Há 10 anos EFI comprava a Vutek

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/06/2015

Há uma década a EFI comprou uma das mais qualificadas fabricantes de impressoras de grande formato

Há uma década a EFI comprou uma das mais qualificadas fabricantes de impressoras de grande formato

A EFI, fabricante de equipamentos de impressão digital, comemorou no dia 3 de junho o aniversário de 10 anos de aquisição da Vutek, desenvolvedora pioneira de tecnologias inkjet para grandes formatos.

O investimento foi um divisor de águas para a EFI, que antes comercializava apenas fluxos de trabalho para produção digital. Guy Gecht, CEO da EFI, declarou: "Uma década depois, o sucesso que tivemos com as linhas Vutek, Jetrion e Cretaprint definitivamente valida a decisão de entrar no mercado inkjet".

Scott Schinlever, que atualmente é gerente geral da EFI Inkjet Solutions e fez parte do processo de aquisição, concorda com o êxito do investimento: "Estou tremendamente orgulhoso das nossas conquistas ao longo da última década, das inovações que a EFI legou ao mercado de inkjet industrial e do sucesso de nossos clientes em todo o mundo. Mas o melhor ainda está para vir".

Atualmente, o portfólio de impressoras inkjet da EFI, além de compreender a linha Vutek, inclui as séries Jetrion (para embalagens) e Cretaprint (para cerâmica).

A EFI preparou um vídeo que mostra a evolução da empresa nos últimos 10 anos:

Fonte: Large Format Review



Xeikon anuncia novas impressoras inkjet para rótulos e etiquetas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

A fabricante Xeikon expandiu a linha Xeikon Panther, composta por impressoras inkjet de rótulos e etiquetas. A série passou a contar com o modelo PX3000, disponível na largura de 330mm e nas configurações de 4 (CMYK) ou 5 cores (CMYK e branco). A série Xeikon Panther também inclui o modelo de entrada PX2000 (largura de 220mm).

Todas as máquinas da linha trabalham na velocidade de 50m/min e empregam tintas UV PantherCure. Capazes de reproduzir imagens com 600dpi, elas são indicadas para empresas que imprimem em substratos autoadesivos, como papel revestido, PP, PE, vinil, BOPP e PET.

As tintas PantherCure são patenteadas e curam por meio de uma combinação de luzes de lâmpadas de mercúrio e LED. Segundo a empresa, trata-se de uma tecnologia que oferece benefícios. Entre eles, cura mais consistente, menor consumo de energia, maior vida útil mais das fontes de cura e exposição de calor limitada ao substrato, o que permite imprimir emsubstratos sensíveis ao calor.

As tintas PantherCure oferecem resistência a luz, produtos químicos, água e arranhões, o que a torna indicada para etiquetas utilizadas nos mercados de bebidas, saúde, beleza, química industrial e produtos químicos domésticos e industriais. Além disso, oferecem acabamento tátil, com aparência 3D e brilho uniforme.

Filip Weymans, vice-presidente global de marketing da Xeikon, declarou: “Nosso objetivo é apresentar o portfólio mais abrangente de impressoras de etiquetas digitais da indústria. Além de oferecer serviços que ajudem nossos clientes a determinar qual a melhor solução para seus negócios. Nossa oferta também inclui fluxos de trabalho e acabamento, pois eles são cruciais para permitir um processo de produção totalmente integrada, no espírito da Indústria 4.0”.

O modelo de 5 cores da Xeikon PX3000 estará disponível a partir de março de 2018.

Fonte: Xeikon



Impressora solvente GPT 190 é fabricada a partir de equipamento Mimaki

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2013

A fornecedora britânica GPT (Graphic Printing Technologies) desenvolveu um equipamento de 1,9m de largura de impressão com base num modelo Mimaki. Trata-se da impressora solvente GPT 190, que trabalha com os seguintes modos de produção:

  • Banner: velocidade de 35m2/h, na resolução de 540 x 720dpi;
  • Velocidade padrão: 24m2/h, 540 x 1080dpi;
  • Alta qualidade: 15m2/h, 720 dpi x 1440dpi.

A impressora da GPT foi criada para oferecer maior velocidade de produção aos usuários, já que ela emprega duas cabeças de impressão. Stuart Cole, gerente geral da GPT, disse: "Muitos clientes solicitavam uma impressora com essas características".

Cole explicou também que o equipamento foi desenvolvido para birôs que gostariam de ter uma impressora solvente com largura de impressão acima de 1,6m.

A máquina tem como base uma impressora têxtil da Mimaki, portanto trabalha com o RIP RasterLink e tintas da fabricante japonesa. Ela também inclui aquecedores para acelerar a secagem da tinta solvente.

Os modelos 190 só podem ser comprados na GPT, que oferece dois anos de garantia. Como opcional, os compradores europeus da máquina podem obter um sistema de bulk ink, para maior economia de tinta.

GPT 190 é impressora moldada a partir de um modelo Mimaki

GPT 190 é impressora moldada a partir de modelo Mimaki

Fonte: PrintWeek. Texto: InfoSign