Fespa anuncia os vencedores do Fespa Awards 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/05/2015

Confira os campeões da edição 2015 do prêmio organizado e promovido pela Fespa

Confira os campeões da edição 2015 do prêmio organizado e promovido pela Fespa

No dia 19 de maio, a Fespa revelou os vencedores da edição 2015 do prêmio homônimo. Para tanto, a federação promoveu um jantar em Colônia, na Alemanha, e anunciou as empresas campeãs (na lista abaixo).

O prêmio da categoria People’s Choice of the Year (Escolha do Público) ficou para a PressOn, gráfica britânica responsável pelo "Dazzle Ship Wrap", um grande e trabalhoso envelopamento de embarcação (foto abaixo).

Dazzle Ship, da PressOn

Dazzle Ship, da PressOn

Na categoria The Best in Show (O Melhor na Exposição), que foi decidida por juízes, quem saiu com o troféu foi a TS Visuals, pela inscrição que fez na categoria Metal e Madeira.

Quem ganhou a Young Star (Jovem Estrela) foi Adrian Wolf, da Ceramic Passion. Já o vencedor da Hall of Fame (Hall da Fama), dedicada ao melhor profissional da área, foi Mark Gervais, da Ningbo Shenzhou Knitting.

Abaixo seguem as demais categorias e os respectivos vencedores do Fespa Awards 2015. Todos os materiais inscritos para o concurso foram avaliados por um comitê julgador composto por especialistas técnicos.

Os vencedores de cada categoria são:

  1. PDV (em papel e papelão): PilloPak BV – Allison Board (Holanda)
  2. PDV (em plástico): Midi Print LLC (Rússia)
  3. Posters: Kumazawa Screen Printing (Japão)
  4. Calendários e cartões: Atelier füer Siebdruck (Suíça)
  5. Serigrafias originais e giclées: Atelier füer Siebdruck (Suíça)
  6. Fine Art: Atelier Kumazawa Screen Printing (Japão)
  7. Envelopamento de veículos e OOH: PressOn Limited (Reino Unido)
  8. Impressão com efeito especial: Midi Print LLC (Rússia)
  9. Impressão garment com efeito especial: A-Design LLC (Rússia)
  10. Camisetas: Sincerely Screen (Tailândia)
  11. Impressão têxtil: Forest Digital (Reino Unido)
  12. Vidro e cerâmica: EuropTec AG (Suíça)
  13. Metal e madeira: TS Visuals (Holanda)
  14. Variados: Simoldes Plásticos (Portugal) e SA and Esanastri SRL (Itália)
  15. Cross Media: Molca Sports & Events SL (Espanha)

Fonte: Fespa



WS Adesivações vence oitava edição do Cambea

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Depois de cinco dias de disputa entre os melhores envelopadores automotivos do país, a dupla da WS Adesivações (Wellington e Rafael) sagrou-se a campeã do Cambea 8, competição que ocorreu durante a ExpoPrint Latin America 2018, entre os dias 20 e 24 de março no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo. De Fortaleza (CE), os vendedores dividiram o pódio com envelopadores da Gênesis, de Rio Grande (RS) e da Prime, de Santa Maria (RS).

Nos três primeiros dias do campeonato, 16 equipes disputaram as baterias classificatórias. Em seguida, veio a semifinal, em que, além da adesivação de partes do carro, cada dupla teve de envelopar uma guitarra. Os três melhores times (citados acima) passaram para a final, prova em que foi necessário envelopar um carro completo em, no máximo, quatro horas. Nesse mesmo dia, houve também entre os eliminados das fases anteriores uma disputa de envelopamento de guitarras.

Wellington, da dupla campeã, declarou: “A primeira oportunidade surgiu no Cambea Nordeste. Se a gente não tem um sonho e não pensar em realizar, nosso trabalho é em vão. Estamos muito felizes. É bom que as pessoas acreditem que no Ceará há muitos bons profissionais, e é preciso valorizar esses talentos. Gostamos muito do que fazemos todos os dias”.

Marcelo Souss, diretor da Alltak e idealizador do Cambea, também deu sua impressão sobre o evento: “O Cambea 8 foi um sucesso, na ExpoPrint. A feira toda foi um sucesso, com público de qualidade. Estamos felizes em expor o nosso mercado, ainda muito novo. Este ano, tivemos algo surpreendente, com uma final com o pessoal de Fortaleza, que havia ganhado o Cambea Nordeste. A Gênesis ficou em terceiro no ano passado. E o campeão 2017 ficou em terceiro. Isso mostra o alto nível dos participantes”.

Em outra modalidade, a Cambea Fast, houve um recorde batido, além de uma competição inusitada de envelopamento de guitarra. A organização também divulgou que o Cambea Lab trouxe muitas técnicas novas ao público que acompanhou as competições.

Fonte: Expoprint



Caldera e Lüscher-Tschudi criam solução para impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2016
T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

A Caldera, desenvolvedora francesa, e a Lüscher-Tschudi, fabricante suíça de impressoras digitais, uniram-se para criar uma solução conjunta de estamparia têxtil digital. Trata-se da impressora T-REX 320, que inclui uma versão OEM do software GrandRIP+.

Com 3,2m de largura, o equipamento, que pode trabalhar na velocidade máxima de 230m2/h, é indicado para estampar tecidos para sinalização, decoração, moda e aplicações industriais. A máquina emprega até 16 cabeças Konica Minolta 1024i e conjunto de até 8 cores, além de poder empregar tintas com corante disperso ou reativo.

A T-REX 320 inclui secador e fixador e pode ter uma unidade de termofixação opcional, disponível nas larguras de 2,6m ou 3,2m. Segundo a empresa, o dispositivo trabalha com extração de calor, corte térmico, velocidades variáveis e estabilidade térmica.

No mercado de impressão têxtil desde 1999, a Lüscher-Tschudi também oferece consultorias grátis para empresas que buscam ingressar no segmento de estamparia em tecidos.

Já a Caldera, que celebra 25 anos em 2016, tem como carro-chefe o GrandRIP+, que oferece ferramentas de gerenciamento de cores e otimização de tintas e mídias.

Joseph Mergui, CEO da Caldera, declarou: “Nossas parcerias na indústria têxtil estão nos ajudando a melhorar nossas soluções de produção têxtil. Ao criar pontes entre os processos que antes não falavam a mesma língua, estamos provendo benefícios para empresas em todo o mundo”.

Fonte: Caldera