Fujifilm passa a vender mais três mídias para inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/01/2013

A Fujifilm da América do Norte anunciou o lançamento de substratos para impressão fotográfica com equipamento a jato de tinta (grande formato). Segundo a empresa, as novas opções ampliam as oportunidades de negócios para birôs que trabalham com reproduções e displays para o varejo e fine arts.

Compatível com as impressoras Epson/Fujifilm Stylus Pro, os substratos são:

  • Photo Paper Pearl 260 (papel fotográfico): tem alto brilho e revestimento (resina). Confere uma aparência "metálica" às imagens reproduzidas. Esse papel está disponível em rolos de 60cm ou 112cm de largura, e seca instantaneamente ao toque;
  • Vivid Canvas Board (canvas): ideal para impressão fine art. É o mesmo canvas já vendido pela Fujifilm, porém vem acompanhado de uma moldura. A mídia confere um resultado semi-brilhante e está disponível em folhas de 45x55cm. A caixa contém 20 folhas;
  • JetFlex Display Film (filme de poliéster): película branca com um ultra brilho, para aplicações comerciais e resultado semelhante ao fine art. Possui camada não porosa que seca ao toque instantaneamente, permitindo o manuseio do material logo após a impressão. Disponível em rolos de 60cm ou 112cm de largura.

Os três substratos já estão sendo vendidos no mercado internacional.

Canvas, poliéster e papel da Fujifilm

Canvas, poliéster e papel: três novas mídias da Fujifilm para reprodução fotográfica

Fonte: Fujifilm. Texto: InfoSign



FuturePrint 2019 contará com diversas atrações paralelas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/02/2019
Feira oferecerá workshops e espaços dedicados à fomenta tecnologias e conhecimento

Feira oferecerá workshops e espaços dedicados à fomenta tecnologias e conhecimento

Entre os dias 10 e 13 de julho, São Paulo sediará, no Expo Center Norte, a 29ª edição da FuturePrint, feira de impressão e comunicação visual para os mercados de serigrafia, sign e têxtil. Além da exposição de inúmeras tecnologias, a organização garante que o evento será um espaço de fomento aos negócios e atualização profissional.

Liliane Bortoluci, diretora da feira, declarou: “A edição 2019, que surge como uma evolução da tradicional Serigrafia Sign, trará ainda mais conteúdo relevante, inovações, troca de informações e demonstrações práticas, capazes de gerar oportunidades de negócios a partir de experiências únicas, como o Fórum FuturePrint e o Serigrafia em Ação”.

Nos quatro dias, o evento deve reunir mais de 600 marcas e atrair aproximadamente 40 mil visitantes, interessados em soluções das áreas de serigrafia, sublimação, sign, impressão em grandes formatos, impressão digital têxtil, decoração para interiores, entre outras. Para esses visitantes, a organização da feira também oferecerá as seguintes atrações paralelas:

- Serigrafia em Ação: espaço com minicursos, apresentações práticas com produção de produtos ao vivo, estúdio em tempo real para entrevistas e cobertura das atrações da feira;

- Sublimação em Ação: palestras e workshops sobre sublimação para o público que pretende iniciar ou já está inserido no segmento;

- Fórum FuturePrint: quatro dias de conteúdo intenso, com palestrantes renomados abordando temas sobre comunicação visual, sublimação, impressão digital têxtil e gestão empresarial;

- Future Têxtil - Circuito de Impressão Digital Têxtil: espaço dedicado a apresentar aos visitantes as opções de impressão têxtil e suas aplicações para iniciar ou ampliar negócios de estamparia têxtil digital;

- DecorPrint: ambiente que demonstrará as várias possibilidades de impressão para a decoração de interiores;

- Sala de crédito FIESP/ABIGRAF/SINDIGRAF: espaço onde o visitante tem a oportunidade de conhecer instituições e financiamentos;

- Sebrae Móvel: espaço onde os renomados profissionais do Sebrae (SP) oferecem check-up empresarial, com plano de ação para melhorar a gestão dos negócios.

Fonte: FuturePrint



Perguntas e respostas sobre envelopamento de veículos

Por Eduardo Yamashita em 07/10/2015
Tire suas dúvidas: envelopamento de carros não precisa ser um bicho de sete cabeças

Tire suas dúvidas: envelopamento de carros não precisa ser um bicho de sete cabeças

Confira a seguir algumas das questões - e suas respostas - mais recorrentes sobre envelopamento de veículos, serviço que continua em alta nos mercados automotivo e de comunicação visual.

O que é envelopamento de veículos?

É um serviço em que uma imagem impressa em vinil autoadesivo é aplicada diretamente sobre a tinta original do veículo. A aplicação permite alterar a aparência de veículos por determinado tempo. O vinil pode ser retirado a qualquer momento, tornando possível que o veículo volte à sua condição original.

O que está envolvido no envelopamento de veículos?

O envelopamento é composto por três fases. A primeira é a etapa de projeto, que inclui a obtenção das medições precisas do veículo e criação das imagens a serem aplicadas. Na segunda fase, ocorre a produção da imagem, que é impressa e laminada (para proteger a imagem de abrasões e raios UV). A terceira etapa é a aplicação do vinil sobre o veículo. Em alguns casos, pode haver a quarta fase, na qual é necessário remover os vinis autoadesivos.

Qual é a diferença entre envelopamento parcial e total?

Envelopamento parcial é qualquer aplicação em que não se realiza o envelopamento completo, como, por exemplo, a adesivação apenas da traseira do carro. Já o envelopamento completo inclui toda a superfície do veículo.

Quanto tempo o envelopamento durará?

Dependerá da característica do vinil autoadesivo utilizado no envelopamento. Por isso, a aplicação pode durar de uma semana a 10 anos.

No envelopamento completo, toda a superfície do carro é coberta com vinis

O envelopamento danificará a pintura do veículo?

Não. Vinis autoadesivos não aderem à ferrugem. Se o veículo tem lascas na pintura, o vinil pode puxar a tinta no momento da remoção da película.

É necessária a limpeza do veículo antes do envelopamento?

Sim. Todos os veículos têm de estar livres de poeira, lama, cera, óleo e outros agentes que podem impedir a aderência dos vinis à superfície do veículo durante a instalação.

Quanto tempo é necessário para o envelopamento?

Em geral, um veículo pode ser envelopado em um dia, considerando a mão de obra de dois instaladores experientes fazendo um envelopamento total.

A imagem pode ser corrigida se houver danos em alguma parte do veículo?

Sim. Partes danificadas do envelopamento podem ser substituídas após o reparo do veículo. Caso o dano se limite a certas áreas do veículo, não será preciso refazer todo o envelopamento. Porém, cuidado com as imagens desgastadas e desbotadas.

Como é possível justificar o custo de um envelopamento de veículo?

O envelopamento do veículo como sinalização é um método muito rentável de publicidade. Muitas vezes, o custo por impressão dos veículos envelopados é menor do que outras formas de publicidade, como outdoors, televisão, rádio e páginas amarelas.

O envelopamento é uma ótima forma de comunicação visual publicitária

Pode-se remover o filme usado no envelopamento?

Sim. Essa é uma das vantagens dos envelopamentos com vinis autoadesivos.

É normal surgirem bolhas e rugas na imagem após o envelopamento?

Sim. Há muitas técnicas que reduzem as imperfeições de um envelopamento, mas mesmo os melhores instaladores (aplicadores) não conseguem eliminar todas as rugas em superfícies côncavas ou severamente arredondadas. Normalmente em superfícies planas isso não ocorre.

Qual é a garantia do envelopamento?

Depende da empresa que está prestando o serviço. Normalmente, ela se baseia nas garantias e durabilidades fornecidas pelos fabricantes de vinis autoadesivos. Porém, deve ser considerada, também, a garantia da tinta utilizada para imprimir a imagem.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual