Foster lança elevador de bobinas para impressoras Agfa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/03/2017
Dispositivo também pode ser utilizado para alimentar equipamentos das marcas Zünd e da Esko

Dispositivo também pode ser utilizado para alimentar equipamentos das marcas Zünd e da Esko

A Foster, fabricante de equipamentos, anunciou o Foster On-a-Roll Lifter Universal, dispositivo para elevação de bobinas especialmente desenvolvido para as linhas Agfa Anapurna, Mira, Tauro e Titan, compostas por impressoras digitais de grande formato. A máquina também pode ser utilizada para o carregamento de mídias em equipamentos Zünd e Esko.

De acordo com a empresa, com o dispositivo, os operadores podem manipular rolos pesados (de até 300kg) e largos (até 5m) com total segurança. Em máquinas da Agfa, a bandeja do elevador se encaixa facilmente no sistema de alimentação de mídias, e múltiplas configurações permitem que o operador posicione a bobina no exato local de carregamento e descarregamento.

Ted Borowsky, CEO da Foster, declarou: “As áreas de carregamento de muitas impressoras rolo a rolo são muito limitadas, e os dispositivos de elevação devem ser configurados individualmente para acomodar os diferentes formatos disponíveis no mercado. O Foster On-a-Roll Lifter Universal pode ser rapidamente configurado pelo operador, para que ele corresponda à estrutura exata de muitas impressoras. Isto é particularmente útil em empresas que utilizam vários modelos de impressoras. Além disso, o elevador de bobinas melhora a segurança do local de trabalho”.

Fonte: Foster



Fujifilm adquire controle da Xerox

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/02/2018
Acordo movimentou cerca de 6,1 bilhões de dólares

Acordo movimentou cerca de 6,1 bilhões de dólares

A Fujifilm anunciou um acordo para adquirir a participação majoritária (50,1%) da Xerox Corporation. Será usada dívida bancária para o investimento de cerca de 6,1 bilhões de dólares.

A relação entre as empresas é de longa data. Em 1962, ambas criaram a Fuji Xerox, uma joint venture que atualmente tem sedes nos Estados Unidos e no Japão. Ela manterá a Xerox na Bolsa de Valores de Nova York e será liderada por Jeff Jacobson (atual CEO da Xerox) e Shigetaka Komori (presidente da Fujifilm).

A Xerox tem registrado queda em suas receitas nos últimos quatro anos. Por isso, o acionista Carl Icahn, que possui cerca de 9,7% das ações da companhia, esteve por trás da desagregação recente dos negócios de processos outsourcing, para que a empresa se concentrasse em seus produtos principais. Além disso, Icahn tem sido o motivador de mudanças no conselho de administração da Xerox.

O negócio abrirá oportunidades para a redução de custos e alavancagem de tecnologia básica. Em seu anúncio de ganhos trimestrais, a Xerox prevê a economia de 1,7 bilhão de dólares nos próximos quatro anos. Os relatórios também sugerem que, em função da consolidação das funções de fabricação e administrativas, cerca de 10 mil empregos serão eliminados da Fuji Xerox.

Em anúncio oficial, a Xerox declarou: “A Fuji Xerox estará bem posicionada para liderar em áreas como impressão inkjet de alta velocidade, embalagens, impressão industrial e automação, bem como abrirá oportunidades de desenvolvimento em inteligência artificial, internet das coisas e realidade aumentada”.

Fonte: InfoTrends



InfoSign fecha parceria com a SGIA

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/12/2013

Parceria visa alimentar o mercado brasileiro com informações de qualidade

Parceria visa alimentar o mercado brasileiro com informações de qualidade

O InfoSign acaba de fechar uma importante parceria com a SGIA (Specialty Graphic Imaging Association), associação internacional especializada em impressão. Referência no setor, a instituição é conhecida também por apresentar grandes inovações em sua feira anual.

De acordo com Michael Robertson, presidente da SGIA, a participação brasileira na feira tem sido expressiva. "No evento deste ano, em Orlando, tivemos a presença de 87 brasileiros, totalizado 11% dos participantes latino-americanos. Com a ajuda de veículos como o InfoSign, que trabalham para informar a comunidade, esperamos que em 2014, em Las Vegas, esse número seja ainda maior", afirmou.

Segundo o executivo, a indústria do Brasil é extremamente auspiciosa: "A comunidade gráfica brasileira está crescendo. A implementação de tecnologias de ponta e a produção de produtos de alta qualidade se destacam, resultando em um importante fator para o crescimento da economia brasileira".

Para Robertson, a América Latina deve ser analisada. "É importante que olhemos cada país. Cada nação possui seus pontos fortes e suas oportunidades. De modo geral, estamos notando que vários locais adotam melhorias para conquistar uma posição mais competitiva", pontuou.

Animado com a parceria, Robertson comentou: "Estamos ansiosos para apoiar organizações que oferecem educação e desenvolvimento à comunidade, e acreditamos que o Infosign é um recurso importante para os produtores gráficos de todo o Brasil".

Além de divulgar novidades sobre a SGIA, o Infosign publicará artigos técnicos escritos por especialistas da associação internacional. Com a parceria, mais informações de qualidade chegarão ao público brasileiro.