Graphics One lança sistema que converte impressão ecossolvente em UV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/08/2013

Lampbar promete transformar uma impressora ecossolvente numa UV

Lampbar promete transformar uma impressora ecossolvente numa UV

A Graphics One (GO) anunciou o lançamento, no mercado internacional, de um sistema capaz de transformar uma impressora ecossolvente numa UV. Para tanto, é necessário acoplar uma espécie de barra (a Lampbar) na parte frontal da máquina.

Segundo a GO, a instalação do sistema é fácil. Além disso, ele possui uma lâmpada que consome pouca energia e dura até 10 mil horas. Já a tinta UV oferecida pela empresa tem alta adesão e resistência a riscos.

"Para a instalação do sistema, o usuário não precisa realizar grandes mudanças no hardware. Temos certeza de que nossos clientes vão adorar esta nova tecnologia", comentou Kerby Bonilla, responsável pelo suporte técnico e desenvolvimento de produtos da Graphics One.

Fonte: My Print Resource



Promoção: impressora Mimaki JV33-160BS por 45 mil reais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/11/2013

Promoção da Mimaki vai até dia 20 de dezembro

Promoção da Mimaki vai até dia 20 de dezembro ou enquanto durar o estoque

Faltam poucos meses para a Copa do Mundo 2014, que começa no dia 12 de junho. Eventos esportivos como esse sempre geram demanda por materiais impressos e comunicação visual. Os pedidos de trabalho para a Copa já estão surgindo e tendem a ficar ainda mais volumosos, portanto, essa é uma oportunidade para a sua empresa se preparar. Agora, pode ser o melhor momento para comprar ou trocar equipamentos e atualizar a sua sala de impressão.

Sabendo disso, a Mimaki baixou o preço (em quase 30%) da impressora JV33-160BS, que até o dia 20 de dezembro de 2013 será vendida por 45 mil reais. O valor padrão da máquina (fora da promoção) é 64 mil reais.

O equipamento emprega tinta solvente e trabalha nas resoluções de 540, 720 ou 1440dpi. Tem 1,6m de largura de impressão e pode chegar à velocidade máxima de 17,5m2/h. Roda mídias como lona, vinil, PVC, tecido e couro sintético. Em 2010, a Mimaki JV33-160BS foi premiada pela norte-americana SGIA (Specialty Graphic Imaging Association).

Os interessados podem entrar em contato com a Mimaki: vendas@mimakibrasil.com.br



Mimaki lança JFX500-2131, equipamento UV de impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2012

Mais uma impressora UV de cura LED no mercado internacional, a Mimaki JFX-500-2131 conta com seis cabeças (de 1.280 nozzles), que disparam gotas de 4 picolitros, permitindo a produção de imagens mais suaves e tipos de até 2 pontos.

A impressora também possui o Intelligent Microstepping System (Sistema Inteligente de Micropassos), que permite maior exatidão no endereçamento dos pontos no impresso. Outra tecnologia incorporada na máquina é a Mimaki Advanced Pass System (Sistema Avançado de Passada da Mimaki), que promete reduzir bandings, por meio de passadas mais graduais.

Cura LED e tinta branca: diferenciais da nova  Mimaki

A nova máquina de impressão digital opera com as tintas LUS-150 e LH-100. A primeira foi desenvolvida para uma cura (por LEDs) mais rápida. Segundo a Mimaki, a LUS-150 também confere uma sensação táctil menos pegajosa e tem alta flexibilidade (para ser aplicada em substratos elásticos e muito flexíveis). Já a tinta LH-100 tem uma formulação que garante melhor desempenho em superfícies rígidas.

Outra agregada ao equipamento é a Mimaki Circulation Technology (Tecnologia de Circulação da Mimaki). Trata-se de um dispositivo que garante a circulação da tinta branca nos tanques do insumo. Ele evita a sedimentação do pigmento desse insumo. Além disso, a nova JFX vem com o Degassing Module (Módulo de Desgaseificação), responsável por eliminar gases e bolhas da tinta, reduzindo o entupimento das cabeças e aumentando a qualidade dos disparos das gotas.

O equipamento de impressão digital tem área de impressão de 2,1 x 3,1m. Vem como uma mesa equipada com pinos e uma escala, para o posicionamento alinhado dos substratos.

Segundo a empresa, a cura LED tem muitas vantagens (em relação às lâmpadas): maior durabilidade, economia de energia, menos calor gerado e a capacidade de usar substratos mais finos e sensíveis à alta temperatura.

Fonte: Mimaki Europa. Texto: InfoSign