Fotoprodutos e brindes com impressão por sublimação (Parte 1)

Por Jimmy Lamb em 21/05/2013

Amplie seus negócios fazendo fotoprodutos decorados com impressão por sublimação

Amplie seus negócios fazendo fotoprodutos decorados com impressão por sublimação

Fato: você precisa reinventar constantemente o seu negócio. Certamente você pode gerar mais receitas ao diversificar os seus serviços, ampliando a sua gama de clientes. Mas custa fazer mudanças. Então, como aumentar o seu negócio sem drenar a sua conta bancária? Uma das sugestões é entrar para o mercado de sublimação, que é um grande exemplo de alto RDI (retorno do investimento), não só porque é um processo de baixo custo, mas também porque abre as portas para um espectro grande de produtos rentáveis, como os fotoprodutos, por exemplo.

      Saiba mais sobre sublimação:

Definição de fotoproduto

Então vamos começar por definir o que é fotoproduto. Com certeza, não são fotos de familiares que se coloca na carteira. Num trabalho típico, temos imagens, textos ou gráficos personalizados, que são impressos digitalmente por meio da sublimação em substratos especiais, como o fotoproduto abaixo, que contém imagens relacionadas a esportes.

Exemplo de fotoproduto feito com impressão por sublimação

Exemplo de fotoproduto, com imagens de esporte

Fotoprodutos: como eles são impressos

Como esses itens são produzidos? Com sublimação. Sem dúvida, a sublimação é um método muito eficaz para a criação de fotoprodutos, porque o processo tem a capacidade de reproduzir imagens fotográficas com muitos detalhes e alta resolução.

Fotoprodutos sublimados podem ter várias formas, tamanhos, formatos e conceitos — o que significa muitas oportunidades. Sem contar que o custo dos substratos, produção e equipamentos é baixo.

Exemplos de prensas térmicas usadas para sublimação

Exemplos de prensas térmicas usadas para sublimação

Para começar na sublimação, você vai precisar de uma impressora desktop, tintas, papel transfer e prensa térmica. E os custos de produção são bem razoáveis ​​também. É claro que o preço que você vai cobrar nos fotoprodutos vai variar de acordo com o tamanho da imagem e das configurações que usou na impressora. Mas, em geral, a sublimação é um método de impressão de baixo custo.

Impressão por sublimação

Se você não está familiarizado com o processo de sublimação, saiba que ele é muito rápido e simples. Você pode criar uma imagem usando o software gráfico como o CorelDraw™ ou Photoshop™. Em seguida, basta imprimi-la no papel transfer, usando uma impressora que seja capaz de processar tintas de sublimação.

Você, então, usa o papel transfer e o coloca sobre o item a ser decorado. Usando uma prensa térmica, você deve aplicar calor de 200ºC, por cerca de um minuto. A combinação de tempo, pressão e temperatura promovem a transformação das sólidas tintas do papel transfer para um gás, o qual, em seguida, impregna nas fibras de polímero do substrato.

A sublimação permite a reprodução de imagem com alta definição

A sublimação permite a reprodução de imagem com alta definição

O resultado final é uma imagem permanente que não vai arranhar, descascar ou rachar (no caso de artigos de vestuário, a sublimação não vai desaparecer quando peça for lavada).

Então, obviamente, a sublimação só funciona com fibras de polímero, o que parece algo limitador. Mas não tenha medo, pois existem centenas de produtos especialmente preparados para esse fim, como painéis de fotos, telhas cerâmicas, garrafas de alumínio, placas metálicas, entre outros materiais. Enfim, há uma série de oportunidades de mercado para produtos sublimados, especialmente fotoprodutos.

Confira a segunda parte desse artigo.
 
Sobre o autor: Jimmy Lamb escreve e palestra sobre sublimação e impressão em tecidos mundo afora. Tem mais de 20 anos de experiência no negócio de vestuário e decoração. Atualmente, é o gerente de comunicação na Sawgrass Technologies.
 
Esse artigo técnico foi cedido, com exclusividade, pela Sawgrass ao portal InfoSign, que traduziu e adaptou o texto.



Alphaprint fecha parceria com Kornit Digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2017
Acordo visa expandir linha de impressão digital têxtil da Alphaprint

Acordo visa expandir linha de impressão digital têxtil da Alphaprint

Desde janeiro, a Alphaprint, fornecedora nacional de insumos e impressoras digitais, passou a distribuir equipamentos da Kornit, fabricante de máquinas para estamparia têxtil.

Segundo a empresa, as máquinas da Kornit imprimem diretamente nos mídias e são capazes de estampar em qualquer tipo de tecido sem precisar trocar o tipo de tinta, o que pode reduzir custos. Os equipamentos são indicados como ferramentas de produção em escala industrial e possuem interface amigável e de fácil operação.

Entre os clientes da Kornit estão empresas como Nike, Billabong, Gucci, Quicksilver, Adidas, Colcci, Disney, Dolce & Gabanna, Gap, Carolina Herrera, Zara e Versace.

Cássio Rodrigues, gerente de produtos da linha têxtil da Alphaprint, declarou: “Estamos entrando em um novo segmento, que agora ganhou um departamento focado em impressão têxtil. Além da qualidade dos equipamentos, há o know-how da Alphaprint para promover a expansão desse mercado, que continua a crescer mesmo na crise econômica atual”.

Fonte: Alphaprint



Como criar rótulos personalizados de cervejas artesanais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/01/2017
Saiba, passo a passo, como personalizar rótulos de cervejas artesanais

Saiba, passo a passo, como personalizar rótulos de cervejas artesanais

A impressão digital oferece vantagens como a produção de pequenas tiragens de material personalizado - um recurso que pode ser empregado criativamente em diversos ramos e negócios. Empresas dos setores de eventos e bebidas, por exemplo, têm se beneficiado desta ferramenta para gerar lucro e agregar valor a seus serviços, como distribuição de vinhos especiais e cervejas artesanais, que demandam rótulos únicos e sazonais.

Se você pretende executar trabalhos como estes, o passo a passo a seguir, realizado pela equipe da Mimaki Brasil, mostra como personalizar rótulos aplicados em cervejas artesanais. Para tanto, foram utilizados uma impressora de grande formato UV LED SIJ-320UV, um rolo de BOPP (que pode ser branco ou transparente), uma plotter de recorte CG-130SRIII e uma garrafa de vidro. Com os equipamentos acima, é possível realizar a impressão de 1.872 rótulos por hora (na resolução 600 x 600dpi, 8P) e o recorte de 2.448 rótulos por hora, no formato de 8cm x 8,5cm. Acompanhe:

Em um software de design (como o Illustrator), crie a arte conforme o molde do produto final. Insira a marca de corte e de registro
Insira o arquivo no software RIP da Mimaki, o RasterLink6
Clique em “Qualidade” para configurar a resolução e insira o número de passadas. Recomenda-se empregar resolução de 600 x 600dpi, 8P e modo 4 cores
Selecione “Ripar e Imprimir” e inicie a impressão
Imprima o arquivo
Abra novamente o arquivo no software gráfico, desabilite a marca de registro e a camada impressa e clique na ferramenta do Fine Cut
No Fine Cut, clique em “Register Mark” e, em seguida, no “Detect Mark”
Insira o material na plotter de recorte, verifique a leitura da marca de registro e recorte os rótulos
Destaque o rótulo
Realize a aplicação
Produto finalizado