Gênesis lança tintas sublimáticas da marca Sublitop Micropiezo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/09/2013

Tintas Digital Sublitop, da Gênesis

Tintas Digital Sublitop, da Gênesis

A Gênesis, fabricante de tintas, anuncia o lançamento da linha Sublitop Micropiezo. Composta por quatro produtos (relação abaixo), a novidade foi desenvolvida para uso em cabeças Epson Micropiezo DX4, DX5, DX6 (TFP) e DX7. Segundo a fabricante, trata-se de uma linha universal, criada para aumentar o desempenho e diminuir a quantidade de limpezas nas cabeças.

Voltada para empresas que trabalham com produtos promocionais e maior tiragem, a nova série de tintas para sublimação é composta pelos seguintes insumos:

  • DS.8001 – Tinta Digital Sublitop Micropiezo Amarelo;
  • DS.8002 – Tinta Digital Sublitop Micropiezo Magenta;
  • DS.8004 – Tinta Digital Sublitop Micropiezo Cyan;
  • DS.8006 – Tinta Digital Sublitop Micropiezo Preto.

A Gênesis vende as tintas Sublitop Micropiezo em frascos de 1 litro. Além disso, as garrafas são acondicionadas individualmente em uma caixa forrada de isopor, o que proporciona maior durabilidade e vida útil aos insumos. Esse cuidado é necessário para que as tintas não percam suas características.

Aos interessados, a fabricante também recomenda o uso de papel com tratamento físico ou químico, como os papéis tratados e calandrados. Não é recomendado o papel sulfite, pois ele absorve muita tinta e pode danificar a cabeça de impressão.

Outros insumos para sublimação fazem parte do portfólio da Gênesis, como a Subligen (tinta para cabeças Epson DX4 e DX5), a Subliplus (tinta para cabeças Epson Micropiezo DX4 e DX5) e os materiais para limpeza, como o Cleaner Digital Subligen e o Cleaner Digital Subliplus.

Fonte: Gênesis



Durst anuncia inkjet de rótulos e embalagens Tau 330 RSC

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Tau 330 RSC possui sistema de tintas com oito canais de cores

Tau 330 RSC possui sistema de tintas com oito canais de cores

A fabricante Durst anunciou no mercado internacional a Tau 330 RSC, impressora inkjet UV industrial indicada para estampar embalagens, rótulos e etiquetas.

Com largura de impressão de 330mm, a máquina trabalha na velocidade de até 78 metros lineares e resolução de 1200dpi. Além disso, incorpora sistema de tintas pigmentadas com oito cores (CMYK, branco, laranja, verde e azul violeta), o que permite obter imagens com uma ampla gama de cores (cobrindo cerca de 98% do universo Pantone).

A Tau 330 RSC é vendida sob o programa “Configure Your Digital Future”, da Durst. Portanto, pode ser adquirida sozinha ou com o sistema digital de corte laser LFS 330. O equipamento também pode vir com a OMET Xflex (solução de acabamento) ou com opcionais de corte e rebobinamento, pré-tratamento corona em linha, limpeza de bordas ou aplicação de primer, verniz e laminação.

A Durst também lançou uma solução web-to-print para criação e impressão de embalagens, rótulos e etiquetas.

Fonte: Durst



Avery começa a produzir películas com liner de PET reciclado

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/08/2018
Material é introduzido nos mercados europeus

Material é introduzido nos mercados europeus

A Avery Dennison, fabricante de películas adesivas, passou a comercializar na Europa materiais com liner feito de PET reciclado (rPET), que usa resíduos de pós-consumo cuidadosamente selecionados.

Como a disponibilidade do liner de rPET é atualmente limitada, a oferta inicial do produto será pequena. No entanto, em breve, a empresa aumentará a produção do material, que poderá ser uma opção para todas as películas do portfólio da marca.

Jasper Zonnenberg, diretor global de filmes da Avery Dennison, declarou: “Estabelecemos oito metas ambiciosas de sustentabilidade, que estamos comprometidos a alcançar até 2025. Estamos focados na redução de desperdícios, não apenas em nossas operações, mas também em toda a cadeia. Estamos determinados a ser pioneiros no setor. Temos o prazer de introduzir em nosso portfólio o liner de rPET, que é mais fácil de reciclar e é feito de materiais reciclados”.

O executivo também explicou que há uma nova demanda por materiais com liner de PET, que oferece robustez e resistência. O rPET é uma evolução desse material, por aliar a performance de produtividade com a sustentabilidade.

Fonte: Avery Dennison