Fujifilm apresenta a Inca Onset Q40i UV na Print 13

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/09/2013

A filial norte-americana da Fujifilm vai estrear a Inca Onset Q40i na Print 13, feira gráfica que ocorre de 08 a 12 de setembro, em Chicago, nos EUA.

Voltada para empresas que têm alta demanda de produção, a Onset Q40i é uma impressora UV plana que trabalha com altas velocidades (62 folhas inteiras por hora) e reproduz imagens com qualidade semelhante à impressão offset.

Onset Q40i, da Fujifilm, vai fazer a sua estreia na feira Print 13, nos EUA

Onset Q40i, da Fujifilm, vai ser apresentada na feira Print 13, nos EUA

A máquina trabalha com substratos de até 160 x 312cm, com até 5cm de espessura. Emprega 168 cabeças de impressão com mais de 42.000 nozzles (orifícios de disparo), para disparar gotas de 9 picolitros. A impressora ainda garante acabamento superficial personalizado: fosco, acetinado ou brilhante.

"O equipamento combina alta velocidade e alta qualidade de impressão, e qualidade é essencial para minha empresa", disse Marc Lovci, vice-presidente do birô Duggal Visual Solutions, a primeira empresa no mundo a instalar uma unidade da Inca Onset Q40i.

A Inca Onset Q40i foi lançada oficialmente em junho, na Fespa 2013, e está disponível em configurações de quatro ou seis cores.

Fonte: What They Think



Fujifilm inaugura fábrica de tintas digitais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/01/2013

A planta tem 1800 metros quadrados

A planta tem 1800 metros quadrados

Tradicional fabricante de insumos para impressão digital, a Fujifilm acaba de anunciar a inauguração de uma nova planta em Broadstairs, no Reino Unido. Segundo a empresa, foram gastos mais de quatro milhões de euros para o planejamento e desenvolvimento da construção, além de um adicional de dois milhões e meio de euros para a atualização do departamento de pesquisa e desenvolvimento da fábrica. Ao todo, foram dois anos para a implementação do projeto.

O novo edifício tem 1800m2 e foi construído para aumentar em 56% a produção anual de tintas da empresa, para atender às novas demandas do mercado, que está migrando cada vez mais dos sistemas analógicos (serigrafia, por exemplo) para os digitais.

A fábrica tem a capacidade de produzir seis mil toneladas anuais de tinta, que depois é embalada e vendida em frascos, bolsas ou cartuchos, dependendo do modelo de impressora no qual ela será utilizada.

Mais de 340 empregados trabalham na planta e 80% deles estão envolvidos com pesquisa e desenvolvimento de tintas digitais.

Mais de 340 empregados trabalham na nova fábrica da Fujifilm

Mais de 340 empregados trabalham na nova fábrica da Fujifilm

Colin Boughton, diretor de operações da Fujifilm, comentou: "Nós planejamos tudo meticulosamente, levando em conta a nossa liderança na tecnologia de tintas digitais. Precisávamos ter equipamentos de ponta para garantir uma produção de alto nível, além de ter de aumentar o nosso volume".

Segundo a empresa, todo o projeto faz uso de métodos e processos produtivos que reduzem impactos ambientais. A fábrica emprega, por exemplo, uma caldera que consome 40% a menos de combustíveis fósseis que os sistemas mais convencionais de aquecimento.

Além disso, apenas 7% dos refugos gerados pela fábrica vão para aterros; 23% do lixo retorna como combustível. O restante, 70%, é reciclado. Isso significa que 93% do lixo é reusado de alguma forma.

A fábrica é certificada nas normas ISO 14001 e ISO 9001. E no meio de 2013, a empresa promete a certificação OHSAS 18001, voltada para saúde e segurança no trabalho.

Fonte: Fujifilm. Texto: InfoSgin



Mutoh atualiza a sua linha de plotters de recorte ValueCut

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/02/2013

Novas plotters de recorte da Mutoh

Novas plotters de recorte da Mutoh

A Mutoh America anunciou novos modelos de plotters de recorte ValueCut, disponíveis em três modelos diferentes, que variam conforme o tamanho do equipamento: 600 (com 60cm de largura máxima do substrato), 1300 (132cm) e 1800 (182cm).

Todos os modelos, lançados no mercado internacional, vêm com um sistema de suporte de bobina, para facilitar o manuseio e controle da mídia. Eles também têm dois anos de garantia, lâmina de reposição, caneta esferográfica e vêm acompanhados do software Sai Flexi.

Os modelos ValueCut 1300 e 1800 incluem cesta para depósito de refugos de mídias, dispositivo que é opcional no modelo 600.

As plotters de recorte ValueCut são indicadas para uso em casas, escritórios ou ambientes profissionais, para a criação de displays, adesivos, etiquetas e sinalização interior e exterior.

O modelo ValueCut 1300 vai ser apresentado pela primeira vez na feira Graphics of the Americas, em Orlando, entre os dias 21 e 23 de fevereiro.

Veja as especificações e recursos das máquinas:

  • Lâmina de corte de reposição;
  • Caneta esferográfica;
  • Manual de operação;
  • Software Sai FlexiStarter;
  • Suporte de mídia e cesta (opcional no modelo 600);
  • Cortador de mídia;
  • Pad cortador;
  • Dois anos de garantia (no mercado internacional);
  • Sistema de suporte de bobina;
  • Cesta de suportes de rolo;
  • Registro multi-segmento;

Fontes: MyPrintResource e Mutoh America. Texto: InfoSign