Graphtec atualiza suas opções de software de corte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/01/2019
Aplicativos acompanham os novos equipamentos de corte da Graphtec

Aplicativos acompanham os novos equipamentos de corte da Graphtec

A Graphtec, fornecedora de soluções de corte acabamento, passou a oferecer dois novos softwares da própria marca, o Pro Studio e o Pro Studio Plus.

Baseados no FlexiSign, desenvolvido pela SAi, os softwares da Graphtec acompanham as plotters de recorte da marca e oferecem compatibilidade com mais de 30 formatos de arquivo, como AI, CMX, EPS e DXF.

Os aplicativos oferecem ferramentas avançadas, como edição de formas, rastreamento automático e soldagem combinada. Os principais recursos incluem criação automática de marcas de registro, criação de várias cópias do mesmo objeto, adição de linhas de corte, atribuição de ferramentas e configurações de operação (força e velocidade de corte).

O Pro Studio também suporta a versão 6 do sistema ARMS (Automatic Registration Mark Sensing) da Graphtec, usado para alinhar os materiais e aumentar a precisão dos cortes. Já o Pro Studio PLUS oferece funções adicionais para aumentar a produtividade. Isso inclui a capacidade de transformar gráficos, ativar códigos de barras, criar códigos QR, entre outras funções.

A Graphtec também está fornecendo o Cutting Master 4 como opção plug-in para Adobe Illustrator, CorelDraw e EnRoute V6 (com funções 2D e 3D).

Fonte: Graphtec



SPGPrints inaugurou centro de tecnologia de impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Instalações estão sediadas na Holanda

Instalações estão sediadas na Holanda

A SPGPrints, fabricante de impressoras digitais, anunciou a inauguração de um centro técnico dedicado à estamparia digital têxtil. Com sede na Holanda, o novo edifício tem 700m2 e abriga showroom e salas de treinamentos.

Segundo a empresa, o centro é um local para aprender a obter os benefícios revolucionários da impressão digital e para compreender as implicações da produção digital. O ambiente também poderá ser usado para testar novos projetos e tecidos sob condições específicas. Além disso, permitirá que a equipe de pesquisa da SPGPrints otimize as tecnologias da empresa.

O centro contém as duas impressoras têxteis da SPGPrints: a impressora Pike (de úncia passada e largura de 1.850mm) e a Javelin (que trabalha na velocidade de 40m/min e possui largura de 3,2m).

A inauguração do centro é parte de um programa de investimentos de 8 milhões de euros, que também inclui a expansão fabril da empresa, com o objetivo de dar responder rapidamente às novas demandas do setor de impressão têxtil digital.

Dick Joustra, CEO da SPGPrints, declarou: “A impressão têxtil digital está transformando a cadeia de produção têxtil, pois torna possível maior variedade de projetos, reduz prazos de entrega, diminui custos e elimina desperdícios. A abertura do centro marca nosso compromisso de impulsionar a tecnologia digital”.

Fonte: SPGPrints



SAi esclarece dúvidas sobre gerenciamento de cores para grandes formatos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/02/2019
Executivo da desenvolvedora aborda pontos fundamentais sobre o processo

Executivo da desenvolvedora aborda pontos fundamentais sobre o processo

Gudrun Bonte, vice-presidente de gerenciamento de produtos da SAi, desenvolvedora de aplicativos dedicados a impressão de grande formato, responde a algumas das perguntas mais corriqueiras sobre gerenciamento de cores.

Quais ferramentas de gerenciamento de cores a SAi oferece para grande formato? Descreva os produtos e como usá-los.

O Flexi, software RIP da SAi, inclui um conjunto completo de ferramentas para criação de perfis, capazes de guiar os birôs por todo o processo. O SAi Flexi também tem ferramentas para automatizar o Pantone e para fazer correspondência manual de cores especiais.

Como o aplicativo se diferencia da concorrência?

A SAi se diferencia ao tornar mais fácil o gerenciamento de cores para as pessoas sem experiência. O Flexi também é o único RIP de perfis para grande formato disponível hoje por assinatura. Por apenas 50 dólares por mês, os bicôs podem ter um RIP completo.

Calibração de cores é passo fundamental no gerenciamento de cores

Com quais sistemas de cores o Flexi trabalha?

O Flexi funciona perfeitamente com perfis ICC compatíveis. Ele também se integra perfeitamente às bibliotecas online de perfis dos fabricantes de impressoras. Isso significa que os birôs só precisam colocar a mídia na impressora e o Flexi carregará automaticamente o perfil da biblioteca do fabricante do equipamento.

Além dos perfis de cores, quais opções estão disponíveis para os birôs que desejam aprimorar o gerenciamento de cores?

Qualquer birô que leve a sério a comunicação de cores precisa ter um dispositivo de medição de cores. Ferramentas como o Color Muse fazem medições precisas de cores especiais e também comparam cores impressas. Esses dispositivos portáteis custam menos de 100 dólares e suas medições podem ser usadas no software RIP para as correspondências. A maneira mais eficaz de os birôs poderem aprimorar suas habilidades de gerenciamento é por meio de treinamentos profissionais. O software pode facilitar o processo, mas o treinamento ajuda os profissionais envolvidos a entender como comunicar cores com os clientes e como implementar um fluxo de trabalho completo.

Quais são as atuais expectativas dos clientes dos birôs?

Os compradores de impressão estão mais cientes e exigentes. Querem que suas cores combinem nas mais diversas mídias. Os compradores de impressão querem cores mais consistentes e são mais propensos a trocar de birô para obter esse resultado. Muitos compradores de impressão sabem quais cores devem estar em seus produtos. Isso significa que a comunicação de cores e a antecipação clara das expectativas se tornaram mais importantes. Ou seja, os birôs precisam estampar corretamente e também se comunicar de forma inteligente com os seus clientes.

Amostras de cores reproduzidas pelo aplicativo

Quais são os maiores desafios que os birôs enfrentam para atender tais expectativas?

Sem treinamento ou processo formal de gerenciamento de cores, os birôs podem ter muita dificuldade para obter consistência de cores. Controles de processo, como a Calibração G7 e a simulação de perfis, tornamra-se importantes para os trabalhos mais complicados. É muito difícil obter cores precisas e consistentes sem o uso dos perfis ICC correspondentes às mídias usadas. Portanto, corrigir esse problema tornará o gerenciamento de cores mais fácil. É por isso que os birôs estão investindo na criação de seus próprios perfis.

A crescente variedade de mídias de grande formato aumenta a necessidade de ferramentas de gerenciamento de cores? Por quê?

Os princípios básicos do gerenciamento de cores são os mesmos, independentemente da mídia. No entanto, fazer a correspondência de cores em diferentes tipos de mídias e tintas é muito difícil sem o gerenciamento.

Como as ferramentas de gerenciamento de cores se adaptaram para oferecer suporte a uma variedade maior de mídias?

A nova geração de dispositivos de medição de cores tornou muito mais rápido e fácil perfilar mídias transparentes e têxteis. Esses dispositivos são investimentos caros, mas reduzem drasticamente o desperdício. Ferramentas de perfil de cores se tornaram muito mais fáceis de operar. Por exemplo, a versão mais recente do Flexi inclui um assistente que guia o usuário iniciante na confecção de perfis. Ele também inclui ferramentas de comparação e relatório, para ajudar os birôs a comunicar melhor sobre as cores com seus clientes.