada. Outros recursos de destaque da máquina são:

- Produção simplificada: por ter sistemas maiores de alimentação de tintas e mídias, a impressora pode operar sem a supervisão de um operador (até mesmo durante a noite). As ferramentas de gerenciamento também auxiliam a prática;

- Reprodução de cores: a ferramenta HP SmartColour torna o processo de cores mais consistente;

- Economia: a máquina exige menos espaço para ser instalada, pois tem carregamento frontal de mídia e sistema sem eixo.

Fonte: HP



Como resolver problemas na sublimação – Parte 1: Pré-impressão

Por João Leodonio em 08/11/2017
Saiba o que fazer para evitar e corrigir falhas na pré-impressão sublimática

Saiba o que fazer para evitar e corrigir falhas na pré-impressão sublimática

Às vezes, eles parecem insolúveis e onerosos. Porém, quando analisados friamente, podem ser solucionados com simples correções de processo. Estamos nos referindo aos problemas mais recorrentes na sublimação (sobretudo, na de pequenos formatos). Divido em três partes (pré-impressão, impressão e prensagem), este artigo lista as falhas mais recorrentes na produção de materiais estampados com a tecnologia sublimática. Mais importante: mostramos o que fazer para resolver e evitar tais problemas.Confira:

Problema: falhas encontradas na recepção de arquivos (baixa resolução, sem fonte, desenvolvido em Word ou craquelado)

Arquivos abertos ou em baixa resolução podem gerar problemas, como falta de definição, craquelado (ao ampliar) e perda de fontes ou imagens no fechamento.

Recomendação: recepcionar apenas arquivos em alta resolução. A sugestão é que as imagens estejam em arquivos fechados com, no mínimo, 300dpi. Assim, evita-se que, durante o fechamento no RIP, as imagens sejam alteradas ou perdidas.

Observe a diferença de qualidade entre os arquivos: na foto, um está com 70dpi (em baixa) e outro está com 300dpi (em alta)

xx

Problema: dificuldade em obter o resultado de cor esperado (perfil de cor)

É comum utilizar um único perfil para todos os serviços. Também é recorrente a falta de conhecimento na aplicação dos perfis. Ambos os casos geram inúmeros problemas na reprodução de cores, o que causa perda de tempo, materiais e dinheiro.

Recomendação: cada tipo de arquivo (reticulado, chapado) deve ter um perfil de cor, para garantir estabilidade, repetibilidade e economia no consumo de tinta, papel e tempo, sem comprometer a qualidade dos impressos.

É recorrente o problema de diferença entre as cores da prova e da impressão sublimática. Veja como evitar essa falha

xx

Problema: prova de cor (impressão digital) não bate com a reprodução final

Há provas feitas em dispositivos e tecidos diferentes da impressora e da mídia da produção. Também existem provas produzidas sem respeitar padrões de tempo e temperatura na prensagem.

Recomendação: a prova de cor deve ser impressa diretamente da máquina que imprimirá o serviço. Além disso, deve ser prensada no tecido e nas condições de tempo e temperatura que o cliente utilizará. Assim, evita-se a diferença de cor entre prova e produção. Recomenda-se não realizar alterações na arte depois dela ter sido aprovada. Se isso ocorrer, é necessário providenciar uma nova aprovação.

Use um perfil de cor para cada tipo de imagem, para evitar problemas na reprodução das imagens

xx

Problema: prova de cor (impressão offset) não bate com a reprodução final

A prova produzida na plotter da pré-impressão não bate com a cor impressa em offset. A empresa não faz calibração das impressoras (offset e digital). A falta de calibração gera atrasos e perdas de tinta e papel.

Recomendação: a prova de cor deve ser impressa em plotter com o perfil de cor equalizado com a impressora offset. Trata-se de um serviço feito por profissionais especializados, que utilizam um test form (ferramenta para verificação das condições da impressora) na impressora offset. Com o resultado obtido, é gerado um perfil de cores para a plotter. É possível, também, prensar no mesmo tecido da produção. Isso é chamado de “aprovação em máquina”, na qual o cliente aprova as folhas da impressão offset prensados no tecido usado na produção. Porém, esse processo é pouco empregado, devido ao alto custo de hora/máquina e chapas.

xx

Problema: arte aprovada por celular ou computador não calibrado (e ela não bate com a produção)

Fazer aprovação via fotos de celular ou imagem enviadas por qualquer meio eletrônico é um dos procedimentos que mais geram problemas de diferença de cores. As configurações das telas de celular e computador variam muito. Portanto, o que se vê na tela de quem envia é diferente do que se vê na tela de quem está recebendo. Pior: ao rodar o serviço, surge um terceiro resultado.

Recomendação: aprovação no tecido que será utilizado na produção. Também há a possibilidade de fazer a aprovação digital via imagem. Porém, os terminais da aprovação e de conferência na produção deverão estar devidamente calibrados.

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático

 



Passo a passo: limpeza para aplicação seca de vinil adesivo em carros

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/06/2015

Quer garantir a qualidade do envelopamento? Então, antes de começar a aplicar os vinis, limpe corretamente toda a superfície do carro que será adesivado. Veja o passo a passo abaixo preparado pela equipe técnico da Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas.

Verifique também o estado da pintura do veículo. Carros repintados tendem a descascar durante a remoção dos resíduos, em função da qualidade ruim do verniz ou da tinta. Já carros com pintura original de fábrica são ideais para o envelopamento.

Antes da aplicação, a superfície a ser adesivada deve passar por uma limpeza especial. O primeiro passo é fazer a lavagem com água e detergente neutro. Em seguida, são recomendados os passos abaixo:

Depois da limpeza inicial, desengordure a superfície

Depois da limpeza inicial, desengordure a superfície

O pano deve ser embebido com álcool isopropílico

O pano deve ser embebido com álcool isopropílico

Faça essa limpeza momentos antes da aplicação do vinil, para remover contaminantes do ar que se instalam na superfície do veículo

Faça essa limpeza momentos antes da aplicação do vinil, para remover contaminantes do ar que se instalam na superfície do veículo

Preste atenção especial aos detalhes

Preste atenção especial aos detalhes

Para facilitar a limpeza de certas partes do veículo, é recomendado o uso de espátula e pano molhado

Para facilitar a limpeza de certas partes do veículo, é recomendado o uso de espátula e pano molhado

Espátula envolvida com pano

Espátula envolvida com pano

Cuide da limpeza entre as borrachas

Cuide da limpeza entre as borrachas

A limpeza diligente faz diferença no resultado da aplicação

A limpeza diligente faz diferença no resultado da aplicação

Não negligencie a limpeza do borrachão

Não negligencie a limpeza do borrachão

Limpe bem as áreas que terão acabamento com virada, como as portas

Limpe bem as áreas que terão acabamento com virada, como as portas

Outros elementos com virada são os vincos

Outros elementos com virada são os vincos

Fonte: Imprimax