Fujifilm lança impressora UVistar Hybrid 320 UV na SGIA 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/11/2015
Nova impressora UV da Fujifilm é híbrida e tem 3,2m de largura

Nova impressora UV da Fujifilm é híbrida e tem 3,2m de largura

A filial norte-americana da Fujifilm, fabricante de equipamentos de impressão, anunciou a estreia da UVistar Hybrid 320 UV durante a SGIA 2015, feira que ocorre entre os dias 4 e 6 de novembro, em Atlanta, nos EUA.

Com sistema híbrido de alimentação de substrato, a impressora apresenta largura de 3,2m e emprega cabeças Dimatix Q-Class e até nove canais de tintas configuráveis, para uso de cores CMYK, light cyan, light magenta, light black, branco ou laranja (que pode aumentar a gama de cores em até 30%).

Entre as inovações da UVistar Hybrid 320 UV está a tecnologia Versa-Drop, que permite o disparo de gotas de tinta que variam de 10 a 30 picolitros.

Outras novidades estão no sistema de alimentação de substrato, que é composto por um recém-criado tipo de cinta e um sistema de vácuo inteligente de seis zonas. Esse dispositivo permite melhor condução das mídias e garante que todos os tipos de substratos movimentem-se com precisão durante o processo.

Além disso, um cilindro dançarino com espalhadores mantém as mídias sem rugas antes de elas serem introduzidas no sistema de impressão. Já na alimentação de substratos rígidos, roletes traseiros ajudam a fazer as transições dos materiais da área de impressão para as mesas de saída.

Outra inovação da UVistar Hybrid 320 UV é a função que permite a alimentação contínua de chapas, o que aumenta a produtividade ao introduzir vários substratos de um mesmo lote durante a produção. Esse recurso diminui o tempo de carregamento entre folhas, pois o carro de impressão movimenta-se continuamente.

Fonte: Fujifilm



Akad lança software para gerenciamento de plotters de recorte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/11/2018
Dragoncut 6.0 oferece ferramentas especiais

Dragoncut 6.0 oferece ferramentas especiais

A Akad anunciou o lançamento do Dragoncut 6.0, software de criação, edição, gerenciamento e envio de trabalhos às plotters de recorte da linha Novacut, indicadas para sinalização, comunicação visual, serigrafia, indústria têxtil, indústria de brindes promocionais, indústria gráfica e acessórios automotivos.

Dirigido a usuários que utilizam uma única estação de trabalho, o Dragoncut 6.0 oferece ferramentas para corte e corte de contorno de materiais, como etiquetas, rótulos, decalques, apliques, entre outros.

O Dragoncut 6.0 é compatível com o sensor de corte de contorno da linha CS da Novacut. Para utilizar a ferramenta, o usuário deve criar o layout e unificar, no arquivo, as imagens, as marcas de registro e as linhas de contorno. Depois, o operador posiciona manualmente a luz vermelha do sensor próximo à primeira marca de registro impressa. Um diferencial do aplicativo é a criação de um código de barras para ser impresso na mídia. Com ele, o sensor efetua a leitura do código e identifica automaticamente o arquivo, o que aumenta a produtividade e evita erros.

O aplicativo aceita a importação de arquivos criados em outros softwares, com extensões AI (Adobe Illustrator), EPS (Corel Draw) e PLT (AutoCAD), por exemplo.

O valor promocional de lançamento do Dragoncut 6.0 é de R$498,00 (válido até 20/12/2018).

Fonte: Akad



Propaganda de rua volta a ser utilizada em São Paulo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/01/2013

Os novos pontos de ônibus instalados na cidade de São Paulo prometem aquecer o mercado publicitário. As propagandas, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", agora voltam às ruas da cidade nestes locais que abrigam quem espera pela condução.

A veiculação do material ocorre a partir de março. O design inovador dos pontos permite a inclusão de anúncios sem que haja poluição visual.

Relógios que marcam o horário e a temperatura local também voltam a ter mensagens publicitárias, mas apenas no mês de maio. Para que as propagandas sejam espalhadas pelas ruas, cerca de mil novos relógios serão instalados na Capital pela empresa francesa JCDecaux – que venceu na justiça pelo direito de utilizar este meio.

Vigente desde 2007, a "Lei Cidade Limpa" proíbe propagandas em forma de outdoors, cartazes e faixas em estabelecimentos.

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela

As propagandas em pontos de ônibus, anteriormente vetadas pela "Lei Cidade Limpa", voltam às ruas de São Paulo

Fontes: Prefeitura de São PauloFolha de São Paulo