Fujifilm passa a vender mais três mídias para inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/01/2013

A Fujifilm da América do Norte anunciou o lançamento de substratos para impressão fotográfica com equipamento a jato de tinta (grande formato). Segundo a empresa, as novas opções ampliam as oportunidades de negócios para birôs que trabalham com reproduções e displays para o varejo e fine arts.

Compatível com as impressoras Epson/Fujifilm Stylus Pro, os substratos são:

  • Photo Paper Pearl 260 (papel fotográfico): tem alto brilho e revestimento (resina). Confere uma aparência "metálica" às imagens reproduzidas. Esse papel está disponível em rolos de 60cm ou 112cm de largura, e seca instantaneamente ao toque;
  • Vivid Canvas Board (canvas): ideal para impressão fine art. É o mesmo canvas já vendido pela Fujifilm, porém vem acompanhado de uma moldura. A mídia confere um resultado semi-brilhante e está disponível em folhas de 45x55cm. A caixa contém 20 folhas;
  • JetFlex Display Film (filme de poliéster): película branca com um ultra brilho, para aplicações comerciais e resultado semelhante ao fine art. Possui camada não porosa que seca ao toque instantaneamente, permitindo o manuseio do material logo após a impressão. Disponível em rolos de 60cm ou 112cm de largura.

Os três substratos já estão sendo vendidos no mercado internacional.

Canvas, poliéster e papel da Fujifilm

Canvas, poliéster e papel: três novas mídias da Fujifilm para reprodução fotográfica

Fonte: Fujifilm. Texto: InfoSign



Mimaki Brasil promove Mimaki Experience

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/12/2013

Evento mostrou as principais tecnologias da Mimaki

Evento mostrou as principais tecnologias da Mimaki

A subsidiária brasileira da Mimaki, fabricante de impressoras digitais, promoveu pela primeira vez o Mimaki Experience, evento técnico e comercial que ocorreu na nova filial da empresa, em Recife. Entre os dias 26 e 27 de novembro, clientes e empresários da região puderam ver de perto as seguintes tecnologias:

  • CJV30: impressora que opera com resolução máxima de até 1.440dpi e trabalha com três tamanhos diferentes de pontos. Com a resolução de 540 x 720dpi, quatro passadas e impressão bidirecional, a máquina alcança 17,5 m²/h. Isso é possível devido ao posicionamento simétrico das cores na cabeça de impressão.
  • UJF-3042FX: impressora plana que trabalha na resolução máxima de 1440dpi. Possui área de impressão de 300 x 420mm (A3) e possibilita estampar substratos de até 5 cm de espessura. Além disso, apresenta sistema a vácuo para fixação das mídias e pode operar com três tipos de tinta: LH-100, LF-200 e LF-140.
  • JV5: impressora disponível em duas versões: com 1,6m ou 3,2m de largura. Pode operar com resolução máxima de 1.440dpi e trabalha com três tamanhos diferentes de pontos.

Veja fotos do evento:

Fonte: Mimaki



Durst Brasil lança impressoras Kappa 180 V2 e Kappa 320

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2014

Durst Brasil apresenta a impressora Kappa 320

Durst Brasil apresenta a impressora Kappa 320

A subsidiária brasileira da Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento de novos equipamentos inkjet para o segmento têxtil: o Kappa 180 V2 e o Kappa 320. Conheça as principais características técnicas das máquinas:

Kappa 180 V2

Robusta, a impressora apresenta oito canais de cores de tinta e nova unidade secadora, que permite secagem sem o contato com a mídia, em três fases e a uma temperatura máxima de 130ºC. Produz imagens em 1000dpi e apresenta velocidade variável: de 580m2/h (modo de passagem única) ou de 297m2/h (dupla passada).

As tintas usadas na Kappa 180 V2 receberam certificação GOTS (Global Organic Textile Standard), que assegura que o processo é ecológico e não agride as fibras dos tecidos, o meio ambiente ou os operadores.

Kappa 320

Impressora que possui secador horizontal com três passagens, produz em resolução de 1000dpi, apresenta oito canais de tinta e pode trabalhar com diferentes tipos de tecidos. A máquina emprega software RIP da Caldera e sistema CostView, que automaticamente calcula os custos de produção e emissão de CO2. A impressora produz em velocidades que variam de 340m2/h a 650m2/h.

Flávio Hirata, CEO da Durst Brasil, declarou: "O mercado mundial de impressão têxtil produz cerca de 27 mil metros quadrados. Destes, apenas 1% foi realizado via processo digital. Nesse contexto, há estimativa de crescimento de 3% ao ano para as aplicações digitais. Assim, nossa expectativa com os novos modelos Kappa é enorme, e queremos repetir o sucesso nas instalações que já obtivemos em um passado recente com a Kappa 180″.

As novas impressoras serão apresentadas também na Febratex 2014, feira que ocorre de 12 a 15 de agosto, no Parque Vila Germânica em Blumenau (SC).

Fonte: Durst Brasil