GCC atualiza seu software de plotter de recorte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/12/2012

plotter de recorte GCC

Programa é usado em plotters de recorte da GCC, como a Expert 24

A GCC, fabricante de produtos para a comunicação visual, anunciou uma nova opção de software para ser utilizado com suas plotters de recorte. O SignPal 10,5 é compatível com todos os modelos da fabricante e possui quatro diferentes pacotes: SignPal Apprentice, SignPal Expert, SignPal Master e o SignPal Pro.

Por meio do programa, é possível acessar recursos como o espelho, dimensão automática e combinação de cores (veja mais nos tópicos abaixo). O SignPal conta ainda com novas ferramentas, como a inserção de sombras suaves, zoom para cursor e divisão manual de linhas.

Segundo a GCC, o software — criado para signmakers que trabalham com plotters de corte — dá mais rapidez aos fluxos de trabalho do usuário. Com ele, é possível fazer aplicações em materiais como vinil adesivo, por exemplo.

programa para plotters de recorte

SignPal chega à versão 10,5, com novidades para quem usa plotters de recorte da GCC

Veja algumas ferramentas disponíveis no software da GCC:

  • Autotrace: permite converter imagens bitmap em vetores, traça o bitmap e corta.
  • Automatic Dimension: cria automaticamente linhas verticais e horizontais em um objeto. Essas linhas não têm elo com o objeto.
  • ColorTrace: converte uma cor bitmap em objetos vetoriais, com caminhos de cores. Você pode escolher quantas cores quer reservar, e então dar a saída de corte.
  • Color Trapping: partes desnecessárias de objetos sobrepostos podem ser removidas automaticamente.
  • Combine: dispõe vários modos de combinação de objetos.
  • Mirror: comando usado para criar objetos espelhados e separados por uma distância específica.
  • Shadow: você pode colocar uma sombra ao redor do objeto.
  • Step and Repeat: você pode usar esse comando para criar várias cópias de um objeto.

Fonte: GCC. Texto: InfoSign



Mimaki Brasil lança impressora sublimática de alta produtividade

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/09/2015
Com 1,8m de largura, a TS300P-1800 é indicada para indústrias têxteis

Com 1,8m de largura, a TS300P-1800 é indicada para indústrias têxteis

A filial brasileira da Mimaki, fabricante de plotters e impressoras, anunciou o lançamento nacional da TS300P-1800, equipamento de impressão sublimática desenvolvido para a indústria têxtil. Com 1,8m de largura, a máquina pode produzir na velocidade máxima de 115m²/h e apresenta bases (platen) ampliadas, além do novo mecanismo Cockling-Reduction, capazes de reduzir o enrugamento dos papéis transfer.

A impressora também apresenta o Sistema Automático de Alimentação de Mídia, cuja função é aplicar automaticamente tensão nos substratos, para aumentar a regularidade da passagem da mídia pela impressora.

Além disso, a TS300P-1800 emprega a SB410, recém-lançada tinta de baixo custo, e uma nova cabeça de impressão, que posiciona com mais precisão as gotas de tintas disparadas, produzindo imagens com mais qualidade.

Outra particularidade do sistema de impressão da máquina é o Sistema de Checagem de Nozzles, que detecta e limpa nozzles avariados. Se os injetores deixarem de funcionar após a limpeza, eles serão substituídos por outros, até que um profissional da assistência técnica realize as manutenções na máquina.

A TS300P-1800 pode vir com o software RIP RasterLink6 ou o Txlink3 Lite, de acordo com a disponibilidade dos aplicativos.

Fonte: Mimaki Brasil



Região italiana ganha destaque como polo produtor de impressoras têxteis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/08/2014

Na cidade de Milão e no entorno do lago Como estão concentradas diversas fabricantes de impressoras digitais para estamparia têxtil

Na cidade de Milão e no entorno do lago de Como estão concentradas diversas fabricantes de impressoras digitais para estamparia têxtil

Há séculos, a cidade de Milão e a região do lago de Como, na Itália, foram polos definidores de tendências para as indústrias de moda e decoração. Trata-se de um centro de inovação em impressão de tecidos – muito influenciada recentemente pelos sistemas digitais.

Os primeiros equipamentos a jato de tinta para estamparia têxtil começaram a ser fabricados na década de 1990, por empresas locais, como Robustelli. Atualmente, a região conta com fabricantes como AlephF-Tex, DurstKornitReggianiMS Printing – empresas que vêm transformando o mercado de tecidos, como ponta de lança de eficiência produtiva e sustentabilidade.

Com as impressoras digitais mais recentes, a Miroglio Textile, por exemplo, conseguiu reduzir o consumo de água em mais de 90% e diminuiu drasticamente a emissão de CO2.

Pesquisa do InfoTrends indica que em 2013 cerca de 370 milhões de metros quadrados de tecidos foram produzidos digitalmente para vestuário, decoração e aplicações industriais. A tendência é que o número cresça nos próximos anos.

Fonte: My Print Resource