Fábrica europeia da Epson recebe certificado ambiental

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/12/2012

Única fábrica europeia da Epson, a Telford, além de manufaturar cartuchos de tinta para todo o continente, também é exemplo de sustentabilidade. A planta, localizada na região de Shropshire (Reino Unido), estabeleceu uma política de reciclagem de resíduos que acabou de receber um certificado ambiental.

O prêmio, que foi criado pela Valpak, empresa do Reino Unido líder em gestão de resíduos, visa identificar as organizações que demonstram compromisso com o meio ambiente.

Intitulado "Zero Waste to Landfill", o certificado mostra aos consumidores quais empresas não enviam seus resíduos para aterros, evitando a contaminação do solo. A Epson conseguiu o selo depois de anos de aconselhamento dos especialistas da empresa de gestão ambiental.

Fábrica Epson

Fábrica europeia da Epson recebe certificado ambiental

Ao longo de 2012, auditores da Valpak acompanharam de perto todos os processos produtivos da Epson, constatando que seus métodos de reciclagem são realmente eficazes. Seus padrões são exigentes:

  • Nenhum resíduo pode ser destinado a aterros;
  • Apenas 5% do material pode ser incinerado;
  • O restante do refugo (95%) deve ser reciclado e novamente comercializado.

A Epson foi a primeira empresa do Reino Unido a receber o prêmio, transformando-se em benchmark para outras companhias.

Benefícios da certificação:

  • Demonstra compromisso com o meio ambiente;
  • Ajuda a eliminar resíduos no aterro;
  • Otimiza a reciclagem e recuperação de materiais;
  • Aumenta o reconhecimento de responsabilidade corporativa e social;
  • Aumenta as oportunidades de negócios de clientes com consciência ambiental.

Fonte: Epson. Texto: Infosign



Konica Minolta lança equipamento para impressão têxtil industrial

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2014

Nassenger Pro 1000 pode imprimir a mil metros quadrados por hora

Nassenger PRO 1000 pode imprimir a mil metros quadrados por hora

A Konica Minolta, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento internacional do Nassenger PRO 1000, equipamento de alta produtividade indicado para indústrias de estamparia têxtil.

Segundo a empresa, a máquina emprega cabeças capazes de imprimir na velocidade máxima de 1.000m2/h (na resolução de 540 x 360dpi). As peças exclusivas e desenvolvidas pela própria Konica Minolta apresentam um total de 1.024 nozzles, cada um com densidade de 360npi.

Manutenção

Para a limpeza e manutenção das cabeças, o equipamento serve-se de dispositivo que verifica e limpa regularmente os nozzles, o que permite uma produção ininterrupta e automatizada. Além disso, o equipamento tem função que possibilita a realização remota de procedimentos de limpeza.

Sistema de alimentação de substratos

A impressora possui função que detecta  automaticamente amassos e vincos nos tecidos e apresenta cabeças com design de superfície côncava. Ambas as ferramentas foram desenvolvidas para prevenir a colisão entre o substrato e o sistema de impressão, evitando falhas e interrupções durante a produção.

Cores e tintas

A máquina emprega nove cores de tinta, paleta que serve para aumentar a capacidade de reprodução tonal do equipamento. Os insumos empregados são à base de corantes dispersos, reativos ou ácidos. Segundo a empresa, essas tintas passaram por testes e demonstraram ser seguras para o corpo humano, além de terem resistência a lavagem e abrasão. A fim de melhorar o desempenho produtivo, a máquina possui dois tanques de tinta de 20 litros para cada cor.

Fazem parte da linha de impressoras têxteis da Konica Minolta outros equipamentos como o Nassenger PRO 60 (para pequenas tiragens) e o Nassenger PRO 120 (de médio porte).

Fonte: Konica Minolta



RIP VersaWorks chega à versão 6

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/10/2018
Atualização inclui uma interface redesenhada

Atualização inclui uma interface redesenhada

A Roland DG atualizou o VersaWorks, software RIP que chegou à versão 6 e passou a fornecer suporte nativo de 64-bit, para maximizar o desempenho dos sistemas operacionais mais recentes.

Para agilizar o fluxo de trabalho, o aplicativo disponibiliza cinco filas de impressão com configurações salvas para trabalhos recorrentes. Os usuários podem salvar dados dos requisitos específicos dos clientes e recarregá-los imediatamente em novos trabalhos.

A nova versão do VersaWorks processa arquivos PDF nativamente, para renderizar transparências, sombras e outros efeitos especiais. Além disso, uma função de correspondência de cores garante reproduções consistentes ao usar várias impressoras de um mesmo modelo e mesmas configurações.

Segundo a empresa, a interface do VersaWorks 6 foi redesenhada para refletir as mais recentes tendências de design e apresenta ícones visuais mais intuitivos que melhoram a usabilidade.

A partir de 30 de outubro de 2018, os clientes da Europa, Oriente Médio, Norte da África e Índia poderão fazer a atualização gratuita do software. No começo de novembro de 2018, o VersaWorks 6 será fornecido com os equipamentos Roland listados abaixo:

Impressoras ecossolventes: SOLJET Pro 4 XR-640, TrueVIS VG-640 / 540, SG-540 / 300, VersaCAMM VS-640i / 540i / 300i, SP-540i / 300i, VersaSTUDIO BN-20, SOLJET EJ-640 e VersaEXPRESS RF-640.

Impressoras UV: VersaUV LEC-540 / 330, VersaUV LEF-300 / 200 / 20 / 12 / 12i, VersaUV LEJ-640, VersaUV S-Series LEC-330S-F200, LEJ-640S-F200 / LEJ-640S-F300 / LEJ-640S-F400, LEC-330S-B150 e LEJ-640S-B150 / 640S-B250.

Impressoras sublimáticas: Texart RT-640

Plotters: CAMM-1 GR-640 / 540/ 420, CAMM-1 GS-24, CAMM-1 PRO GX-640 / 500 / 400 / 300 e CAMM-1 GX-24.

Fonte: Roland DG