Graphtec apresenta nova linha de plotters de recorte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/03/2017
FCX2000 é composta por três modelos de plotters de recorte

FCX2000 é composta por três modelos de plotters de recorte

A Graphtec, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a FCX2000, série de plotters de recorte composta por três modelos, nos formatos de mesa de 920mm × 610mm, 920mm × 1.200mm e 920mm × 1.800mm.

Capaz de trabalhar com força máxima de corte de 9,8N (1kg/f) e velocidade máxima de 400mm/sec, as máquinas vêm com vácuo e dispositivo de fixação electrostática de mídias. O primeiro é indicado materiais mais pesados e espessos. O segundo é mais adequado para o processamento de materiais mais leves.

Com sistema plano de alimentação de mídias, as plotters vêm com uma cabeça com dois suportes de ferramenta: uma para a faca e o outro para a ferramenta de vinco. As máquinas também incluem uma porta USB, para permitir a operação offline e para salvar e recuperar remotamente arquivos.

A série FCX2000 também possui o sistema patenteado ARMS 6 (Advanced Registration Mark Sensing), que permite a inversão da mídia, para que seu verso seja cortado. As plotters rodam com o novo ProPro Studio, aplicativo com várias opções de ferramentas de corte e aplicações.

A série FCX2000 será apresenta pela Graphtec durante a feira Sign & Digital UK, feira que ocorre entre os dias 28 e 30 de março, no Reino Unido. A fabricante vai aproveitar o evento para também mostrar a versão mais recente do i-Mark, equipamento de corte e impressão indicado para produção de rótulos, embalagens e peças de sinalização de pequenos formatos. Por ser compacta, a máquina pode ser instalada em uma superfície de trabalho de 60cm × 67cm.

Fonte: Graphtec



Caldera e Lüscher-Tschudi criam solução para impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2016
T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

A Caldera, desenvolvedora francesa, e a Lüscher-Tschudi, fabricante suíça de impressoras digitais, uniram-se para criar uma solução conjunta de estamparia têxtil digital. Trata-se da impressora T-REX 320, que inclui uma versão OEM do software GrandRIP+.

Com 3,2m de largura, o equipamento, que pode trabalhar na velocidade máxima de 230m2/h, é indicado para estampar tecidos para sinalização, decoração, moda e aplicações industriais. A máquina emprega até 16 cabeças Konica Minolta 1024i e conjunto de até 8 cores, além de poder empregar tintas com corante disperso ou reativo.

A T-REX 320 inclui secador e fixador e pode ter uma unidade de termofixação opcional, disponível nas larguras de 2,6m ou 3,2m. Segundo a empresa, o dispositivo trabalha com extração de calor, corte térmico, velocidades variáveis e estabilidade térmica.

No mercado de impressão têxtil desde 1999, a Lüscher-Tschudi também oferece consultorias grátis para empresas que buscam ingressar no segmento de estamparia em tecidos.

Já a Caldera, que celebra 25 anos em 2016, tem como carro-chefe o GrandRIP+, que oferece ferramentas de gerenciamento de cores e otimização de tintas e mídias.

Joseph Mergui, CEO da Caldera, declarou: “Nossas parcerias na indústria têxtil estão nos ajudando a melhorar nossas soluções de produção têxtil. Ao criar pontes entre os processos que antes não falavam a mesma língua, estamos provendo benefícios para empresas em todo o mundo”.

Fonte: Caldera



Empresa no Reino Unido lança kit que converte impressora solvente em UV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/12/2012

Alguma vez você já quis — ou pensou em — converter a sua impressora solvente num equipamento UV? Pois a Colorific, fornecedora britânica de soluções digitais, lançou a "UV Light". Segundo a empresa, essa tecnologia possibilita a conversão entre os tipos de tintas.

Sem dar muitos detalhes, a Colorific descreve a "UV Light" como um dispositivo com uma lâmpada UV embutida. Depois de instalada no equipamento, a solução permite a impressão da tinta que cura por meio da radiação ultra-violeta.

De acordo com a empresa, a "UV Light" é compatível com impressoras Roland que empregam cabeças Epson Micro Piezo DX4 e DX5.

Na Europa, os interessados vão poder ver a solução exposta em feiras como a Fespa e a Sign & Digital 2013. A Colorific também vai levar o kit de conversão para uma série de outros eventos na Holanda, França e Espanha. Atualmente, a empresa está realizando exposições em sua sede, que fica no Reino Unido.

colorific

Solução da Colorific promete converter impressora solvente em UV

Fonte: Colorific. Texto: InfoSign