Fujifilm lançará Uvistar Hybrid 320 na Drupa 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/03/2016
Equipamento com sistema híbrido tem 3,2m de largura de impressão

Equipamento com sistema híbrido tem 3,2m de largura de impressão

A Fujifilm, fabricante de equipamentos, anunciou que durante a Drupa 2016, feira internacional que ocorrerá entre os dias 31 de maio e 10 de junho, na Alemanha, lançará a Uvistar Hybrid 320, impressora UV híbrida com 3,2m de largura capaz de produzir na velocidade de 195m2/h.

Segundo a empresa, a máquina emprega cabeças Dimatix Q-Class, tintas Uvijet UV e está disponível em modelos com oito (CMYK, Lc, Lm, Lk e laranja) ou nove canais (que inclui tinta branca). Com as tintas light e laranja é possível reproduzir cores correspondentes à escala Pantone e cores específicas de marcas de empresas, ao passo que a tinta branca opaca oferece cobertura e aderência em diversos tipos de substratos. Já as cabeças Fujifilm Dimatix Q-Class e a tecnologia VersaDrop permitem o disparo de gotas com volumes entre 10 e 30 picolitros.

Outras inovações incorporadas ao sistema de alimentação de substratos da Uvistar Hybrid 320 são uma nova cinta patenteada e a tecnologia com seis zonas de vácuo. Esse sistema proporciona maior controle da passagem das mídias pela máquina. Além disso, há um cilindro dançarino que mantém as bobinas sem rugas antes de elas entrarem na área de impressão.

A Uvistar Hybrid 320 também tem capacidade de inserção contínua de mídias rígidas, o que aumenta a produtividade ao alimentar várias peças sequencialmente.

Fonte: Fujifilm



Tipos de adesivos usados em vinil – parte 2

Por Eduardo Yamashita em 06/07/2015

Saiba a diferença entre adesivo permanente e adesivo removível

Saiba a diferença entre adesivo permanente e adesivo removível

A maioria dos filmes adesivos é projetada para durar médios e longos prazos quando expostos ao ar livre. Por essa razão, os adesivos são geralmente permanentes. Porém, em alguns casos, o adesivo removível é empregado. Trata-se de um composto de aderência baixa, projetado para ser removido com relativa facilidade (a facilidade é determinada pela resistência à força de puxar, que é medida em libras por polegada).

Confira a primeira parte deste artigo

Vamos comparar dois filmes autoadesivos com adesivo acrílico: um é removível e o outro, permanente. O removível oferece força adesiva de apenas 1,6lbs/pol2, enquanto o permanente proporciona 3,7lbs/pol2. Isto é, o adesivo acrílico permanente tem 131% mais força de atrito do que o removível. Essas medições são realizadas 24 horas após a aplicação (tipicamente testados em alumínio ou aço inoxidável, que são substratos ideais).

Quanto mais tempo um vinil com adesivo removível fica preso à superfície, mais forte se torna o vínculo. Às vezes, sua remoção pode ser tão difícil quanto a de um adesivo permanente. Em outras palavras, todos os adesivos removíveis podem se transformar em permanentes. Geralmente, depois de, em média, três anos, a diferença é insignificante.

Resíduos

Qualquer um que já teve de substituir uma imagem antiga sabe que a remoção do adesivo é apenas metade do trabalho. Depois de o filme ser puxado e rompido, o resíduo adesivo permanece sobre a superfície. É por isso que uma boa “removibilidade” significa a inexistência de resíduos de adesivo.

Fabricantes de vinis adesivos removíveis oferecem produtos capazes de serem removidos até dois anos depois da instalação, com menos de, aproximadamente, 20% de resíduo.

Adesivos de maior qualidade deixam menos resíduos depois de removidos

Adesivos de maior qualidade deixam menos resíduos depois de removidos

Aplicações

Vinis para recorte ou impressão digital com adesivos removíveis são geralmente usados para aplicações indoor temporárias (feiras e exposições), decoração de interiores, imagens de trânsito exteriores (abrigos de ônibus, sinais de ônibus e táxi) e, claro, envelopamento de veículos.

De modo geral, qualquer imagem a ser substituída em dois anos pode ser criada em um filme com adesivo removível. Para projetos que devem durar mais de três anos, recomenda-se o uso de vinil com adesivo permanente.

Adesivo reposicionável

À medida que novos usos são encontrados para filmes de recorte e impressão, novos termos para defini-los são elaborados. Há cinco anos, o termo “reposicionável” se referia à alta qualidade de adesivos permanentes. Nesse contexto, “reposicionável” significava que o filme era fácil de manusear em uma aplicação a seco. Esse adesivo permite a colocação e a reposição da imagem sobre a superfície, desde que não seja pressionado. Quando espatulado, a pressão ativa o adesivo. Ele “molha a superfície” e começa funcionar. Uma vez que se adesiva, é considerado permanente.

Atualmente, “reposicionável” significa ser capaz de mover todo o vinil autoadesivo depois de ele ter sido aplicado - algo que ninguém no ramo de sinalização pensava alguns anos atrás. “Vinis de parede” têm um adesivo de aderência muito baixa, permitindo que sejam facilmente levantados e movidos para outra superfície sem deixar resíduos e sem destruir a capacidade de movê-los e reaplicá-los de novo… e de novo… e de novo. Ou seja, é um grande progresso.

Atualmente, os adesivos reposicionáveis permitem que o vinil seja colado e destacado inúmeras vezes

Atualmente, os adesivos reposicionáveis permitem que o vinil seja colado e destacado inúmeras vezes

Um adesivo removível não é necessariamente reposicionável. Há materiais para serem adesivados em paredes e cuidadosamente removidos. Mas alguns não foram concebidos para ser removidos e reposicionados. É certo que parte da diferença é causada por especificações do filme de PVC.

As informações acima são um bom guia para que você faça a escolha adequada entre adesivos acrílicos ou de solventes e entre permanentes, removíveis ou reposicionáveis.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual



HP lançará impressora látex para substratos rígidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/03/2018
Equipamento terá canal de tinta látex branca

Equipamento terá canal de tinta látex branca

Durante ISA Sign Expo 2018, feira que ocorreu entre os dias 21 e 24 de março, nos Estados Unidos, a HP anunciou a HP Latex R, nova série de impressoras látex de grande formato com sistema de alimentação de mídias rígidas e flexíveis. A máquina também oferecerá o recurso de tinta branca. Entre os materiais que poderão ser estampados estão PVC, papelão, polipropileno, plásticos sólidos, alumínio, madeira, vidro e outros substratos. Trabalhar com maior variedade de materiais permite que os provedores de serviços de impressão expandam suas ofertas e entrem em novos mercados.

Segundo a empresa, ao contrário da tecnologia UV, que cria uma camada espessa de tinta sobre as mídias, a tinta látex à base d’água da HP preserva a aparência do substrato e proporciona impressões inodoras e seguras ao ambiente e ao operador da máquina.

Ainda de acordo com a empresa, o sistema de impressão de tinta de látex branca da HP possui um sistema inovador de recirculação, que evita o assentamento dos pigmentos do insumo. Portanto, ele proporciona um “branco verdadeiro”, lustroso e de alta qualidade, que não amarela ao longo do tempo.

Thom Brown, chefe do departamento de tecnologia da HP, declarou: “A tinta branca tem sido um problema para o setor. Ela usa partículas de pigmento maiores e mais pesadas, que frequentemente entopem as cabeças. Além disso, a mistura opaca fica segmentada no fundo do reservatório de tinta. Até o momento, a solução para essa questão tem sido agitar os reservatórios. Por meio do investimento da HP em inovação em química e engenharia, a solução de tinta branca da HP Latex R é um avanço na indústria”.

A HP Latex R estará disponível a partir do terceiro trimestre de 2018. Vai estrear oficialmente em maio, na feira Fespa 2018, em Berlim, Alemanha.

Fonte: WhatTheyThink